quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Em busca do leito


Chove e penso. O amor que sinto, tal qual chuva, pode cair em muitos lugares diferentes. Às vezes intensamente, noutras suavemente...tanto faz. A busca natural do que sinto será sempre em direção à você, meu mar, nem que eu tenha que repetir incansavelmente o ritual de evaporar e cair, e evaporar e cair...Até que eu consiga encontrar seu leito para que possamos juntos, evaporar para o fim.

11 comentários:

  1. E nessa transposição de evaporar e cair, o amor intensifica, e qualquer que for o estado, líquido ou gasoso, juntos sempre estarão, pois a aliança que os une é forte. Bjos.

    ResponderExcluir
  2. Bia!

    Ahhh eu tambem sou assim, sentimentos que corre nas correntezas, em torrentes, desaguando, renovando, recomeçando...

    beijos

    ResponderExcluir
  3. A chuva nos traz muitas recordações.
    Nos inspira ao amor.

    ResponderExcluir
  4. Bia,
    Somos assim como rio, que corre num mesmo sulco incessantemente, todavia jamais somos no momento seguinte do mesmo jeito pois, suas águas não serão mais iguais a passar novamente no mesmo lugar, já se misturou, purificou, modificou, mesclou, evaporou... O amor é assim, lento e calmo as vezes, por outras horas turbulento e forte. Mas estará sempre correndo no mesmo leito, seguindo o verter do mesmo sulco...
    Evaporar e cair, evaporar e cair... Que assim seja o amor em toda sua plenitude.
    Beijokas doces

    ResponderExcluir
  5. Olá hoje no feriado de santos esta assim como mostra a chuva sem praia.olho na janela e vejo os navios chegando.o mar mais forte,e assim é a vida.dias melhores virão.

    ResponderExcluir
  6. Bia,

    suas lindas palavras desaguaram aqui como torrentes fortes, que o mar volte a receber as águas.

    bernar55
    onde você habita menino? Já te procurei no diHITT apareceu anda na pesquisa, procurei em seu perfil apareceu nada de endereço seu, queria te retribuir a generosidade das visitas e comentários, mas onde?

    Bia desculpe a invasão pra mandar recado, mas cerca ele aí pra mim se você o achar rsrs

    Beijos querida

    ResponderExcluir
  7. As chuvas sempre revelam a intensidade do amor, as correntezas de sentimentos que se tornam incontroláveis e totalmente reais quando se esta ao lado de quem amamos.....

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Me sentiria constrangido em fazer um comentário maior, em quantidade, do que a sua narrativa poética, portanto direi apenas, que continuas a me surpreender !

    ResponderExcluir
  9. Bia, sobre meu post que comentou hoje:

    "Sendo assim, a proxima poesia, que já está pronta, não será colocada hoje e sim, para que possa rir, um post bem tipo Fada-Moleca! Aguarde. Vai enxugar as lágrimas hoje! rsss"

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. As águas têm destino certo, o que não acontece com o amor. Mas nada impede que levemos nossos sonhos para aquela meta desejada. Chuva evoca sentimentos e lembra lágrimas, mas guarda lembranças e saudade, em sua já definida caminhada.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. obrigada pela visita, retornarei com certeza sempre que possível.
    Linda tuas palavras, ciclo do amor como água,

    beijos, Diu

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.