quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Os livros da minha vida

Imagem by Freepik

Fazendo uma breve retrospectiva, na infância eu só gostava de ler gibis. Meu irmão colecionava e às vezes eu deitava ao lado dele no andar de cima da beliche e cada um ficava lendo um exemplar. Lembro-me como se fosse hoje, tempo bom...
O mesmo (e único) irmão me fez começar a ler na adolescência de tanto ouvir suas piadinhas sobre o meu português "chulé". Comecei lendo romances de banquinha como Júlia, Sabrina convenhamos, nenhum primor da literatura, mas eu gostava, livros da coleção "Vaga-lume", outros da Ediouro onde você escolhia a sequência da história, tendo a possibilidade de unir várias histórias em um mesmo livro, além da coleção Agatha Christie, li quase todos e adorava. O primeiro livro da qual me lembro ter lido foi O menino do dedo verde. Mas aqui vou me prender aos títulos que mais marcaram por algum motivo, geralmente por terem mudado algum ponto de vista ou por ter me tocado profundamente.




Quando tive minha filha aos 20 anos, precisei entender como funcionava esse negócio de ser mãe e procurei alguns caminhos sobre o como educar. Li alguns livros sobre o tema, os que mais gostei foram os do Içami Tiba, Quem Ama, Educa! e Quem Ama, Educa - Adolescentes. Acho que ele se utiliza de uma psicologia mais próxima da vida real, na base do oferecer amor, colocando limites e negociando sempre, ao contrário daqueles que defendem que a criança está sempre certa, criando um tirano em miniatura.
Vocês já podem desconfiar por quê li Não leva a vida tão a sério, e acreditem, melhorei muito depois desse livro. Ele usa exemplos bem humorados do cotidiano para mostrar o quanto perdemos muito tempo dando importância para o que não tem.

  

Li alguns livros do Paulo Coelho, coisa de adolescente. Não encaro seus livros como uma filosofia de vida, encaro simplesmente como histórias de realismo fantástico. Mas este, em especial, mexeu muito comigo. Na margem do Rio Piedra eu sentei e chorei fala de duas pessoas que se amam profundamente, e que entre encontros e desencontros crescem muito como pessoas. Chorei muito junto com o livro, e achei a história linda. As cinco pessoas que você encontra no céu explica sobre o quanto a morte pode surpreender, o quanto uma pessoa interfere na vida da outra mesmo involuntariamente e o quanto cada pessoa está exatamente onde tem que estar naquele momento, mesmo que não entenda. O livro é fino, mas para quem não gosta de ler há a versão em filme bem fiel, inclusive, com o famoso ator Jon Voight. Sobre Tempo de Esperas falei nesse post aqui, li recentemente, e me fez entender que para a vida ser leve é preciso enxergar poesia mesmo quando a vida não dá respostas para as perguntas.












Bem, é explícita minha paixão pela Saga Harry Pother devido à genialidade com que a escritora conduz os escritos e sua capacidade de "fechar" as histórias de maneira brilhante. Acho difícil ler algum dia algo que me encante tanto. Em contrapartida, não considero a Saga Crepúsculo genial nem brilhante, muito menos os filmes. Mas admito que as histórias mexeram comigo. Não sou infantil a ponto de achar o máximo essa história de lobisomens e vampiros, mas o sentimento de Bella por Edward, que transcende o sentimento de amor, é algo muito próximo de algo que já senti (sinto).

Atualmente estou lendo O segredo, de Rhonda Byrne, e 11 Noites Insones, de Christian V. Louis, autor do blog que adoro Escritos Lisérgicos, ótimos por sinal.  Essa é a minha participação na Blogagem Coletiva  do blog Café entre amigos.


70 comentários:

  1. Olá Bia,

    Uma lista de livros bem especial, gostei muito, e me interessei por alguns títulos, lerei em breve!

    Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa, para mim foram mesmo, de alguma forma, especiais. Um abraço!

