quarta-feira, 6 de junho de 2012

Para degustar

Imagem by Samuel Reis - Flickr

Músicas são como escritos, nos chegam quando tem algo a nos falar...Passei anos ouvindo essa música de longe e nunca me atentei à riqueza da sua letra. Hoje, por acaso,  ela me cantou aos ouvidos com tanta suavidade, doçura e verdade que foi impossível não deslizar sozinha pelo piso macio de tacos, com os olhos fechados e um leve sorriso de memória absorta...faltou-me apenas uma taça de vinho e tal companhia para degustar. Foi um momento tão único que cedi ao capricho de compartir. Degustem.



36 comentários:

  1. Ouvindo a musica e pensando " se agora é para valer" mesmo. Embalei e me deixei transportar tal como tu. Beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luar, A esperança em relação ao amor é seja para valer. E que seja para ontem, hahaha. Um abraço!

      Excluir
  2. A beleza poética na apresentando o vídeo são merecedora de aplausos. Bjos, Bia, degustei a música.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eder, é engraçado, eu estava procurando uma outra música quando resolvi ouvir essa. Acho que como colocou, a interpretação suave e a beleza do vídeo em conjunto de chamaram tanto a atenção. A versão original é de 1979!!! Imagine, 33 anos depois é que me dei conta da letra...Um abraço!

      Excluir
  3. Essa música é linda mesmo... E é tão bom se dar tempo de degustar as palavras e musicas...beijos,lindo feriado!chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Chica, eu adoro músicas, estou sempre a degustá-las. Um abraço!

      Excluir
  4. Com certeza, letra e melodia belíssimas....

    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Olá Bia,

    Também gosto muito desta música.

    Há músicas que mexem com a gente, pois, em determinado momento, elas passam a nos dizer coisas que se identificam com nossas vivências e/ou experiências.

    Ótimo feriado.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vera, tem razão. É comum eu escutar músicas que não me representam nada e que, de repente, passam a fazer muito sentido para mim. Assim como algumas vem, outras se vão...Mostra como o ser humano é efêmero. Um abraço!

      Excluir
  6. Lindo! Amiga querida! Obrigada pela preocupação! Tive uma Lombalgia aguda e fiquei com muitas dores nas costas, com dificuldades sentada, de pé, deitada, enfim nenhuma posição trazia alívio. Já estou me sentindo um pouco melhor, graças a Deus, ao remédio e ao repouso... Tão logo possa, farei uma postagem explicando! Obrigada pelo carinho! Bjo no Coração!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elaine, cuide bem da sua saúde! Um abraço!

      Excluir
  7. Bia,

    Interessante que tem muitas musicas que ouço, curto, canto mas nunca parei para prestar atenção. De repente, estou descobrindo mais e me apaixonando (novamente!!!!) pela tal musica! Vira novidade!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sissym, exatamente como eu comentei com a Vera, acima...É curioso isso, não é? Um abraço!

      Excluir
  8. Olá, Bia!
    Certas canções têm mesmo esse poder.
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rike, o poder da música é mesmo impressionante, para quem gosta. Um abraço!

      Excluir
  9. O velho e bom Roberto Carlos " A cabeça cheia de problemas, não importo, gosto mesmo assim" Quem ama procura sempre solucionar os problemas da pessoa amada e nunca para seprará-los.

    Bjs


    Ps. Obrigado pela suas sempre carinhosas visitas ao meu blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Manoel, confesso que seu comentário me causou um sorriso e uma reflexão. Sabe que concordo plenamente? Quando se ama alguém, se quer tornar a vida do outro mais leve, mais fácil, mais tranquila, e isso só é possível quando um se envolve com os problemas do outro.
      Quando só um lado se preocupa, o amor padece, porque deixa de ser uma troca. Um abraço!

      Excluir
  10. Nossa, ficou incrível na voz da Ivete!
    E a letra é uma belíssima declaração de amor!
    Música sempre pode nos dizer tanto, eu concordo com você, Bia! Às vezes, parece que chegam até nós somente para isso!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Isa, acho que foi a interpretação da Ivete que deu um toque todo lânguido à música. ficou linda. Um abraço!

      Excluir
  11. Oi Bia,

    Uma belissima composição de Roberto e Erasmo.
    A musica tem uma condução que nos leva a prestar atenção em cada silaba da letra.E que letra!
    Muito bom poder ouvi-la novamente... momento de encantamento!

    bjo procê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lufe! Embora meus estilos sejam mais para o pop, rock, romântico (e um pouco de pagode), Roberto Carlos sempre me agradou, acho que porque as letras das músicas sempre contam uma história, embora prefira as composições mais antigas. Mas essa versão da música produz, exatamente, o que disse: encantamento. Um abraço!

      Excluir
  12. Linda música, Bia. Confesso que não sou fã da Ivete Sangalo, mas a letra é muito bonita. bjsss e bom feriadão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sérgio, eu não sou muito chegada à axé, mas gosto das músicas mais calmas na voz da Ivete. Que bom ter gostado da letra, diz muito. Um abraço!

      Excluir
  13. Olá Bia, vim lhe trazer o meu abraço e vejo uma postagem magnífica. Parabéns!
    Tenhas um ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, J.R., é uma postagem para pessoas sensíveis. Um abraço!

      Excluir
  14. A letra da música é poderosa! A Ivete tem uma voz fabulosa.
    Deixei-lhe algo no meu Jardim :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, já recebi seu presente e já plantei por aqui! Um abraço!

      Excluir
  15. Bom dia Bia!
    Há tanta coisa maravilhosa, nesta vida, que passam despercebidas, porque não queremos enxergar ou ouvir.

    Forte abraço e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nestor, sempre deixando uma pequena lição por onde passa...tem razão. Para enxergar ou ouvir, é preciso sobretudo querer. Um abraço!

      Excluir
  16. Como já dizia Adélia Prado:O que a memória ama, fica eterno.
    e a música tem esse poder em nós, Eterniza. faço muito isso, bailo com a música na sala, no quarto e etc...geralmente quando estou sozinha, é um momento meu. Compartilhado ou não, ouvir música e senti-la faz muito bem! Abraços e Um fim de semana cheio de música pra ti, afinal a música é uma Companhia adorável(com vinho então...hummmm!:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eliane, eu ouço música desde que me conheço por gente...É frequente eu dançar sozinha ouvindo música. Bailar não é muito comum, hahaha, porque pede logo a companhia de alguém. Mas um dance ou pagode, sempre dou meus passinhos. Uns dias atrás eu estava aprendendo samba rock com uns vídeos do you tube. Dançar, ouvir música, sempre ajudam a desligar um pouco a cabeça do cotidiano. Um abraço!

      Excluir
  17. Me coloquei a ouvir, me deslizei no taco, me permiti sentir, e gargalhei por dentro me envolvendo nos segredos da canção,nunca parei para escutá la com tanta intensidade como hoje,só me faltou a taça de vinho, e um alguém pra que eu olhasse nos olhos..rsr..

    Abraços Bia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cecília, que maldade, não ter alguém para lhe olhar nos olhos...Mas cumpriu grande parte do ritual, tenho certeza que foi um momento único que teve consigo mesma. Momento de simplicidade poética, bem ao seu modo! Um abraço!

      Excluir
  18. Bia, Bia...

    não se faz isso com uma
    lembrança guardadinha...

    e agora hein???
    [me restou a caneca de vinho]


    rs.


    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nessas horas, minha amiga, o jeito é ficar com a caneca de vinho para aquecer o coração...Um abraço!

      Excluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.