domingo, 28 de outubro de 2012

Fragmentos do que sinto


Fiquei encantada com as respostas que chegaram às questões que lancei no post "Posso perguntar?". Estarei respondendo na medida do possível. Estive pensando sobre o quanto mudei durante esse tempo que estou na blogosfera. Apesar do cansaço mostrado nos escritos de domingo, percebo o quanto eles passam muito mais rápido agora. Também tenho questionado a vida muito menos do que outrora.
A leitura de livros como Tempo de Esperas, O segredo e Você pode curar sua vida me ajudam imensamente a entender onde eu estava errando, e sobretudo, a perceber que a mudança precisa partir de mim, das minhas visões sobre a vida. Algumas pessoas leem livros como esses e acham idiotas, outras acham que não fazem diferença em suas vidas. Primeiro, livros como esses, mais do que lidos, precisam ser vividos e para isso é preciso disponibilidade. Segundo, algumas pessoas simplesmente não precisam enxergar sua vida de um jeito diferente porque as coisas estão onde tem que estar, fico feliz por essa categoria. E terceiro, há aquelas que se queixam da vida e da sorte mas se recusam a mudar ou ver as coisas sob outro ângulo. Dessas eu tenho pena, mas a pena não me prende a alguém por muito tempo. Estar  com alguém por pena reduz as possibilidades de felicidade para ambos os lados.

****



Penso que todos nessa vida estão no mundo para serem felizes, mas precisam aprender a abraçar e superar as dificuldades, e não ficar agindo como se a sujeira devesse sempre acabar sendo varrida para debaixo do tapete. Gosto de dividir o que aprendi com o outro tanto quanto gosto de aprender. As coisas por aqui estão muito calmas simplesmente porque eu parei de querer ajudar no que acho certo e passei para uma postura de submissão, de expectadora. Me limito a fazer o que torna os outros confortáveis e assim fica a atmosfera hipócrita de que todos estão felizes. Vivemos numa mentira.
Não é do meu temperamento esse conformismo, enxergar e fazer de conta que não vejo.
Por alguns anos fiz o que me propus a fazer. Compartilhei o que aprendi da vida,cuidei, protegi, ensinei, e finalmente, passei a ter minha opinião descartada. Hoje vejo essas mesmas pessoas fazendo escolhas que possivelmente acabarão muito mal, infelizmente. Posso ajudar o outro a fazer escolhas mas não posso fazê-las por ele, caso contrário deixo de viver a minha vida para viver a vida do outro. As decisões geram consequências e cada qual, em algum momento, terá que arcar com elas. Repouso com a consciência tranquila de quem fez o que pode e seguirá, em breve, seu caminho.

****


Para mim uma boa definição para saber se amamos alguém é o que o outro extrai do que somos. Acho que o amor deve fazer aflorar nossos maiores sonhos e qualidades, nos faz querer ser melhor, ir além, buscar alegria e felicidade e não ficar estagnado e alienado. Acredito que alguns não investem no crescimento do outro por achar que apequenando sua capacidade estão mais seguros de serem "roubados". Triste, não é?
É importante explicar que não se trata de mudar pelo outro. Quando mudamos para agradar em algum momento estaremos cansados de desempenhar um papel do que não somos para cumprir expectativas e acabaremos infelizes. Trata-se de sentir que o outro aflora nossa melhor essência, instiga o espírito a buscar e realizar sonhos, nos torna completos e seguros. Acreditamos que podemos e nossa opiniões são compartilhadas e não excluídas, falamos e escutamos numa troca saudável. Isso é amor.

****



"A fé não é algo alienante. A fé é como asas que nos torna mais leves para que possamos ultrapassar o que antes julgávamos impossível. Deus nos dispõe essas asas, mas precisamos querer tomá-las para nós. Não nascemos para ficar ciscando no chão da miséria". Pd. Fábio.
Voemos. Bem alto e longe. Não sejamos mais um daqueles a maldizer a sorte quando na verdade não se dispõe e vestir as asas das oportunidades, que nem sempre são fáceis, mas conduzem às paisagens mais belas.

Imagens by Freepik

P.s.: Só para constar, hoje estou bem.

