quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Coração displicente



Coração batendo, compasso estranho, forte, rouco, em gritos surdos, como que de uma criança querendo muito ganhar um presente...O anseio traz um misto de desejo e medo. Busco na música a tentativa de compassá-lo novamente. A razão a chamá-lo de insano e ele, displicente, dando de ombros. Fazer o que?
Bia Hain

Imagem by www.byveramarina.blogspot.com

7 comentários:

  1. A música é um "remédio" para muitas coisas, Bia Hain! Gostei do texto! *-*"
    Abraços e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  2. Coração é tão teimoso às vezes, né?

    Beijos Bia

    ResponderExcluir
  3. não sei quem foi que disse que o coração não se controla. Bjos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Bia,
    É um grande dilema quando coração e razão não se entendem.
    O coração diz assim: "Faz isso que é muito bom", a razão vem e te diz: "Não faz isso que você vai se lascar". E você fica na corda bamba. Música, leitura, uma ida ao shopping, momento de serenidade, você pode encontrar as respostas.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Ah... Coração Valente! Tenho falado em pausas, ultimamente. Tempos atrás, comecei dizendo que estou sem pressa, andando devagar - como na música de Almir Sater.
    O teu texto reflete um pouco do meu modo de estar agora...
    Meu afetuoso abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  6. Teimoso o coração que não deixa que ninguém o comande!
    Beijinho

    ResponderExcluir
  7. Jà dizia um poeta francês " Ao som da melodia, não hà coração melancòlico" ;)

    Abraços

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...