terça-feira, 24 de abril de 2012

Guerra das Estrelas e o caminho da Força

Imagem daqui

Quem é da geração Guerra nas Estrelas, vai entender sobre o que estou falando. Quem não é, vai conhecer meu ponto de vista sobre.
Assisti a trilogia na companhia de irmão mais velho e achava lindo o Han Solo hahaha, feio o Luke Skywalker e queria ser a Princesa Leia . Queria ter um robô igual o R2-D2 e achava o C-3PO meio chatinho, sempre tentando colocar um pouco de juízo na cabeça do Luke. Ah, eu queria também ter um Sabre de luz , e tinha que ser azul, para combater os inimigos invisíveis que pudessem atormentar os sonhos de uma criança imaginativa. Sem falar no inesquecível Chewbacca, o inseparável companheiro do Han, adorava aquele ser peludo que falava com resmungos!
Mas minha paixão era pelo mestre Yoda . Apesar do aspecto murcho e envelhecido, transmitia tranquilidade e sabedoria com suas palavras sempre ditas de forma peculiar, em ordem diferente do usual. Na trilogia meu filme preferido foi  O Império Contra-ataca, quando Luke foi para Dagobah fazer um treinamento Jedi com o mestre Yoda, com o objetivo de fortalecer o espírito, as artes e o intelecto.
Às vezes eu gostaria de estar com o mestre Yoda, ouvindo os sábios conselhos de quem já viveu 900 anos e aperfeiçoou o domínio da mente.
Mas pensando bem, acho que Dagobah é aqui. Convivemos com o Lado Negro da Força o tempo todo, e talvez seja esse o aprendizado que nos seja exigido da vida com suas lições, por vezes duras, por vezes suaves. Para trilhar o caminho da Força, somos testados, tentados e questionados o tempo todo pela vida, e só quem consegue retornar à serenidade e manter o domínio sobre à mente consegue resistir ao domínio sem passar para o exército de Darth Vader .
Por várias vezes tentei me concentrar para flutuar em completa harmonia como Yoda  tentava ensinar a Luke. Jamais consegui. Mas no dia em que eu sentir a mente tão leve a ponto de parecer ficar sem os pés no chão, prometo voltar e compartilhar com vocês. Espero que o meu treinamento Jedi esteja chegando ao fim, e que eu esteja andando no caminho da Força.


Imagem daqui

Algumas pérolas de Yoda:


"Treine a si mesmo a deixar partir tudo que teme perder" 

"Muito a aprender você ainda tem."

"Dificil de ver. Sempre em movimento está o Futuro."

Luke: Estou procurando um grande guerreiro. Yoda: A Guerra não faz ninguém grande.

"A morte é parte natural da Vida. Regozige-se por aqueles que se uniram com a Força. Não Lamente por eles. Não sinta falta deles. O apego leva á inveja. A sombra da cobiça, isso sim."

"Cuidado você deve ter, quando o futuro enxergar Anakin. O medo da perda é um caminho para o lado negro."

"Só é diferente na sua mente, você precisa desaprender o que aprendeu"

"Não! Tentar não. Faça ou não faça. Tentativa não há."

"O medo é o caminho para o Lado Escuro. O medo leva à raiva, raiva leva ao ódio; ódio leva ao sofrimento. Eu sinto muito medo em você."


43 comentários:

  1. Bia! Adorei a analogia que você fez! E é bem por aí mesmo! Eu também achava o Han Solo lindo e o Luke também... Ah! E também me imaginava como a Princesa Léia! Bons tempos aqueles! Belo post! Parabéns! Grande e carinhoso abraço!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elaine, fico feliz por saber que também gostava da trilogia, bons tempos mesmo, eu estava passando na infância para a adolescência e a vida ainda era recheada de imaginação. Um abraço!

      Excluir
  2. Olá!Boa noite!
    Tudo bem?
    ...ih...agora tu me pegou...nunca assisti um filme desta Geração...sim! Eu estava na Terra, sim!...então!...
    Boa quarta!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, Já estava na Terra e nunca assistiu? Nunca é tarde, Felis, um clássico e eu recomendo. Mais do que um filme de ficção científica, tem muitas lições para a vida. Um abraço!

      Excluir
  3. Sensacional, para um fã como eu esta reflexão foi perfeita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Waldir, que é fã entendeu bem o que eu quis dizer. Um abraço!