P.s.2: Voltei para deixar um vídeo (fase Legião)



****

O blog homenageado de hoje é o 



Mel é tão doce quanto o nome do seu blog. Seus escritos são sempre poemas que tratam de sentimentos intensos; amorosos, dolorosos, sensuais, sempre muito bem escritos e carregados de emoção.

44 comentários:

  1. Lindo texto e reflexões.

    Passamos pela vida e pessoas chegam até nossos caminhos ou casas. Muitas vezes as queremos ajudar. Vemos que estão nos caminhos onde se darão mal. Mostramos, acenamos para o melhor, mas NÃO PODEMOS FAZER O CAMINHO POR ELAS. Dá pena de ver ,depois, tantas vezes ,se darem mal... Fazer o que? Vou ver o blog indicado! Lindo domingo!beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. O que escreves faz-nos sempre refletir e ir ao mais profundo de nós, ainda que doa. Um beijinho.

    ResponderExcluir
  3. Ultimamente vc tem sido tão intensa em seus textos, que fico impressionada. Fico daqui tentando entender o que está se passando, mas sei que esse momento é seu e dos seus. O crescimento pessoal está chegando e isso é visível em suas palavras. Tbm já quis muito mudar o querer do outro, mas como vc bem disse, as escolhas são DELES.
    Uma amiga me emprestou o livro do padre Fábio e ainda não o li, embora já tenha lido maravilhas a respeito dele.
    Vai ser o próximo.

    Um bjo,Bia, e fica bem.

    ResponderExcluir
  4. Sei bem Bia o que é isso,mas chega um momento de cansaço extremo de querer ser e resolver tudo.Hipocrisia vence aparentemente ,a gente não consegue viver o tempo inteiro fingindo.
    A escrita é uma das minhas formas de extravasar
    beijo e desculpa o sumiço
    ,falta de tempo mesmo
    um belo domingo

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde passando pra conferir seu blog!!
    Parabéns!! Continua lindo como sempre!!

    Sucesso!!

    http://penseoamanha.blogspot.com/

    Nilton Silveira

    ResponderExcluir
  6. Todos têm a sua maneira de enxergar a vida como ela é ou como deveria ser (?) ... Fazer boas escolhas, nem sempre podemos escolher... Quem dera, não é?
    Escrever, refletir "botar pra fora as angústias do dia a dia já ajuda, e esse texto me fez refletir... A *Blogosfera ainda não me cansou porque às vezes "uma boa leitura me faz um bem imenso, me fortalece "me ajuda ...
    beijinhos/ boa tarde de domingo pra ti.

    ResponderExcluir
  7. Cada um tem sua estrada a ser seguida escolhas individuais, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  8. "As decisões geram consequências..." - frase sua.
    "Somos senhores de nossos atos e escravos de suas consequências." - frase minha, em comentário a Mery (essa amiga aí em cima)
    Parece que somos do mesmo time. Parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir

  9. Como é bom ter amigos (as) mesmo que do outro lado da telinha! É assim que te sinto amiga virtual é real. È com carinho que passo mais uma vez no teu cantinho para desejar uma linda tarde de Domingo e que amanhã inicie uma semana abençoada com muita paz, saúde e com muita firmeza para vencer os obstáculos que surgirem na tua vida.
    Gosto muito de um pensamento do livro MINUTOS DE SABEDORIA, de C. Torres Pastorino, que diz: TENHA firmeza em suas atitudes e persistência em seu ideal. Mas seja paciente, não pretendendo que tudo lhe chegue de imediato. Há tempo para tudo. E tudo o que é seu virá às suas mãos, no momento oportuno. Saiba esperar o momento exato em que receberá os benefícios que pleiteia. Aguarde com paciência que os frutos amadureçam para que possa apreciar devidamente sua doçura.
    Que saibamos ter esta paciência e a coragem de lutar por nossos sonhos. “Os verdadeiros vencedores na vida são pessoas que olham para cada situação com a esperança de poder resolvê-la ou melhorá-la” Barbara Pletcher
    Bjuss Fica na paz de Deus. Lourdes Duarte http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/

    Lembrando o sorteio, continua, veja link na lateral do blog, faltam menos de 100 seguidores para atingir a meta!! Participem!!


