quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

A menina que morava numa ilha

Imagem by Freepik

Ela morava numa ilha, cercada de imperfeições por todos os lados. Tentava viver bem assim, mantendo a harmonia com os próximos, parando para admirar a paisagem quando as coisas ficavam uma barra e fazendo de conta que tudo estava bem...mas no fundo, que nem era tão fundo assim, aguardava de longe que viesse um resgate.
Sentáva-se na parte mais alta da ilha, e borboletas inquietas no seu estômago davam o aviso: ele estava próximo. Da areia avistava, sorridente, a chegada e o prenúncio de que a perfeição estava atracando. Ofegante e saltitante, embarcava nele e via, sem saudades, os medos ficarem na ilha, brincando de fazer castelos de areia junto com a circunspecção.

Sua embarcação a levava para longe da sua realidade, e um navegava em cada pedacinho do outro, absorvendo a impressão que  dedos e  boca deixavam simultaneamente, e naquela imensidão restavam só eles e a perfeição do mar.
A tarde caía e o regresso fazia-se necessário, poderia ser perigoso navegar noite afora...Vontade de ter levado na bolsa um frasco de imprudência!  Hora de voltar para a ilha da realidade.
Ela voltou, resignada, dizendo para si mesma que há beleza em certos momentos de imperfeição...Mas sem a hipocrisia de negar que  momentos perfeitos ficam impressos para sempre na memória.
Bia Hain


11 comentários:

  1. E haja memória pra guardar tantos destes momentos.

    Beijos, Bia!

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto , as vezes me sinto morando em uma ilha cheia de imperfeições. As vezes tenho vontade de viver numa ilha sozinha e sem ninguém...

    obg pela visita é sempre uma honra te receber por lá.beijos, o blog esta atualizado, confira em www.spiderwebs.tk

    ResponderExcluir
  3. Se não darmos a oportunidade de a ilusão nos arrebatar, nós que nos tornamos imperfeitos. Bjos, bom dia e bom finde.

    ResponderExcluir
  4. Que lindo e faz muito pensar...beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  5. Na ilha em que vivemos há muitas oportunidades para alçarmos voo. Nem todos serão perfeitos ou deixarão saudade, mas vale a pena extrapolar os espaços e nos lançarmos aos novos horizontes.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Olha, Bia, a resposta que trago aqui sobre o seu comentario, tem muito a ver com o seu texto. Eu estou numa ilha, navegando em rasos sonhos, sendo levada para onde gostaria, de maneira a não afundar mas tambem sem ser resgatada.

    Sobre minha poesia: Mas eu estou um tanto... são decepções que a maturidade não ajuda em nada a nos proteger. Quanto ao sentimento nobre, somos sempre aprendizes.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Minha querida Bia,

    Por mais que digam todos que o perfeito não existe seremos sempre levados a acreditar em um mundo imaginário onde tudo ousou acontecer.....

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Nada melhor do que viajar em textos como esse para sair um pouco da realidade, e ir até a linda terra da imaginação!

    Abraços Bia. Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  9. Este texto nos faz viajar... nos faz pensar... e nos faz refletir! Infelizmente, não é possível viver numa ilha bela, então a gente vai fazendo o que pode, não é verdade?
    Parabéns pelo texto!
    abraços e tudo de bom, Bia!

    ResponderExcluir
  10. Vontade de ter levado na bolsa um frasco de imprudência! rsrs muito legal.
    pra mim, sempre que existe beleza a imperfeição está fora! a beleza é a perfeição....
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Bela crônica!!!!!

    Eu afirmo que não só os momentos imperfeitos ficam impregnados na nossa memória, acrescento os perfeitos; afinal todos nos levam a uma aprendizagem na construção da nossa história de vida.

    Foi um prazer visitar seu Blog e saliento que o título do mesmo é sedutor, apaixonante. Irei sempre lê-lo. Já o coloquei nos meus favoritos.

    Abraços!!!!

    Izabel Luna

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...