      Excluir
  2. Otimos livros alguns li outros ainda não parabéns pelo post.
    Eu tbm lia muito gibis e os de faroeste eram os preferidos rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Waldir. Eu não lia muitos gibis de faroeste, mas assistia filmes no estilo. Meu irmão gostava tanto que tinha até um forte com miniaturas de índios e soldados. Um abraço!

      Excluir
  3. Ei Bia,

    Interessante sua postagem,
    Ultimamente tenho andado negligente comigo mesmo quanto ao hábito de ler livros, preciso reaprender. Eu lia muito mesmo, quando comecei a trabalhar fui deixando de lado , mas realmente sinto uma necessidade tremenda e sua postagem me instigou a rever este conceito.Adorei suas indicações...

    Abraços e lindo dia pra ti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cecília. A agenda sempre cheia de compromissos faz com que essa negligência se mostre, o primeiro item a ser sacrificado são mesmo os livros. Espero que goste se escolher alguma de minha indicações! Um abraço!

      Excluir
  4. Que bela lista alguns que ainda não tinha lido vou tentar ver.
    A saga do Harry é muito melhor os livros que o filme sua lista é show.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jorge, que bom ter gostado! Um abraço!

      Excluir
  5. Eba fã do Harry e Crepúsculo, menina amei seu post eu leio muito e meu português ainda é chulé kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Maria, hahaha, eu não sei, mas o exercício da leitura influenciou muito na evolução da escritas, no meu caso, principalmente em relação ao vocabulário. Não era raro eu ler com um dicionário ao lado para entender o significado das palavras, e assim somou muito para mim. Um abraço!

      Excluir
  6. Na margem do rio Piedra marcou minha vida tbm Bia, ótimos livros anotei alguns que ainda não tinha lido para ver, parabéns pela beleza do post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Patrizia, conferi os seus e também gostei bastante. Na margem...é realmente lindo! Um abraço!

      Excluir
  7. Que história legal, Bia!
    Eu, também, lia gibis na infância, gostava, principalmente, daqueles almanaques de férias da "Turma da Mônica", aliás, os gibis da turma da mônica eram os meus favoritos... hehehe
    Sobre os livros que você leu, já li alguns deles e outros não... e são todos bons, parabéns pela riqueza do post. abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Barbie, eu adorava os almanaques de férias da Turma da Mônica, economizava os trocados da mesada para poder comprar! Os meus preferidos eram os da Turma da Mônica e os do Tio Patinhas e companhia. Um abraço!

      Excluir
  8. Bia passei por quase tudo isso tbm adorava Sabrina tinha uns romances que me faziam sonhar com príncipe encantado, Agatha nem precisa dize nada, enfim temos um gosto parecido.
    kkk ri do seu irmão mas no final ele acabou te incentivando para um excelente habito. Parabéns vou marcar os que não li e depois pesquisar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Patrícia, o lance dos livros estilo Sabrina era justamente esse, fazer a adolescente sonhar...Sem dúvida, meu irmão acabou me ajudando sem querer. O tiro saiu pela culatra, hahaha. Um abraço!

      Excluir
  9. Que legal Bia, minha filha tbém ama os livros do Harry Potter, gostei de ver, vc teve sua filha como eu bem nova! Bjooooossss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kellen, é verdade, eu já havia percebido quando li em seu blog sobre sua filha mais velha. É legal, a gente acaba acompanhando jovialmente todas as etapas do filho. Um abraço!

      Excluir
  10. Bia primeiro que beleza de postagem, alguns dos livros que citou ainda não li como As cinco pessoas que vc encontra no céu, mas amigos já o indicaram. Tem muito bom gosto literário.

    ps: Harry Potter é fantástico sem duvida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabriela, As cinco pessoas...é muito legal mesmo, porque ele encontra pessoas surpreendentes, algumas das quais ele nem imaginava que haviam interferido tanto em sua vida, e vice-versa. O final é emocionante. Um abraço!