    ResponderExcluir
  10. Boa tarde, Bia. Tem um selinho para você na postagem atual. Espero que goste. Fique a vontade!
    Quem quiser pegar o selo sem estar listado, pode pegar.
    Uma homenagem aos amigos!
    Beijos na alma.
    Volto outra hora para comentar!

    ResponderExcluir
  11. Bia, estacionar na vida não aprendendo com as várias possibilidades de aprendizado é sintoma de involução. Viver só vale apenas se for em prol dos outros tb. A fé é o combustível para a nossa alma. Hj passei a manhã na cozinha, esqueci o vinho e me embebi de legião, até agora estou nas nuvens. Bjos e uma semana maravilhosamente feliz para ti.

    ResponderExcluir
  12. Nossas opções dependem do que já guardamos, bem no íntimo. É com base nessas experiências que ficamos com esse ou aquele caminho. Certamente, temos arquivadas, também, nossas quedas. Mas quem não as sente terá que passar pela dor para aprender. Não se impõe sonhos ou trajetos. Grande beijo!

    ResponderExcluir
  13. Oi querida, bom saber que está sentindo-se melhor, e com uma visão mais clara do que realmente espera da vida.
    Sabe aquela coisa de livre arbítreo?
    Não funciona...
    Nem todas as pessoas tem capacidade para decidir por si.
    Precisam de ajuda, de metas, de conselhos.
    Não é o seu caso, tenho convicção disso, mas é o caso de muitas almas que vagam por esse mundo.
    Ajudar pessoas a viver uma vida melhor, a ver os problemas de uma maneira mais sensata, a cultivar o amor e a fé, faz parte da plena alegria e boa disposição.
    Sei que posso ajudar, e procuro faze-lo com as pessoas à minha volta.
    Faça também, sempre que puder, porque esse é o caminho da alegria. Ajudar é o segredo.
    Beijos querida, tenha uma linda semana.

    ResponderExcluir
  14. Oi! Boa Noite. O Prêmio Dardos é muito importante no meio da Blogosfera. Eu indiquei seu blog ao Prêmio Dardos. Vá ao meu blog e veja como fazer. Sucesso!

    ResponderExcluir
  15. Oi Bia,
    nas quatro etapas de teu texto há uma profusão de constatações ricas e pertinentes ao autoconhecimento e ao desejo convicto de buscar-se a realização pessoal;a chamada felicidade.
    A minha existência materna mostrou-me, a contragosto, muitas as vezes em que minha opinião foi desprezada e posteriormente confirmada como válida.Mais do que lamentar, sofri por isto, afinal, nenhuma mãe quer que os filhos sofram, porém, algumas vezes é inevitável...
    Voltando, te digo que tuas palavras no texto acima são motivo de longas e proveitosas conversas regadas e acompanhadas.Reserve-o para que possamos um dia realizá-lo, ok?
    Bjinhos e boa semana.
    Calu

    ResponderExcluir
  16. Olá Bia,
    boa noite,
    eu gostei de ler,
    você me deixou um grande conhecimento.
    eu adorei
    bom como sempre

    desejo-lhe uma bonita semana
    um grande abraço

    ResponderExcluir
  17. Fico feliz que vc esteja bem, Bia! Como bem disse a Paty, seus texto estão muito intensos. E sim, também acho triste o ser humano sentir mendo de ser roubado. Aliás, deprimente. É aquilo, tem gente que fica feliz ao ver o outro abaixo dela. Beijão e boa semana!

    ResponderExcluir
  18. Good Morning Bia Hain
    and greetings from Ireland!

    I hope that you had a good weekend
    and would like to thank you for your lovly comments on Raindrops and Daisies which are always so nice to read

    It is old and miserable here today
    I hope it is better in your part of the world.

    I will have a read of your posts now Bia.
    I see that you have 4 blogs
    is this the main one
    You are a clever lady managing 4 blogs
    I can barely manage to post on one!

    Have a lovely week
    and thank you again my friend.

    Fiona

    ResponderExcluir
  19. Pelo seu texto, percebe-se que você está bem.

