quarta-feira, 20 de junho de 2012

Os Amores, o campo, os escritos

18) Os amores de Verão
Imagem by Prue - Flickr
É interessante e meio louco, mas mesmo sendo ultra romântica nunca fui namoradeira. O verão tem essa conotação de desejo à flor da pele, pouca roupa, sensualidade, mas acho que o relacionamento amoroso não depende de estação específica para acontecer, nos toma de assalto quando estamos distraídos e pronto, esteja frio ou calor.
Houve o primeiro beijo, que aconteceu no verão à beira da praia, mas eu não classificaria o que eu sentia por ele como amor. E pensando assim, será que os chamados "amores de verão", termo usado para caracterizar relacionamentos efêmeros que segundo a tradição, dificilmente "sobem a serra", seriam mesmo amores ou somente paixonites agudas?


19) Um dia no campo no Verão
]
Imagem by Rômulo Filipini - Flickr

Participando dessa blogagem me dei conta de que o verão me deve um dia no campo. Houve muita praia, muita cidade, mas pouco campo. Como a gente muda ao longo dos anos...Eu nunca fui muito de querer ficar no mato, mas hoje tem dias que era só o que eu queria da vida. Colocar uma mochila nas costas e explorar a natureza. Mas sempre amei observar o verde, sentir o cheiro de vegetação no ar, observar os animais e suas peculiaridades.  A lembrança que mais se aproxima disso é das vezes que a família ia dar uma volta em pequenas cidades vizinhas e meu pai parava na beira da estrada para colher goiabas. Minhas mãe fazia nós nos embrenharmos na mata só para isso! E eu sempre fui um fiasco para subir em árvores! hahaha, Será que vale?

20) As minhas leituras de verão
Imagem by Barbarah Constantino - Flickr

O verão é uma época em que leio bastante, especialmente depois que passei a dar aulas e que nesse período estou de férias. Alguns verões foram tomados por livros de Harry Pother. Em geral gosto de ler aventuras (e não romance, como a maioria deve pensar!Rá!) e livros que falam sobre a vida. Não diria auto-ajuda, e sim sobre divagações. E nas últimas férias, depois de entrar para a blogosfera, também os blogs passaram a fazer parte do meu cardápio! 

51 comentários:

  1. Que legal saber mais dos teus verões.E a blogosfera nos chama mesmo,né? E eu também no verão, penso quase só em praia. E no inverno também(vou pra lugares quentinhos,sr) beijos,chica( nasci errado,tinha que ser em lugares de praia e quentinhos)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Chica, gosto do frio mas se alguém me convidar para ir ao Nordeste no inverno com certeza direi siiiim! hahaha Praia é tudo de bom. Um abraço!

      Excluir
  2. Oi Bia,
    O amor está presente em cada estação, porém há aquela em que nos identificamos mais.

    Talvez por ter nascido no campo, prefiro mato a praia. Praia três dias já é suficiente, mais do que isso acabo enjoando. Praia é turbilhão, campo é tranquilidade.

    Abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nestor. Acho que isso influencia, onde passamos a infância. Fui a alguns sítios quando criança, minha vó foi criada em sítio, mas além da predominância ter sido praia eu sempre adorei, sempre me senti muito bem. Um abraço!

      Excluir
  3. Oi Bia!
    Cada época da nossa vida reflete um estado de espírito, algumas são como o verão, a estação da vida, da luz e do amadurecimento.
    Talvez por isso nos identifiquemos com essa estação tão bela!
    BJOS
    Lena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lena, não a conheço muito bem mas acho que você deve adorar o verão, me parece uma pessoa solar! Verão lembra férias, e férias é muito bom. Um abraço!

      Excluir
  4. Também eu bem mais nova achava um enjoo o tempo passado no campo. Hoje em dia apesar de amar o mar, adoro o contacto com a natureza, e encher os pulmões de tudo o que me liga à terra e ao campo.
    Oito dias de Agosto, não dispenso essas férias que são as únicas em que descanso. Beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luar. Lendo seu comentário cheguei à conclusão de que qualquer lugar é bom, campo, praia, cidade, desde que seja num evento que fuja à rotina. Um abraço!

      Excluir
  5. me identifiquei quando dizes que o amor acontece de repente, é bem assim, qdo eu percebia, já era tarde,rsrsrs adoro verão...
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jeanne, o amor é matreiro e mimado, ataca na hora que quer e permanece o tempo que acha que deve permanecer. Um abraço!