      Excluir
  4. Você garimpou colocações que merecem ser evidenciadas. Todas elas propiciam uma bela reflexão. A ficção pode nos servir de exemplo, se ficarmos atentos.
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marilene, são lições que podem ser levadas para toda a vida. Ainda criança eu não entendia muito bem as proporções dos ensinamentos do Yoda, hoje compreendo perfeitamente. Um abraço!

      Excluir
  5. Olá Bia,

    Não acompanhei Guerra nas Estrelas, mas adorei as pérolas de Yoda.
    São fantásticas e nos trazem grandes ensinamentos.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vera, eu recomendo, se você gostar do gênero. Mas as pérolas foram aqui cultivadas para que todos entendam que se trata de algo muito além de um filme com efeitos especiais. Um abraço!

      Excluir
  6. Bia, durante toda a história da passagem humana na terra, teremos momentos de Luz e outros de Trevas, hoje vivemos o momento das Trevas, pois o homem, em todos os seus níveis, seja social, religioso, políticos e etc, perdeu a sua ética. Cabe a cada um levar consigo a esperança de que a Luz virá, e com agir eticamente, amando o próximo. A atitude vale mais que muitas palavras. Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eder, talvez essa seja a grande lição do filme, conviver com os dois lados é tarefa diária e constante. Uma pena que hoje muitos prefiram agir de acordo com as trevas. Um abraço!

      Excluir
  7. Adorei ver a seleção de pérolas que trouxeste de Yoda, o enrugadinho,rs beijos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Chica, que doce colocação, o enrugadinho mais fofo da história do cinema. E sábio, também. Um abraço!

      Excluir
  8. Oi Bia,

    adorei as frases do mestre.

    O medo: o grande bloqueador.
    O apego o grande obstrutor de caminhadas.

    Queria te agradecer muito pelo carinho expresso nas suas felicitações pelo meu aniversário ontem.

    Um abraço carinhoso, obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Van, medo e apego, um oriundo do outro, ambos não constroem um novo caminho. Como sempre, prefeita. As felicitações de aniversário foram mais do que merecidas! Um abraço!

      Excluir
  9. Bia, confesso que nunca vi Guerra nas Estrelas, mas meu pai era fã. Calma, não estou te chamando de velha. rsrs Ele sabia todas essas pérolas do Yoda. Beijão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha, Não, realmente não sou velha, e meu pai também gosta da trilogia. Na verdade uma série antológica, que ensina muito para qualquer idade. Um abraço!

      Excluir
  10. Cara eu nunca entendi esse filme, é sério - e nunca tive paciencia para ver tbm ! rs Maas adorei as pérolas que você postou! ♥ tem tag lá no blog para você, passa lá e responde , se quiser é claro. Beijão. www.spiderwebs.tk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabrina, deixa quieto, eu também nunca entendi a trilogia "Senhor dos Anéis", deu empate! Já respondi a tag, obrigada por lembrar de mim, um abraço!

      Excluir
  11. Oiiii Bia, Infelizmente boie nessa, praticamente não assisti a série e não me lembro de nada! Mas valeu passar p deixar meu abraço! bjooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kellen, quando fiz o post imaginei que alguns talvez não entendessem por se tratar de uma série dos anos 70/80, eu era bem pequena quando o primeiro filme foi lançado, e só entendi melhor quando assisti na tv, anos mais tarde. Mas tem as frases, que podem ser uma grande lição de vida. Valeu pelo abraço, outro pra ti!

      Excluir
  12. Oi Bia,

    Vc conseguiu fazer uma bela comparaçao entre a vida real e o filme, eu nao tenho conhecimento algum dessa trilogia, mas a mensagem que passou deu para entender um pouquinho sobre os personagens.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa, quem sabe o post desperta sua curiosidade...Obrigada por sua presença sempre carinhosa, um abraço!

      Excluir
  13. Adorei a metáfora. Mas acredito além: não só aqui na terra, mas acredito que Dagobah é nossa própria mente, onde convivemos em constante conflito com nosso yin e yang. Nem todo mundo é só mau ou só bom, os dois lados sempre conflitam.
    Bjos!
    amonailart.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Valquíria, entendo que é exatamente assim. Podemos usar várias metáforas ou simbologias, como o caminho da Força ou a energia yin e yang, ambos representam os dois lados que todos sem exceção trazemos dentro de nós. Encontrar o equilíbrio entre as partes é o nosso grande desafio, ser luz o tempo todo cansa, ser trevas o tempo todo afasta as pessoas. Ninguém é de todo bom ou ruim, todos temos segredos escondidos, essa que é a verdade. O equilíbrio é a meta. Um abraço!

