sábado, 30 de junho de 2012

Carta para um amor que faz aniversário

Imagem by Freepik

Uma vez assisti uma entrevista da Carolina Dieckmann em que ela dizia ter uma lembrança inesquecível do seu atual marido, Tiago Workman. A de que no Ensino Médio, quando estudaram juntos, ele era o único menino que em vez de x-salada, comia um sanduíche feito com pão árabe. Algo diferente e inesperado em meio à multidão.
A minha lembrança sua é tola, e linda. Você chegava sempre andando meio devagar, algo lento no meio das minhas ideias sempre tão agitadas, é como se conseguisse parar um pouco a loucura do meu tempo com a sua presença. Chegava com um caderno universitário na mão, envolto em um elástico circular, e só. Simples assim. Nada de mochilas de marca ou pastas de grife. Às vezes uma caneta Bic presa no elástico e um fone de ouvido com boa música tocando...A visão de você chegando com seu caderno é algo que perdura até hoje em minha memória.
E foi assim que eu me apaixonei. Em meio à lama do trote, carregando seu caderno sem invólucros e andando a passos lentos...É  por ter me apaixonado num contexto tão simples que eu jamais exigiria que me desse algo que não estivesse ao seu alcance. Não o encontrei em um carro importado, usando roupas de marca ou sociais, ocupando um cargo de elite em alguma empresa ou frequentando os lugares da moda. É possível que se fosse assim, não teria me chamado a mínima atenção, me pareceria uma pessoa fútil e sem personalidade e isso não me atrai.
Era (e é) na sua simplicidade que eu sempre quis repousar. No seu diferente e nas suas tiradas engraçadas que às vezes me tiravam um pouco do sério....ficar brava não durava (e não dura) muito tempo.  Então descobri: você tem domínio sobre o meu tempo.
A vida em relação à você não me deu escolhas. Quando eu não me aproximei por não saber o que sentia e tinha medo de perder sua amizade. Quando a vida o afastou duas vezes sem grandes explicações sem que eu pudesse reverter isso. Parece uma sina esse negócio de sempre ficar assim, te cuidando de longe...Até hoje não me é dada escolha. Porque independente de qualquer outra coisa, minha escolha sempre é você. Sempre.
Desejo que ter feito parte da sua vida neste último ano tenha feito alguma diferença. Desejo que estar se reencontrando e reencontrando os caminhos que gostaria de ter trilhado para si esteja lhe fazendo mais feliz e, se eu tiver uma faísca de participação nisso, estarei feliz também.
Assim como consegue deter as escolhas do meu tempo, desejo que não espere se perder mais uma vez para lembrar que guardo cuidadosamente os mapas para ajudá-lo a reencontrar sua rota. São mapas que só quem ama muito é capaz de fornecer generosamente e que são seus sempre, só estão sob minha guarda caprichosa.  Que eu possa estar cada vez mais perto para entregá-los rapidamente em suas mãos sempre que precisar se localizar...e se amar. Esse será sempre o meu maior presente pra você!

Imagem by Freepik



34 comentários:

  1. Bia querida! Que coisa linda! Que homenagem e declaração, hein... Não o conheço e desejo, do fundo do meu coração que ele seja merecedor de um sentimento tão lindo como o que você expressa em teu post.... Adorei teu texto! Parabéns! Obrigada pelo teu carinho minha amiga!
    Um final de semana iluminado!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Bia, eu não sei bem o porquê mas, desde adolescente, eu sempre me emociono com a leitura de cartas, especialmente as carregadas de sentimentos, como essa...
    Espero que ele leia as suas palavras! E aceite ser guiado por você e seus mapas. Os caminhos de quem ama estão sempre certos.
    Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  3. Linda carta, emocionante e tocante...Adoro cartas também!!beijos,ótimo fds!chica

    ResponderExcluir
  4. Bia, que texto maravilhoso, que prova de entrega vc nos apresentou. Amei d+. Eu tenho uma imagem qdo conheci a minha esposa q já escrevi em um dos meus texto: a forma q ela pegava o copo com as duas mãos, o levava a boca e com aqueles dois olhos puxados (ela é conhecida como japonesa falta, pois é negra com olhos asiáticos) me olhava sorrindo pelas bordas do copo, não teve jeito, me apaixonei de imediato. Bjos.

    ResponderExcluir
  5. Ao destinatário da carta.

    Prezado aniversariante;
    Não o conheço, mas conheço alguns traços da personalidade de quem lhe escreveu esta carta.
    Ao ler, perceberá que a sua presença sempre a acompanhou e desde os tempos universitários. Cara!!! Sabe o que significa isso? Não é uma menininha, uma adolescente qualquer que lhe escreveu esta carta de cara limpa e coração aberto, é uma mulher com mais de 30. Mulheres com mais de 30, são decididas, sabem o que querem e estão cada vez mais raras, devido sua beleza, maturidade e encantamento.
    Não quero aqui fazer propaganda de minha colega blogueira, nem papel de Cupido, ela brilha por si mesma.