      Excluir
  11. Olá Bia, também participarei desta Coletiva, mas a real é que ao pensar em livros da minha vida, acho isto muito forte e sinto que estou LASCADO, pois com certeza eu estarei sendo injusto com muitos autores por poder citar apenas alguns.
    Conheço muitas pessoas que pegaram gosto pela leitura através de comics e mangás e também destes romances de bancas de revista, o importante é pegar gosto pela leitura, não a importa como.
    Livros espíritas e de auto-ajuda eu dispenso, rs. De Paulo Coelho eu só gostei mesmo de Veronika Decide Morrer, este faz parte da minha estante.
    Harry Potter, eu nem preciso comentar, para mim é algo que a Literatura Fantástica por mais que tente superar, será difícil conseguir.
    E me senti honrado agora ao ter mencionado o meu 11 Noites Insones, espero que esteja gostando da leitura.
    Até a próxima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Chris, isso aconteceu em relação aos filmes, e se repetiu aqui, nos livros. Dá vontade de falar um pouco sobre tudo, mas daí o post ficaria demasiado longo. Comigo acontece assim, depois de um tempo acabo lembrando algum item interessante e penso "puxa, esse foi tão importante, e eu não citei".
      Meu irmão colecionou uma época mangás, não me interessei muito pelo estilo, mas acho que qualquer leitura é válida quando acrescenta o gosto pela leitura à pessoa.
      Esse do Paulo Coelho ainda não li, lia mais quando trabalhava em uma empresa que mantinha uma biblioteca. Foi interessante ter citado, despertou minha atenção.
      Estou sim gostando muito da leitura do seu livro, só não terminei ainda porque adquiri a versão ebook e não tenho notebook, então só leio quando estou em frente ao computador, mesmo. Um abraço!

      Excluir
  12. Oi Bia
    Muito legal o post! Eu não estou participando desta blogagem coletiva, mas tenho curtido muito aqui, no blog do Chris, onde sou mais assídua, e em outros blogs, mas tenho vontade de contar minha história com a leitura no meu blog, eu comecei ler tarde, mas não parei mais, amo ler, estou com vontade de ler o livro do Chris, parece que é bem legal, pelo que ele escreve no blog, ele é um ótimo escritor.
    Bjão. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciana, talvez fique aí uma boa sugestão, você criar um post onde fale sobre sua história com a leitura! O livro do Chris é muito bom, na minha opinião, seus enredos como sempre são peculiares e surpreendentes, acho que se adquirir o livro não irá se arrepender. Um abraço!

      Excluir
  13. Bia, que bela publicação nos traz sobre esse fantástico universo da leitura. Você é o grande exemplo, como tantos que podemos citar, onde se ver que foi a leitura a grande porta que se abriu para o conhecimento. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paulo, eu tive um pouco de resistência, mas reconheço que a leitura amplia mesma nossa visão sobre as coisas e a vida. Um abraço!

      Excluir
  14. Ai, Bia, adorei! Os únicos que li da sua lista foi Quem Ama Educa e o primeiro Harry Potter. Mas tô aqui louquinha pra ler As cinco pessoas que você encontra no céu e Tempo de Esperas. Vou ver se acho na Estante Virtual.

    Um bjão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paty, os dois livros que pretende ler são relativamente curtos, porém ricos em conhecimentos. Recomendo! Um abraço!

      Excluir
  15. Bia, eu sou um leitor contumaz, já cheguei a ler 5 livros por mês. O último que li foi Cidade dos ossos, agora eu tou lendo 1808. Se perguntarem se eu tenho um vício, é esse, de ler. Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eder, você então é o que se chama devorador de livros! Para mim depende muito do gênero e da disponibilidade de tempo. Esse ano, voltando a estudar, o tempo para leituras está reduzido, estou aproveitando agora que estou de férias! Nas conheço esses dois que citou, gostei da dica. Um abraço!