      Excluir
  14. Sensacional Bia adoro esta saga, sou fanzoca mesmo vi todos os filmes e o mestre Yoda é um fofo sábio.
    Essa reflexão misturada com o filme ficou dez, porque não pensei nisso????rs
    Tai um texto que gostaria de ter escrito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, que legal, uma fã que gostaria de ter escrito esse texto, fiquei feliz e lisonjeada. Completou muito bem quando disse que Yoda era um fofo sábio, usei até a colocação em uma das respostas. Perfeito! Um abraço!

      Excluir
  15. Postagem maravilhosa, Bia! Arrancou-me um sorriso imenso :)
    E você fez uma excelente seleção de frases do mestre Yoda!!!
    Vou tomar a liberdade de levá-las comigo!
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Isa, arrancar um sorriso é um presente para mim! Leve as frases do Yoda e o que mais desejar, compartilhar faz parte da blogosfera. Um abraço!

      Excluir
  16. Muy buena la entrada, fue una saga excelente.
    que tengas una buena semana.
    un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ricardo, obrigada, um bom final de semana pra você!

      Excluir
  17. Guerra nas estrelas é mesmo uma joia rara do cinema americano. O mestre Yoda é maravilhoso. Os robôs então nem se fala... A trilogia original com certeza é bem melhor que a feita posteriormente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gilberto, concordo plenamente com você! Apesar dos efeitos serem bem mais apurados na sequência, a trilogia original ganha em história e criatividade. Sem falar que, para a época, era uma mega-produção! Vou lhe contar um segredo: no segundo filme da série, O império contra-ataca, fui ao cinema com meu irmão, e com 5 anos na época, fugi assim que as luzes apagaram, de medo, hahaha. Estraguei a tarde dele...Voltamos outro dia, na companhia segura do meu pai. Mas revi muitas vezes depois, com mais idade e entendimento. Um abraço!

      Excluir
  18. Olá, Bia!
    Estou precisando de um trinamento desses mesmo. Por favor me avise, quando conseguir!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se preocupe, Rike, alcançando o domínio da mente eu passo as lições Jedi pra você! Um abraço!

      Excluir
  19. Adorei as perolas do Yoda é muito
    legal mesmo bem lembrado tudo isso
    Abraços de boa tarde bjuss rita!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rita, são lições que podemos carregar para o resto da vida! Provavelmente uma das intenções do sábio escritor. Um abraço!

      Excluir
  20. Eu creio que aprendi e se sou um Jedi não sei dizer. Este filme, embora ficção, apresenta lições que, assim como voce exemplificou, podemos tomar para a vida.

    Sobre seu comentario para mim:
    Bia, é meio esquisito: temos fé, mas nas horas de dificuldades parece que os problemas triplicam. Buscamos milagres, olhamos para os lados achando que alguem vai estender uma mão, mas a transformação começa dentro de nós. Só a partir disso que conseguiremos enxergar para frente. Aconteceu comigo.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sissym, você já tem uma parte Jedi dentro de si, simplesmente por ser uma guerreira.

      O que escreveu faz todo o sentido, Sissym. É como se na hora das dificuldades algo se quebrasse dentro de nós e é preciso reconstruir. Perdemos a crença no que está à nossa volta e só voltamos à realidade quando nos damos conta de que precisa partir de dentro a mudança, o que geralmente não é fácil. É a história da lagarta que fica no casulo, terá que fazer força para rompê-lo. Levará o mesmo tempo que o espinho leva para virar flor. Isso está acontecendo comigo e provavelmente não será a última vez. Um abraço!

      Excluir
  21. Parabéns pelas belas postagens do seu abençoado blog, bem informativo e edificante precisamos de trabalhos assim. Bom final de semana.

    ResponderExcluir
  22. É a Pati sabe o que fala moça, encantado com sua reflexão também sou fã da saga e as frases são perfeitas e profundas parabéns já fiquei aqui.

    ResponderExcluir
  23. Vim pela indicação dos Blogueiros que pensam, quem nunca repetiu uma dessas frases do mestre Yoda, é certo que todos temos infelizmente o lado negro da força em nós. Cabe tentarmos controla-lo, já estou seguindo o blog gostei do seu trabalho.

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.