      Excluir
  6. Olá, Bia!
    Tem toda razão, toda hora é hora quando pinta o momento!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  7. Morando em Salvador,
    o que eu mais gosto no verão
    é quando chove.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fugir à regra denota personalidade. Chuva de verão é uma maravilha! Banho de chuva de verão, melhor ainda! Um abraço!

      Excluir
  8. Também fico nessa: amor de verão é mesmo amor? Rotulando assim parece que não, mas depois que ouvi alguns casos só me resta dizer que depende de quem são as pessoas envolvidas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lua, tem toda a razão. Se o amor de verão for amor, e não somente atração física, com certeza tem tudo para durar. Um abraço!

      Excluir
  9. Bia,

    Tambem acho que o amor não tem hora, lugar ou estação pra acontecer, ele nos pega de sopetão!
    Gosto muito de praia, para andar, respirar a brisa marinha, fico o mes inteiro assim....só não entro na agua. Prefiro piscina.
    Tambem li todos os Herry. Gostei muito. Lia de uma vezada só.
    Sou um leitor voraz, leio de tudo, de biografias a romances. Só não leio auto ajuda e Paulo Coelho. Os dois são demais pra mim....rs

    bjo procê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lufe. Quando adolescente eu ficava no pequeno apartamento de uma tia na praia, porém tinha uma piscina e eu adorava ficar por lá, parecia um peixe nadando para lá e para cá. Mas também sempre gostei do mar, agora, depois de adulta é que tenho um pouco de receio de ir ao fundo sozinha, mas isso deve ser reflexo da vida. Eu também leio de tudo...até Paulo Coelho, hahaha. Um abraço!

      Excluir
  10. Oii Bia, vc falando que faltou campo me dei conta de que estou com saudades do Campo, silencio, natureza, tudo de bom, mas agora com a chegada do Inverno fica gelado, estou precisando ler mais amiga, o Blog absorve muito, os livros acabam ficando de lado, que bom que vc consegue mante-los, Enfim! Estive ausente em função do blog mas estou de volta! Bjoooosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kellen. Confesso que os blogs ocuparam uma parte preciosa do meu tempo dedicado à leitura, mas ainda os conservo nos intervalos. Acho que campo e frio tem tudo a ver, tomar um café quentinho observando o verde, acho até que combina mais do que no verão, com a mosquitança pegando pesado, hahaha. Um abraço!

      Excluir
  11. Bom dia !
    Passando para deixar um alô sei
    que vc merece todo meu carinho por
    estar sempre me prestigiando.
    Eu faço o mesmo te parabenizo por
    tudo que vc faz de bonito nesse seu
    espaço..Abraços
    Rita!


    O amor é lindo, não tem hr nem lugar ,só lugar
    no coração de cada um!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rita, meu coração é muito, muito aberto ao amor, até demais. Um abraço!

      Excluir
  12. Seja na praia ou no campo, parece que nesses lugares as recordações são mais fortes...


    Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu disse, Vanessa, acho que o que nos foge à rotina sempre marca. Um abraço!

      Excluir
  13. Bia, o meu rpimeiro bj foi num verão, no carvanal, durou um dia. No verão eu leio mais do que no inverno, qto a literatura, ela é variada, leio qualquer coisa, até bula de remédio... Rssssssss. Como sou bicho do mato, passei muitos verões no campo, e hj na cidade, é o q mais falta me faz. Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eder, durou um dia o beijo ou o amor? hahaha Eu também leio de tudo, panfleto, bula, manual de instrução, é um hábito. Acho que crescer no campo desenvolve uma visão simples da vida. Um abraço!

      Excluir
    2. Bia, o "amor" e o beijo duraram um dia, noutro dia saí fantasiado de sapo procurando uma princesa... Rssss.

      Excluir
  14. Sempre encontro sentimentos em tudo que escreve e isso nos deixa bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Waldir, se sentir bem é um ganho para mim. Fico feliz. Um abraço!

      Excluir
  15. Adoro a forma com exalta o verão e coloca em pauta as coisas que gosta de fazer nessa estação. Também adoro o verão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gilberto, é a estação mais leve, na minha opinião. Um abraço!

      Excluir
  16. O verão me faz ficar mais alegre Bia, acho que é o sol, ele traz alegria.meu beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Yasmine, você também me perece combinar muito com o verão. Um abraço!