      Excluir
  16. Oi Bia, acho que voce tem mais ou menos a idade de meus filhos, pois lembro-me de "o menino do dedo verde" rolando lá em casa pelas camas e escrivaninhas.
    eu também aprendi a ler em gibis, e gosto até hoje! ensineu meus filhos a gostarem também.
    Como sou "bem" mais velha que voce, minhas leituras são diferentes, mas estou encantada com sua imensa lista de autores e livros que leu.
    Harry Potter não dá pra mim, não tenho paciência, e não gosto de Paulo Coelho, mas vou comprar o livro do Christian "onze noites insones", porque estou muito curiosa para conhecer.
    Içami Tiba é um caso à parte, fantástico! mesmo sendo avó, ainda gosto de ler sobre crianças, mas só os livros dele.
    Parabéns querida, ler é muito importante, abre portas, dá asas, não deixa voce sentir-se só nem por um minuto.
    Ah! esqueci de dizer que minha paixão é Gabriel Garcia Marquez.
    Amo muitos, mas Gabo é meu grande amor.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ivani, eu lembro vagamente da história do "menino do dedo verde", mas sem dúvida foi um dos primeiros que vi em minha casa. É a segunda pessoa que cita Gabriel Garcia Marquez, uma boa sugestão para ser pesquisada com certeza. É legal que mesmo sendo avó ainda se interesse por livros sobre educação, já que esse é um processo dinâmico e os pontos de vista mudam muito com o passar do tempo.
      Um abraço!

      Excluir
  17. Uma lista bem interessante de livros,

    Gosto mais de livros com várias ações se misturando até um climax suspeito.
    Li quase toda a coleção de Sidcney Sheldon e fiquei encantada de como ele transcreve tantos sentimentos e situações que nos instigam a virar mais uma página para ler.
    Algo em comum que achei foi o tanto que a saga crepúsculo mexeu com você, também mexe comigo desde o primeiro livro e filme, o amor incondicional da Bella é algo admirável que se parece com sentimentos que tenho.

    Um ótimo artigo, um grande beijo.

    Tenha ma excelente noite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cla! Está aí um autor que ainda não li mas que anda me rondando, Sidney Sheldon. É interessante, mesmo sendo romântica minhas escolhas literárias, salvo na adolescência, não caminham muito por esse campo...acho que sentimentos já tenho de sobra, hahaha. Crepúsculo foi um caso à parte, li por insistência de uma amiga. Só quem sente parecido entende o que eu gostaria de dizer, sem exageros.
      Um abraço!

      Excluir
  18. Eu também li muita Sabrina e Bianca nessa vida, andei até brincando sobre isso no Face... e nem me envergonho dessa prática absolutamente aculturada.

    Adorava os gibis, especialmente da Luluzinha, garota marrenta que não se rendia aos ditames masculinos.

    Paulo Coelho, li alguma coisa, mas não gostei. Achei repetitivo, chato, enfim... Quem sou eu pra julgar o que escreve um dos escritores mais bem sucedidos do mundo, né? Releve...

    Gosto muito de saber esse tanto dos teus gostos, gosto mesmo.

    Beijo, Bia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Milene. Também não me envergonho, através dessa prática aculturada desenvolvi o gosto pela coisa.
      Também tive minha fase Luluzinha, mas nesse caso gostava mais dos desenhos animados do que dos gibis.
      Paulo Coelho não é meu autor preferido, gostei de alguns livros, outros não...na verdade não me prendo muito no autor, se algo me chama a atenção eu leio, sem ver autor ou gênero.
      Um abraço!

      Excluir
  19. Ameeeeeeeeeeeei. Sabia que meu nome ''Sabrina'' tem origem desses romances de banca? Minha mãe lia os 3: Julia, Sabrina e Bianca. Meu nome iria ser um dos 3 , mas ela sempre amou ''Sabrina''. Amei esse post cara , mt SHOW! *_* Içami Tiba ? Esse cara , é o cara! É um autor maravilhoso , tanto para os professores, normalistas e os pais !

    Beijão, Sabrina. (www.spiderwebs.com.br) ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabrina, achei muito legal saber que seu nome teve origem os livros da série, inclusive acho seu nome muito bonito! Você é normalista, sabe do que estou falando quando cito Içami
      Tiba. Ele não usa uma pedagogia utópica. Um abraço!