    Esta carta é uma oportunidade rara e especial que deve ser pensado com carinho.

    Feliz aniversário!

    ResponderExcluir
  6. Olá, Bia!
    Focou muito bom, não tem o homenageado não gostar!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  7. Oi Bia, torço para que seu amor leia sua carta, com certeza vai derreter o coraçao dele...

    Abçs

    ResponderExcluir
  8. Encanto,adorei a carta e os sentimentos que me fizeram viajar ao lê-la,talvez porque eu já tenha acompanhado muitas vezes um amor que se perde e vem ao meu encontro pra se encontrar outra vez.
    Me vi nessa carta!
    um ótimo domingo Bia,=)

    ResponderExcluir
  9. Bia, que linda homenagem e que declaração maravilhosa. Quando amamos os minimos detalhes de quem tem o nosso amor, se tornam importantes para nós, por mais que não sejamos correspondidas, vistas ou lembradas, mas antes amar assim, do que não ser capaz de amar!
    BJOS
    LEna

    ResponderExcluir
  10. Que linda homenagem.
    O tempo realmente não nos tira essas lembranças tão boas.
    Seguindo-te!
    Beijos
    Eu! Leilinha

    ResponderExcluir
  11. Uau... Lindíssimos dizeres de amor. Simplicidade é a coisa mais encantadora do mundo, porque recebe olhares de eterna atenção apenas por serem, sem necessariamente terem.

    Bem aventurado seja esse amor, pra todo sempre, amém!
    Beijo, Bia.

    ResponderExcluir
  12. Que lindo o texto, adorei!
    Bjos e boa semana!
    amonailart.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Ameii o texto! Arrasou!
    Uma semana muito especial para você!!
    Ah, jah deu uma passadinha no BT? Não?? Pois vem me visitar, tem post novo no blog: http://www.blogdatardee.blogspot.com.br/2012/07/hoje-eu-fui-assim-thats-way-i-like-it.html
    Aguardamos o seu recadinho la no post! ;* beijos

    ResponderExcluir
  14. Bia, parabéns pelo rico texto. Realmente não tem presente que substitua a importância das palavras, principalmente quando brotadas do fundo da alma. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  15. Bia, eu gosto de ler e também de escrever em formato de cartas, fica algo bem menos impessoal e podemos nos expressar com maior liberdade. Não sei como eu me perdi no "desafio das cartas" que foi solicitado em meu blogue, eram vários temas, fiz alguns que poderá ler na tag "cartas", onde há cartas que criei também para o projeto Bloinquês que já não participo há algum tempo. Se gosta de ler sobre, não precisa comentar, apenas quando estiver de bobeira para passar o tempo e ver como nosso modo de se expressar na escrita muda, tal como a sua mudou.
    É tão raro garotas não se interessarem mais pelo seu carro do que por você pelo que realmente é... Quem anda de buzão tá fudido. ahah. A sério, esta é uma realidade e eu a admiro por não ter esta mesquinhez que a maioria das garotas tem. Mostrou uma pessoa detalhista em pequenas coisas e acho legal isto.
    Não sei o aniversariante tem acesso a este blogue, mas deveria valorizar esta sua qualidade raríssima.
    Estive ausente da blogosfera e não pude avisar, primeiro porque não tenho seu Facebook (é mais prático avisar por um lugar só, a blogosfera é muito espalhada e fazer posts mimimi não são muito a minha), mas tive uma intoxicação alimentar e, junto a ela, o Blogger me presenteou com um bug que só deu trégua ontem, não conseguia moderar comentários enquanto eles iam se multiplicando pela Blogagem Coletiva de Espiritualidade que vai bombar (já incluí Revolta e Romance na lista)e toda hora me mandava relogar, o que para comentar também era muito ruim, pois teria que postar em anônimo e como há muita trollagem, mesmo assinando o nome, penso que nem todo proprietário de blogue poderia ter a certeza de que era eu mesmo postando. Por esta razão, hibernei.

    ResponderExcluir
  16. Uma linda lembrança e encantadora homenagem... tenha um excelente domingo, Bia. abraços.