      Excluir
  17. Não há estação para o amor chegar. Pode vir no friozinho do inverno e aquecer nossos corações. O que ocorre no verão é que, com o calor, parece que ficamos mais soltos, principalmente na praia. O campo é lindo, mas ainda me volto, com mais prazer, para o mar. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marilene, somos duas: adoro o verde, a natureza, os animais, mas tenho uma paixão antiga e indestrutível com o mar. O amor, quando nos aquece por dentro, é o melhor sentimento que pode existir no mundo. UM abraço!

      Excluir
  18. Voltei aqui pra agradecer o0s carinho0s e dizer pra ABRIRES A JANELA oi PORTA,rsrs beijos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Chica, escrito assim, com letras maiúsculas, entrou no meu coração com força. Vou conseguir, amiga, obrigada por seu carinho. Um abraço!

      Excluir
  19. Bia,

    Eu tive um amor de verão que durou 1 ano, de verão a verão! que calor, heim?! Foi muito agradavel e até hoje somos amigos, alias, foi o unico amor de verão. Ahhh e ele, depois de mais velho, ficou ainda mais bonito!

    BEIJOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, Sissym, e quem disse que não era amor? hahaha, Disse que ele ficou ainda mais bonito...Isso é bom só para admirar ou dá ainda mais saudade? Um abraço!

      Excluir
  20. Bia querida! Lá já comecei a falar do friozinho e.... cheguei aqui e..... coisa boa! Verões! Êta calorzinho bom! Adorei o que contaste sobre teus verões.... Obrigada pelo carinho!
    Uma sexta-feira abençoada!
    Um final de semana iluminado!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elaine, é culpa da Blogagem Coletiva...daqui a pouquinho está acabando, é até o final de junho. Depois acabam minhas férias de mim mesma. UM abraço!

      Excluir
  21. Agora parei pra pensar que também sou uma romântica não tão namoradeira,acho que meu coração namora bem mais que eu,isso é um fato!
    Campo é bom,apesar de não ter tanto contato assim,mas adoro ver e admirar as belas formas de vida que a natureza tem.
    E livros são sempre ótimos e as férias ajudam,principalmente quando começamos a ler à noite e vamos madrugada a dentro de tão boa que a leitura é.
    abraço,=)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então seu coração é parecido com o meu, desobediente! Também gosto de ler à noite, relaxa a mente. Já quando usou o computador antes de dormir, parece que fico ainda mais ligada! Um abraço!

      Excluir
  22. Oi Bia,

    Não acredito na durabilidade dos amores de verão, embora concorde que o amor não tem hora, nem lugar e nem estação para chegar.
    Amo o mar e sempre quando planejo uma viagem é para lá que busco o roteiro. Apesar de adorar a natureza, sua vida, frescor e energia, não conseguiria ficar muito tempo no campo.
    Os livros são sempre bem vindos, mas leio mais quando estou de férias e longe de casa.

    E de blogagem em blogagem, vamos conhecendo um pouco mais da Bia.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vera, é claro que há exceções, mas o amor é impetuoso e chega a qualquer hora. O mar também é sempre o primeiro destino que vem à minha cabeça. Concordo que o campo tem um prazo...muito tempo pode acabar enjoando. Não sei, hahaha, só morando para saber.
      Um abraço!

      Excluir
  23. Olá!Boa noite!
    18-
    refletir sobre a durabilidade do amor e da sexualidade neste cenário, verão e calor,não vai passar de tentativa, somente uma tentativa, de querer a compreensão das atitudes instantâneas, imediatistas e fugazes de "pessoas" que querem o máximo de intensidade com o mínimo de compromisso...já tive!
    19-
    Eu também...entre praia e campo, sempre escolhi praia...
    20-
    ... muita diferença...no verão é difícil eu ler algo...prefiro a leitura embaixo de edredom...rsrs
    Obrigado pelo carinho da visita!
    Boa sexta feira!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha, Li atentamente o item 18 e no final, surpreendente: "já tive", hahahaha, muito bom! Felis, preferindo a leitura embaixo do edredom...eeeeh, Big Brother da vida! Um abraço!

      Excluir
  24. Bia!
    O melhor amor de verão é aquele que persiste durante todas as outras estações do ano. Amor que, de verão, só tem a intensidade e o calor. E sem ser passageiro, dura o tempo pedido pelo nosso coração :)
    Beiijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo, Isa, lindo comentário, qualquer acréscimo estragaria a beleza do que escreveu. Um abraço!

      Excluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.