      Excluir
  20. Oi Bia, também só lia gibis quando criança, e só os da Turma da Mônica. Nada de Disney, Pato Donald ou afins. Os livros do Crepúsculo eu não li, mas vi os filmes. Um livro que eu gostei muito foi o "Xangô de Baker Street" do Jô Soares. Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sérgio, que bela lembrança citar "Xangô de Baker Street"! Nossa, li há um bom tempo, não me lembro muito bem do enredo mas lembro-me de ter gostado e de ter identificado bem marcado o estilo inconfundível do JÔ. Gostei da lembrança, um abraço!

      Excluir
  21. Oi Bia, também adoro ler gibi. Anotei seus primeiros livros citados para minha lista de novas leituras.
    Ótima lista, parabéns.
    www.cantinhodali.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, LI, fico feliz em saber que contribui para sua lista de leitura. Um abraço!

      Excluir
  22. Bia, também só lia gibis quando criança. Na adolescência comecei com os livros da Coleção Vaga-lume, mas também os grandes clássicos da literatura nacional, como JOrge Amado, Érico Veríssimo e tantos mais. Aliás eu lia tudo que encontrava na biblioteca municipal. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gilberto, mais um da geração Vaga-lume...os clássicos da literatura li durante o Magistério, embora com um vocabulário riquíssimo, não era muito meu gênero. Legal saber dessa sua outra paixão, além de filmes, livros. Um abraço!

      Excluir
  23. Primeiro foi Harry Potter, nossa nunca vi adolescentes tao interessados na leitura como quando saiu o Harry Potter em livro, tirei o chapeu para a escritora por colocar novamente meus adolescentes (trabalho numa escola) a ler, e depois veio a mania dos vampiros, alem da saga do crepúsculo cada livro que saia de vampiro eles devoravam... e aos poucos foram descobrindo o gosto pela leitura... hoje lá na escola competem pelo lugar de melhor leitor do mes, tem sempre um premio (um livro) que eles querem sempre reclamar!!!

    Quando fui mae (ja tinha 30 anos) nunca comprei livros, porque sempre achei que ser mae nos desperta o sentido da responsabilidade, aí deixei o tempo correr... E se tenho dores de cabeça e cabelos brancos devido á energia deles (7-8 anos)também ja nao posso imaginar minha vida sem essa agitaçao!!!

    beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Margarida, puxa, é bom saber que esse gênero de realismo fantástico atraiu novos leitores. É como eu disse acima, penso que desde que se desperte o gosto pela leitura, não importa muito qual é o gênero. Li alguns autores sobre educação, alguns não me acrescentaram nada, porque acredito que na psicologia de que a criança pode fazer tudo porque é criança acabamos por criar pessoas egoístas, sem limites e que não se preocupam com o espaço do outro. Mas para ser mãe não há um manual, aprendemos realmente muito mais na prática, no bom senso, e errando de vez em quando, lógico! Um abraço!

      Excluir
  24. Eu também comecei minhas leituras com gibis. O que mais gostava era o do caipirinha Chico Bento. Com o tempo o foco foi mudando, como cursei filosofia e direito, passei a ler livros voltado para essas áreas. Um livro que me marcou muito foi O Mundo de Sofia de Jostein Gaarder. É a história da filosofia escrita em forma de romance. Hoje já tenho escrito meu próprio livro.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nestor, embora não fosse meu personagem preferido, eu gostava sim do matuto Chico Bento. Já ouvi falar sobre O Mundo de Sofia mas não li, gostei da sua sugestão. Mas fiquei realmente curiosa a respeito do seu livro, está publicado?
      Um abraço!

      Excluir
  25. Li muito gibi na infância e adolescência, na infancia tinha uma estante pequena onde colecionava gibis da turma da mônica, que eram meus prediletos, lia também os do recruta zero, luluzinha e também adorava a Revista Recreio, tinha uma coleção delas, era sair uma nova e estava eu nas bancas. Enfim, acho a leitura uma via de aprendizado e crescimento, e quanto mais cedo vc toma gosto pela leitura, mais vontade tem para ler.hoje tenho uma lista de livros que li e outros que gostaria de ler. Dentre os livros qu&e li está ![Dez dias que abalaramo Mundo-John Reed], [Pais e Filhos, Companheiros De Viagem-Roberto T Shinyashiki][Perto do coração selvagem-Clarisse Lispector]Passei por um momento difícil em um determinado tempo e esse livro me ajudou muito-[Um Dia Minha Alma Se Abriu Por Inteiro-(Iyanla Vanzant)Bem Bia ,tem outros ótimos, mas vou parar por aqui. Ler é sempre um grande prazer! abraços!