    Sabe Bia, a vida é um turbilhão de desafios e ao mesmo tempo de oportunidades. Isso chega em nossas vidas todos os dias, e não tem jeito. O grande diferencia é a nossa postura diante de tudo isso. Quando se toma as decisões corretas, a vida vai se apaziguando e uma espécie de tranquilidade toma conta de nosso ser. Isso é saber viver, isso é fazer a coisa certa.
    Fico feliz por ti.
    Abração.

    ResponderExcluir
  20. E como aprendo aqui minha amiga, ler o que escreve sempre me leva a reflexões....fico muito feliz que hoje esteja bem, passei um sufoco tremendo esses tempos e ainda não terminou completamente mas ontem no culto estava o pó da terra mas na hora da palavra Deus respondeu minhas questões e como balsamo meu medo sumiu e tbm minhas duvidas....como é bom nos sentirmos leves.

    ResponderExcluir
  21. Oi Bia,

    A vida é exatamente assim, ora estamos bem, ora estamos tristes, a alegria e a tristeza não perduram, acho que isso acontece porque precisam voar juntas com o vento...

    Abraços querida amiga e força na peruca!

    ResponderExcluir
  22. Bia, certa vez li uma frase que dizia: "Deus nuca disse que a vida seria fácil, apenas prometeu que valeria a pena"... pensei nisso ao ler o terceiro parágrafo de seu texto abaixo da máscara... e concordo com você, pois infelizmente, as pessoas preferem mentiras e desejam ser felizes sem passar dificuldades.
    Fico feliz que tenha melhorado, visitei o blog indicado e deixei minha marquinha lá. abraços e linda semana.

    ResponderExcluir
  23. Bia, que bom que as respostas foram agradáveis a você e estiveram a altura das perguntas.
    Eu leio os seus posts, e consigo visualizar muitos momentos da minha vida. Erros e acertos. Imprevistos. E a vida é assim mesmo, nós estamos como que o tempo todo na longa estrada que a cada curva traz lá suas surpresas, alegrias e tristezas, mas penso que o melhor meio de que essa caminhada não passe em branco e vazia é quando compartilhamos aquilo que aprendemos.

    Um beijo Bia,
    uma linda semana para você !
    Jhosy

    http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Olá Bia.

    Felicidade é uma floração interior, que precisamos cuidar para que aconteça. Senão, as flores se perdem entre os espinhos, e as ervas daninhas, sufocam a beleza perfumosa de seu abortado colorir.

    Obrigado pela visita e gentil comentário lá no Blog.

    Um abração.

    ResponderExcluir
  25. E quanta intensidade Bia...

    adorei o post.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  26. Bia amei tudo que falou, sobretudo a fé que nos faz alcançar nossos sonhos! Que bom que está bem amiga! Eu gosto de livros de auto ajuda, tenho uma amiga que odeia e fala super mal no entanto não é uma pessoa feliz, penso que as pessoas que não sabem extrair o que há de bom na vida não gostam de ouvir certas verdades! Bjooss

    ResponderExcluir
  27. Oi BIa,

    e só para complementar aeria bom que se o voo for muito alto,tem que ser cuidadosamente planejado, pois senão colamos as asas com cera imprópria, como fez Ícaro.

    E ao se aproximar do sol, ela derreteu e a queda foi inevitável!

    Mas, com os cuidados exigidos, voe BIA!

    Um abração carioca.

    Um abração carioca

    ResponderExcluir
  28. Bia querida, obrigada pelo carinho! E parabéns, pois o teu post todo está simplesmente sensacional! Adorei! "A fé não é algo alienante. A fé é como asas que nos torna mais leves para que possamos ultrapassar o que antes julgávamos impossível. Deus nos dispõe essas asas, mas precisamos querer tomá-las para nós. Não nascemos para ficar ciscando no chão da miséria". Pd. Fábio.
    Voemos. Bem alto e longe. Não sejamos mais um daqueles a maldizer a sorte quando na verdade não se dispõe e vestir as asas das oportunidades, que nem sempre são fáceis, mas conduzem às paisagens mais belas." As tuas palavras são lições e reflexão para repensar muitas coisas! Um abençoado e feliz início de semana!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

  29. Oi Bia,

    Suas considerações estão excelentes. Desde que a conheci percebo que você está em sua melhor fase. Que você fique melhor a cada dia.

