sexta-feira, 1 de junho de 2012

O que sei das partidas...

Imagem by Fora do Eixo - Flickr

Feliz, do tamanho que não cabe no corpo. Tão frágil, que só um abraço apertado, daquele que te segura com propriedade e não solta mais, pode curar. Disse ainda ontem a um amigo, que as partidas é que são doídas. E completo: porque nunca se sabe quando se haverá o regresso.

2 comentários:

  1. É verdade!Lindo!!beijos,ótimo domingo e tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Una imagen inspiradora,
    tienes un bello espacio.
    un saludo.

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.