    Roberto T Shinyashiki

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me desculpe os errinhos aí de cima, sou meio neorótica com isso de escerver corretamente, mais é que estava teclando com minha neta no colo,rsrs imagina né, ela tem 1 ano e 7 meses o nome correto do livro é [Dez dias que Abalaram o Mundo] bjs!

      Excluir
    2. Oi, Eliane! Sobre os erros tudo bem, eu também tenho essa neura mas admito perfeitamente quando vem no outro (dá um beijo na sua netinha por mim:). Nossa, você me fez lembrar do Recruta Zero, eu gostava também! Já li alguns livros do Roberto T. Shinyashiki, são mesmo bons, mas não houve um título que marcasse especialmente. Já li alguns da Clarisse, adoro sua escrita com personalidade. Me interessei pelo último que citou, vou pesquisar. Um abraço!

      Excluir
  26. Querida amiga vc está de parabéns pela
    bela escolha de livros maravilhosos
    Eu conheço alguns mas tem uns que não li
    espero ler com essa boa dica
    Abraços
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rita, também já conferi sua lista, é sempre bom conhecer um pouco mais sobre o universo literário. Um abraço!

      Excluir
  27. Oi, Bia!
    Sua listagem é bem interessante...
    Quando ouvimos alguém falar porque gostou de um livro, parece que ficamos com mais vontade de conhecer a história que ele conta. Foi assim com o seu post. Despertou meu interesse (bem, menos o do Paulo Coelho, que não sou muito chegada, apesar de respeitar muito o seu trabalho como escritor).
    E "Tempo de Esperas" parece estar mesmo me chamando para leitura, desde a primeira vez que você falou dele...Rsrsr
    Vou aceitar a sugestão.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Isa. Você é uma amiga sempre presente, então já deve saber como eu penso: se um escrito está lhe chamando, provavelmente é porque é o que precisa ser lido naquele momento. Renda-se ao Tempo de Esperas! Vai gostar! Um abraço!

      Excluir
  28. Oi Bia. Seu gosto literário é muito apurado. Dos livros que marcaram sua vida, não gosto da saga Harry Potter. Nunca consegui ler. Assisti um único filme eque também não gostei. Outros que não li vou procurar conhecer. Os do Içami Tiba são fantásticos. Que belo post! Um abraço carinhoso.
    Gracita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gracita. O que comentou em relação ao Harry Pother aconteceu comigo em relação ao Senhor dos Anéis, não consegui desenvolver a leitura nem captei muito o sentido dos filmes. Ainda não me conformei, mais pra frente eu tento de novo. Um abraço!

      Excluir
  29. Bia,
    Eu viajei lendo suas leituras, pois creio que todos nós começamos assim gibis, fotonovelas, livros de bolsos, coleção vaga-lume, Agatha Christie, Sidnei Sheldon, e depois a gente vai aprimorando, passando para os clássicos da literatura brasileira e estrangeira.
    Adorei sua listagem, bem diversificada e gosto disso, odeio o pedantismo que fica somente com os clássicos e os do "momento". eu leio tudo que vai me caindo às mãos, embora possa afirmar que alguns são horríveis e outros maravilhosos. Mas é assim que se forma um escritor crítico.
    Beijokas doces.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marly, penso mais ou menos como você. Com o desenvolvimento da leitura passei a ler um pouco de tudo, sem me prender muito a um autor ou gênero. Eu lia muito também revistas, lia as matérias que gostava, que não gostava e até os anúncios, hahaha. Torna-se um processo automático.
      Mas não sou muito persistente, se a leitura não me prende nas 30, 40 páginas iniciais deixo de lado. Tenho medo de chegar no final e descobrir que perdi tempo...mas gostaria de mudar esse mau hábito. Um abraço!