    Você disse algo muito certo, no sentido de que as escolhas são individuais; uma pessoa não poderá nunca fazê-las por outra, sob pena de estar interferindo drasticamente em sua vida. Orientar e esclarecer é uma coisa, é fazer a sua parte. O resto é com a outra pessoa, já que ela terá que arcar com as respectivas responsabilidades.
    O final de seu texto é perfeito e merece destaque:
    "Voemos. Bem alto e longe. Não sejamos mais um daqueles a maldizer a sorte quando na verdade não se dispõe e vestir as asas das oportunidades, que nem sempre são fáceis, mas conduzem às paisagens mais belas".

    Vou lá conhecer o blog indicado.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  30. Olá!Boa noite!
    Bia
    penso que a vida é cheio de desafios e ao mesmo tempo de oportunidades. Quando nos desviamos de um caminho, as escolhas podem nos recuperar e nos inspirar, colocando-nos de volta no caminho certo, até por meio de fatos que nos causam feridas, tudo porque precisamos aprender algo e progredir.A fé a esperança e o amor precisam estar vivos , sempre,dentro de nós. E por fim, quando fazemos as escolhas corretas,e a cada desafio vencido com sucesso, nos faz ... ainda melhor...
    Obrigado pelo carinho da visita!
    Parabéns ao blog homenageado...Mel!
    Feliz por ti!
    Ótima semana!
    Beijos

    ResponderExcluir
  31. Boa noite Bia!

    Me perdoe,faz uns dias que não abro meus emails e nem visito meu blog,por esse motivo estou aqui somente agora...

    Agradeço a homenagem de todo meu coração,também agradeço a sua gentileza e amizade,ainda que seja apenas em comentários no Blog.

    Gente boa é boa em qualquer espaço,em qualquer situação,um beijo no seu coração...

    Agradecida!

    ResponderExcluir
  32. Olá Srta! Que grande joia encontrei na internet; seu blog é divino! Se permitira a seguirei! abraços

    ResponderExcluir
  33. Oi Bia, percebe-se que sua escrita se tornou mais leve no sentido das palavras, mas continua tão densa em sentimentos como no início. Eu sei que vc fez a sua parte.
    Ah, marcaram minha banca, em breve defenderei, estou nervosa aqui kkkkkk
    Bjos!
    http://amonailart.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Intensa, verdadeira e acima de tudo, humana. Muito bom ler-te.

    ResponderExcluir
  35. Olá Bia!

    Gostei muito de ler o teu texto. Também leio livros de auto-ajuda, por experiência própria conheço o valor destes livros e até costumo recomendá-los, sugeri-los quando vejo que a pessoa está aberta a isso.
    Estes livros ajudam-nos a ver vida por uma nova perspectiva e isto é bom, porque alivia a nossa alma.

    Obrigada pelo carinho, amiga.

    Um beijo,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  36. não gosto de auto ajuda, mas confesso que algumas pessoas são beneficiadas e isto é o que conta. se a pessoa consegue ser feliz, ótimo, já está adiante da maioria. que bom que conseguiste este estágio. tens maturidade, beijos

    ResponderExcluir
  37. Quanto as escolhas, realmente devem ser de cada um. Tens aí um ótimo posicionamento. Não interferir nas decisões dos outros, porque isso gerará consequências. Certíssimo. As escolhas são mesmo como estradas a serem trilhadas por quem as escolheu, são caminhos individuais. Orientar é o máximo que se pode fazer quando a pessoa em questão demonstra querer ajuda, fora isso, somos todos expectadores da vida do outro. Temos o nosso próprio filme para dirigir. Gostei do teu texto. Abraços

    ResponderExcluir
  38. Que delicia Bia, saber que tudo caminha para a evolução, para o estar bem e melhor a cada dia.
    Você escreve com a alma.
    Beijos

    ResponderExcluir
  39. Fico feliz que gostou dos comentários, é para vc saber que estamos com vc :) Beijos!

    ResponderExcluir
  40. "Que os sentimentos que valem chumbo sejam trocados por outros de algodão-doce"... Reconhece? Frase extraída do seu comentário lá na minha postagem. Achei tão lindinho que carreguei e colei no meu Face.

