terça-feira, 21 de agosto de 2012

A saída


Imagem by Freepik

Permaneço com os olhos fechados mesmo quando eles estão abertos. 

Tateando as paredes à minha volta, à procura de uma saída, em busca de ar... Por vezes encontro luz, noutras bato com o nariz na pedra.
Preciso pensar em uma maneira de sair de vez desse

LA
BI 
RIN
TO...

... quero finalmente deitar na relva e respirar o cheiro suave do amanhã.

6 comentários:

  1. Ah, muito legal!
    Eu também entrei em um LA-BI-RIN-TO...
    Luto pra encontrar a saída, mas tá complicado.
    Deus que me ajude a sair dessa.
    bjinho

    ResponderExcluir
  2. De labirinto até se sai mais fácil, mas nem me fala em labirintite,srrs ...Daí é fooooooooooooogo!! beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. E virá esse momento de deitar na relva e respirar o cheiro suave do amanhã, e do outro,e do outro...

    Labirintos são tiranos, mas há sempre a saída.

    Beijo, Bia.

    ResponderExcluir
  4. que blog lindo... parabens... gostei daqui... depois se poder da uma passada no meu... beijos.. intensevery.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Sou hoje um caçador de achadouros da infância.
    Vou meio dementado e enxada às costas cavar no meu quintal vestígios dos meninos que fomos.
    Manoel de Barros

    "...e então finalmente deitar na relva e respirar o cheiro suave do amanhã"


    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Que texto profundo....sinto que também estou nesse labirinto...

    Abçs

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.