      Excluir
  30. Bia querida! Parabéns pela participação na BC! "Nas Margens do...",li e gostei muito, sou fã do Paulo Coelho, kkkkk.... "As Cinco Pessoas que...." não tive o prazer de ler o livro, apenas assisti ao filme, Harry Potter, todos, apenas assisti aos filmes e a Saga Crepúsculo também, e já estou ansiosamente aguardando o próximo....Obrigada pelo carinho e pelos comentários sempre gentis!
    Um abençoado e feliz final de semana!
    Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elaine, encontrei então alguém que já degustou quase tudo que citei, isso é legal. O filme "As cinco..." é um dos mais fiéis ao livro que vi até hoje, sem dúvida, muito bom. Um abraço!

      Excluir
  31. Olá!Boa noite!
    Tudo bem, Bia?
    ...relação bem eclética e muito interessante!
    Alguns eu li e outros não!
    ...também li muito gibis, e sinceramente, não li e com certeza, eu não vou ler, a Saga do Harry ( pára de jogar "pedras"), e para aprender o"negócio de ser mãe", também não, apesar que gosto muito do autor!
    Boa sexta feira!
    Obrigado pelo carinho da visita!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahaha, Felis, então você não quer aprender a ser mãe? Bem, me surpreenderia se dissesse o contrário! Quanto ao Harry, é assim, há aqueles que amam e outros que odeiam. eu amo e declaro aos quatro ventos, mas respeito quem não gosto. É a diversidade que torna a vida interessante. Um abraço!

      Excluir
  32. Olá Bia,

    Também passei pela iniciação na leitura através dos gibis, romances de banca, coleção Vaga-Lume, Polyanna, Agatha Christie, Sidney Sheldon e outros.
    Sua lista de livros é bem interessante. O livro "Tempo de Esperas", do Padre Fábio, está na minha estante, na fila de espera. Tenho curiosidade de ler "As cinco pessoas que você encontra no céu".
    Enfim, ler é tudibom.
    Sua postagem ficou linda. Adorei!

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vera! pelo estilo de postagens que encontro no seu blog, creio que tem tudo para gostar de Tempo de Esperas e As cinco...Gosto de livros que nos fazem pensar sob um outro ponto de vista. Um abraço!

      Excluir
  33. Eu tb sou super fã dos livros de Harry Potter, a história é genial!
    Ah, quando você puder me mande as fotos, nada de pressa :D
    Bjos e bom final de semana!
    amonailart.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Valquíria, pode deixar, é só minhas unhas crescerem um pouquinho...um abraço!

      Excluir
  34. Ótimas indicações Bia!!
    Da série do Harry já sou fá. Agora estou precisando ler esse "Não leve a vida tão a sério", hehehehe.

    Bejus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Naty, esse livro é muito bom, porque trata os percalços da vida de forma bem humorada e tem uns exercícios para serem realizados ao longo do livro, muito bons. Um abraço!

      Excluir
  35. Oi Bia tudo bem?
    Vim conhecer um pouco de você:)
    Bom, eu não leio muito, não sou tão apaixonada, mas quando leio me transporto...rsrs choro, fico triste, feliz, surpresa, e me envolvo tanto que sonho com os fatos que vão ocorrendo.
    Amo Harry Potter, e sou apaixonada pela saga Crepúsculo, devo sei infantil...rsrs mas o romance é o que realmente me tocou, digamos profundamente. Apesar de você não gostar muito de vampiros, ou histórias neste estilo, eu adoro Drácula de Bram Stoker, foi uma experiência maravilhosa.
    Gosto de tudo um pouco, biografias, romances, mangás... não sou tão seleta, tem conteúdo bom, quando posso eu leio.
    Iniciei um romance, mas não sai do primeiro capítulo, quando leio sempre acho que não ficou bom, sempre dou retoques...rsrs Tenho o enredo todo em mente, só falta eu conseguir, um dia, passar para as palavras; quem sabe aos 60 anos eu consiga...rsrs
    Um grande abraço, adorei seu blog!
    Vou voltar sempre ;D

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.