    Eu não sou muito adepta dos livros de auto-ajuda. Na verdade não sou parâmetro para leitura alguma. Mas conheço um monte de gente que gosta e tira proveito dos ensinamentos para conseguirem um tanto mais de equilíbrio.

    Se é pra melhorar, se é para aumentar a sensação de paz interior, que seja!

    Beijo, Bia.

    ResponderExcluir
  41. Passando para dar um "oi" querida Bia.
    Já te disse que passamos por momentos muito parecidos, a única diferença é que eu já passei dessa fase, ela é muito difícil,sufocante e estagnante.
    Não fique muito parada aceitando tudo não, viu, senão você perderá anos de sua vida, isso é horrível, vai por mim.
    Você deve ser como eu: possui o espirito livre, só que ele está preso agora, lembre-se de quando você era mais jovem e intempestiva, resgate isso, isso aflorará seu espirito indomável.Esse é o ponto.
    Jogue tudo pára o alto e viva,e não esqueça do que te falei anteriormente, tenha uma nova paixão , um novo amor no seu coração.
    Um beijo caloroso na alma.

    ResponderExcluir
  42. Ola Bia...vim espiar...adorei esse post...sabe ja passei por momentos assim...
    mas com a vida a gente vai aprendendo...a lidar com as pessoas e com os obstaculos que a vida coloca na nossa vida... aprendemos que felicidade são momentos... que muitas vezes o amor não e correspondido e que amigos...nem sempre são os que estão perto.... com a tecnologia acabei descobrindo que tenho mais amigos a distancia do que ao meu redor... como dizem vivendo e aprendendo...tenha um otimo fim de semana

    ResponderExcluir
  43. Bia, temos que ser o que somos, sem modificar em nada para agradar quem quer que seja. Atenção mais delicada sim quando se trata de filhos (pequenos), na pressa do dia-a-dia, o estresse, muitas vezes esquecemos de ser mais suaves.

    Sobre o que me disse, hoje: Bia, sabe o que acontece quando não damos um fim a um relacionamento que se tornou vazio?! O tempo passa, com ele voam nossos sonhos, as oportunidades, nossa jovialidade, vigor = energia, tanto mais!

    BEIJOCAS

    Bjs

    ResponderExcluir
  44. Bia, devo concordar com seus leitores, seus textos estão bem reflexivos.
    Eu sou da categoria que não gosta absolutamente de livros de auto-ajuda e não por me considerar da segunda hipótese, não creio que todos estejam no lugar onde deveriam estar em todos os setores, apenas os falsos conformistas, visto que não acredito no conformismo total.
    Eu não gosto apenas por não acreditar em fórmulas prontas, cada pessoa tem uma vivência muito particular que pode ou não encaixar-se neste gênero literário. Se encaixou-se para você, é o que importa.
    Eu até comentei há pouco tempo atrás hoje no blogue da Anne, Versos e Reversos que entro muito em conflito com pessoas que não acreditam que a felicidade seja deste mundo, exaltam sofrimentos atrás de uma evolução ou à espera de uma outra vida que sequer sabemos se irá realmente existir. Nada nos garante que não morreremos e viraremos pó somente, desperdiçando o tempo que temos aqui com mimimi e autocomiseração (já usei muito esta palavra hoje).
    A respeito dos outros, eu não procuro bancar o psicólogo (até porque os mesmos, em grande parte, não possuem lá métodos muito eficientes e ainda ganham para isto), se percebo uma abertura, posso até dizer algo, porém, desgastar-se com quem claramente não quer ser ajudado e só vai aprender quando a realidade da vida lhe derrubar, é perda de tempo.
    E concordo que mudar por terceiros, só nos tornariam pessoas eternamente insatisfeitas, ou melhor, não nos tornaríamos eternamente, porque quem se anula acaba, cedo ou tarde, por explodir e as consequências do depois podem ser irreversíveis.
    Gostei da frase final, ficar apenas maldizendo "a sorte" não leva ninguém a lugar nenhum e ainda pode prejudicar quem é obrigado a conviver com tais pessoas.

    => CLIQUE => ESCRITOS LISÉRGICOS...

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.