segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Natal e Ano Novo aos olhos de Bia


Fiquei pensando sobre qual seria o principal foco do Natal. Quando criança, logo pensávamos nos presentes e no que iríamos ganhar...Mas mesmo nessa época, já aprendi que o melhor do Natal é estar com a família. Os preparativos, telefonemas, pensar no cardápio, quem leva o que, quem faz o peru, a maionese, a sobremesa. Se a festa será comemorada nessa ou naquela casa, se vai haver ceia ou só um lanchinho para guardar espaço para um belo almoço no dia 25. Ainda criança, eu e meus primos ficávamos ansiosos esperando o Papai Noel chegar, só pra ficar cochichando, desconfiados, se por baixo daquele bigode não estaria um tio que sempre sumia na mesma hora! Mesmo assim, na dúvida, depois que se ia, corria para a janela para ver se encontrava, no céu, ele indo embora com seu trenó encantado.
Os anos passaram e o tempo foi levando algumas estrelas da festa, que estão brilhando lá no céu. Difícil conservar a magia com tantas faltas, mas há crianças na família que merecem experimentar a doçura que só a fantasia pode trazer, papel dos adultos cultivá-las,  e há outros queridos que não sabemos até quando estarão participando da fotografia.
Aprendi, também, que há valor na família que conhecemos ao longo da vida. O coração da alma não tem espaço definido, como um hd de computador, é do tamanho que a gente quiser, e cabe nele os amigos (reais ou virtuais), um novo membro da família, uma nova cunhada, um novo marido, um novo sobrinho, a prima da irmã do enteado...Enfim, o Natal fica mais bonito para quem se abre para o novo, em todos os sentidos.
No Natal também comemoramos o aniversário daquela Pessoa tão importante que está conosco mesmo quando estamos na solidão, tem data mais importante?
A nostalgia do Natal traz sonhos, lembranças, algumas tristezinhas pelas perdas e muito carinho dos que estão à nossa volta. Toda essa carga emocional às vezes dá um cansaço...Acho que é por isso que em seguida existe o Ano Novo, símbolo oficial do recomeçar, sem esquecer que temos que recomeçar todos os dias. É hora de rever os erros e tentar fazer diferente, pra não errar, e permanecer nos acertos até que eles se tornem erros e sejam  novamente modificados. Esse é o ciclo da vida, uma sequência de erros e acertos indefinida. Quem sabe um dia a gente acerta de vez!
Hora de varrer as sujeiras da alma, se perdoar, perdoar o próximo e pedir perdão. E lembrar que não precisamos fazer isso só no Ano Novo, mas sempre que o coração estiver apertadinho. Hora de resolver que vai ser uma pessoa melhor, mas não deixar que se torne somente uma resolução de final de ano.
Desejo que consigamos espalhar boas sementes a cada novo dia de 2012 e que o coração consiga permanecer tão leve que nenhum mal consiga atinji-lo, e se isso acontecer, que o mal seja pago com bem.
Não costumo colocar música nas postagens, mas esta marcou minha infância, sempre me emociono quando escuto, porque a letra traduz exatamente como penso. É só clicar no link.
Feliz Natal, e um lindo Ano Novo que dure o ano inteiro!

P.s.: Já ganhei meu presente de Natal! :)

4 comentários:

  1. Que Post Fantástico!
    Amiga BIA:
    Gostei de ler a sua impecável narrativa. Uma história realmente muito bem construída porque quem viveu cada momento especial de uma infância muito especial junto aos familiares. Foram nessas passagens natalícias que você aprendeu a valorizar muito mais as coisas espirituais, - eu acho-. Parabenizo-a ardorosamente pela linda mensagem reflexiva.
    Parabéns pelo excelente Post!
    Abraços,
    LISON.

    ResponderExcluir
  2. Querida Bia você ja ganhou seu presente de Natal, e eu acabei de ganha-lo lendo esse maravilhoso texto, esta data se define assim mesmo, união, perdão, reencontros, novos amigos e parentes, todos reunidos esbanjando felicidade e esquecendo as doideiras cotidianas do ano que está por findar.
    Beijão meu anjo amigo!!!

    ResponderExcluir
  3. Bia,

    Amiga que texto lindo, que forma gostosa de rever os acontecimentos, as conquistas, e até mesmo a evolução que nos dão hoje a oportunidade de nos chegarmos a pessoa que nunca vimos, falamos mas sentimos de uma forma especial que e o amigo virtual, amei ao dizer que depois de uma mistura de sentimentos no natal vem o recomeço do ano novo, a nova chance, as novas visões, e principalmente por se lembrar tão carinhosamente do dono desta festa linda que é o autor de nossas vidas, o único capaz de nos proporcionar alegrias em meio a tantas comemorações, simplesmente adorei teu texto...

    Amiga te desejo de coração que seu natal seja de bençãos , e que seu ano que ja esta chegando lhe traga grandes e preciosas conquistas.

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Que post legal!

    Seguindo!

    http://www.extremamentevaidosas.blogspot.com

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.