segunda-feira, 5 de março de 2012

Digitais


Vidas trocadas e um coração encharcado de saudades.
A distância de poucos passos subestimou a proximidade do coração. Meus olhos queriam beijar de longe os dele, mas o instinto de proteção fez-me resistir bravamente ao impulso. O corpo teve que ser guerreiro para não colar no outro corpo. Vontade quase incontida de ignorar os meros presentes e resgatar, com um abraço, a pele que imprimiu digitais em meus sentimentos.

Imagem by globo.com

* A partir de hoje, vou tentar me organizar para responder os comentários. Um abraço!

28 comentários:

  1. Uma agonia na alma que o corpo não obedece né?
    beijo Bia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O corpo, por vezes, é desobediente...mas em algumas ocasiões tem que obedecer na marra, a alma também! Um abraço!

      Excluir
  2. Bia

    Saudade dói. Mas permanece a lembrança da pele que imprimiu os digitais nos sentimentos! Já pensou na tristeza de quem nunca amou nem sofreu por amor? Esses nada recordam meu bem! Beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luar, também penso assim. melhor uma saudade gostosa do que nunca ter conhecido o amor. Um abraço!

      Excluir
  3. Nunca imaginei as digitais deste modo, somente em documentos e séries de investigação policial.
    Escrever é isto, ampliar os horizontes do leitor e isto fazes bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Christian, quebrar padrões é uma das minhas marcas, e isso se reflete em meus escritos. É interessante o que um jogo de palavras pode revelar em relação às diversas interpretações que desperta. Um abraço!

      Excluir
  4. Sempre penso que quando existe saudades é por quê algo positivo existiu... Abraços, Bia e tudo de bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Barbie, você tem razão. Não sentimos saudades do que foi ruim. Melhor conviver feliz com ela. Um abraço!

      Excluir
  5. As marcas na alma são registros inapagáveis. Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, por isso justamente são os mais intensos. Um abraço!

      Excluir
  6. Todas as nossas palavras serão inúteis se não brotarem do fundo do coração. As palavras que não dão luz aumentam a escuridão... Uso dizer que: "As palavras têm a leveza do vento e a força da tempestade.. A qual pode facilmente nos reduzir ou nos encorajar.
    As palavras são como moedas: uma pode valer por muitas, e muitas não valer por uma...Por tanto usemos sabiamente o dom da fala o dom da escrita de forma prazerosa a qual Traga parte de ti ou de mim....Mesmo que seja em palavras bondosas e afetivas...A bondade em palavras cria confiança; a bondade em pensamento cria profundidade; a bondade em dádiva cria amor...Confesso eu aprendi que para se crescer como pessoa e preciso me cercar de gente mais inteligente do que eu foi por isso que vim para perto de ti....e das tuas mais sabias palavras minha pequena poeta.
    Bj bem carinhoso no seu mais puro coraçãozinho....
    Ass: http\\\;//www.uanderesuascronicas. blogspot.com
    E-mail uanderaldias@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por sua presença sempre tão gentil em meu espaço! Venha quando quiser. Um abraço!

      Excluir
  7. Aiii de voce, D. Bia, não responder aos meus comentários!
    Logo vou pensar:
    - Ela está ocupada.
    - Ela está trabalhando.
    - Ela está no supermercado.
    - Ela está se cuidando!
    - Ela está num momento delicado.
    - Ela está atrapalhada.

    Isso não pode!
    Ops... até no pensamento, vira rima!

    BEIJOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha, Sissym, uma resposta dessas só mesmo uma outra mulher ocupada e com mil pensamentos na cabeça poderia escrever. É reconfortante saber que tenho seu entendimento, e quem tem alma de poeta é assim, a rima surge até em uma resposta! Mas sempre tenho respostas quando comento nos blogs, entendo como um carinho ao leitor, quero retribuir o carinho. Um abração!

      Excluir
  8. Puxa, de doer de lindo! beijos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Chica, seus escritos são um momento de trégua dentro de mim. Um abraço!

      Excluir
  9. Tudo é desejo. Tudo é vontade. Mas se fez opção pela saudade. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, Marilene, concordo com o desejo e a vontade, mas a saudade não é uma opção, é uma situação. Um abraço!

      Excluir
  10. Olá minha nova amiga, adorei o texto, principalmente A Frase "O corpo teve que ser guerreiro p não colar no outro" Razão em guerra com a emoção, dificíl né! Bjooosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kellen, difícil mesmo. É um conflito doce e ao mesmo tempo doído. Mas melhor, sem dúvida, do que não ter a quem amar. Um abraço!

      Excluir
  11. Simples, curto mas maravilhoso, gosto muito de estar aqui, vc escreve muito bem mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Patrícia, por sua generosidade. Um abraço!

      Excluir
  12. Respostas
    1. Obrigada, Luciana, suas divagações sempre me ensinam muito. Um abraço!

      Excluir
  13. A eterna luta entre razão e emoção...

    ResponderExcluir
  14. Texto muito quente srsr!
    Legal Bia é incrível como brinca com os versos e o resultado é sempre bom!

    Abraços.

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...