    ResponderExcluir
  17. Querida amiga, passei anos da infancia, adolescencia e juventude, sabendo que havia um menino, um rapaz, um homem, que gostava de mim. Acontece que a minha maldita timidez só conseguiu fazer com que solidificasse a amizade. Nunca soube me insinuar. Sou uma tola 100%. Não tenho duvidas, quando lembro dele, quando falo com ele, que ainda existe algo dentro dele, e muito forte em mim. Só que a minha omissão fez com que ele acertasse a própria vida. Graças a Deus, esta pessoa tão querida e especial é feliz. E isso é o que importa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Sua carta é doce e sincera, como o amor à simplicidade que demonstrou. Há pessoas capazes de provocar esse despertar de sentimentos. E merecem o encantamento que proporcionam. Ficou linda! Bjs.

    ResponderExcluir
  20. Olá!Boa boite!
    como eu gosto de dizer, porque já paguei muito "mico", rsrs...
    são textos únicos e não cabe interpretações extensivas, sob pena de fugir completamente da proposta do autor, pois insurge na experiência única de quem as escreveu,
    mas ,sempre o mas...a melhor coisa nesse mundo é descobrir o que é o amor ... tantas pessoas dificultam e é tudo tao simples e tao sincero ... estou aprendendo a entender que amar, é viver a vida com sinceridade e simplicidade e esta carta/homenagem...tão sincera e com enorme apreço á simplicidade, prova inconteste,que logo, logo, você terá uma pessoa com quem possa dividir sua vida, seus desejos e sonhos...
    Parabéns aos dois!
    Obrigado pelo carinho da visita!
    Boa semana!
    beijos com carinho

    ResponderExcluir
  21. Também li na época essa entrevista da Carolina, achei curioso! E que lindo esse seu texto. Sem dúvida uma bela declaração! bjs e boa semana! =)

    ResponderExcluir
  22. Belas lembranças do seu amor. Adoro amores simples. Pena que geralmente eles são muito complicados e tornam nossa vida um tormento.

    ResponderExcluir
  23. Que encantadora que pena que não se escrevem mais cartas era uma outra época, adorei!!

    ResponderExcluir
  24. Que linda declaração de amor. Como os minimos detalhes são importantes né?.
    bjs
    LILA

    ResponderExcluir
  25. Bia ficou ótima que ele pegue esses mapas e encontre o caminho da felicidade, eu e meu amor tínhamos esse costume de escrever um ao outro, agora é e-mail mas não é a mesma coisa.

    ResponderExcluir
  26. Olá Bia, tomara que esse amor perdure sem novas perdas pelo caminho, parabéns, existem comportamentos que nos fazem enxergar o qto especial é uma pessoa! Bjos de minas amiga!

    ResponderExcluir
  27. Olá!Boa noite!
    ...ah...já comentei acima...então desejo uma boa semana!
    Beijos

    ResponderExcluir
  28. Olá Bia,

    Linda sua carta, expressa em sentimentos verdadeiros de amor e doação. A simplicidade conquista, principalmente porque é nela
    que encontramos felicidade.
    Você merece ser feliz com esse seu amor. Torço para que ele
    nunca deixe de ver em você a mulher especial que é.

    Ótima noite.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  29. Bia querida! Passando pra agradecer o carinho e ver como você está.... Vi que você está criando outro blog, de culinária, se você quiser, posso te divulgar em postagem..... E também pra desejar uma abençoada semana, repleta de muita paz e alegria! Independente de qualquer coisa, posso contar com teu votinho?....Grande e carinhoso abraço!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Querida Bia, emocionei me com as tuas palavras! Bela carta... quem me dera que me escrevessem algo assim tão bonito e apaixonado.
    Beijinho

    ResponderExcluir
  31. Lindo bia! por acaso vc presenteou á ele essa carta? deveria...
    é de uma sensibilidade e amor que quase não se vê, esse é o verdadeiro amor, não cobra, não prende. Adoro ter memórias, as felizes, as que poderiam ter sido , as que foram e mesmo que não tenham sido boas, me seviram de lições. Enfim que as boas memórias permaneçam contigo, e que sejas feliz! bjs!

    ResponderExcluir
  32. Biazinha escreveste lindamente , como uma carta de amor. Acho que um amor se mede assim, em cada gesto de afeto e se expressa nas palavras de carinho. Beijão

    www.spiderwebs.com.br

    ResponderExcluir
  33. Oi!
    Vim te ver e avisar que tem presentinho pra você lá no meu cantinho. Passa lá ;)

    Bejus
    http://devaneiosparamim.blogspot.com.br/2012/07/selinho.html

    ResponderExcluir
  34. Que carta memorial mais linda! Li encantada suas emoções adolescentes e o grande presente com esse amor que venceu mesmo entre perdidos e achados.
    PS:Meu blog estava dando erro e mesclando com outro blog que parece ter o mesmo domínio e então eu mudei o meu link :
    http://palavresias.blogspot.com.br/
    Por favor adicione esse.
    Bjks doces

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.