sábado, 10 de novembro de 2012

Não é do meu feitio

Ah, cabem tantas coisas aqui...do meu feitio são os recortes e costuras que realizo para formar novas peças de roupa. Está aí uma boa definição para a palavra feitio...mas não fugirei ao assunto. Nem de mim mesma (só um pouquinho).
Começarei então nesse gancho, que me lembra o Capitão Gancho, e me lembra que eu gostaria de ir para a Terra do Nunca. Ah, esquece...



Não é do meu feitio fugir de mim mesma. Me esconder, me tornar opaca, simular uma expressão que não existe quando eu queria mesmo era gritar, ou correr, ou fugir dos absurdos que exigem o que não se pode dar. A absolvição pode vir do fato de que dos absurdos nascem as melhores fases da vida. (e ela se agarra à isso com unhas e dentes...)
Não é do meu feitio fazer "barraco". Frequentemente "barracos" são reflexo de falta de argumento. A não ser que houveram milhares de avisos de que a paciência está se esgotando. Nesse caso, o barraco é o limite que diz "não suporto mais não ser ouvida mesmo estando com a razão". Perdem meu respeito pessoas que só reagem quando o outro chega a esse ponto. O que me faz lembrar que...não é do meu feito ser injusta. Ainda que a situação não esteja a meu favor, é automático pesar sempre todos os lados da questão. Isso não é simples porque na compreensão você pode acabar se ferrando, afinal, o que você não usaria a seu favor por considerar golpe baixo, os outros acabam usando - e se dando bem. Não é um círculo fechado e perfeito.
Não é do meu feitio humilhar, discriminar, ser mesquinha ou arrogante. São atitudes que me fazem mal e a cada dia se torna mais insuportável conviver com pessoas assim. Por outro lado não é do meu feitio ter pena, a não ser em condições de falta de estrutura mesmo, não por escolhas próprias, mas por condições impostas pela vida. E não é do meu feitio negar ajuda a quem quer que seja, nem jogar vídeo game, nem torcer o nariz para comida, nem viver de cara feia.
Conformismo, perda de tempo, estagnação, resignação, sonhos nublados, não são do meu feitio...mas é como me vejo no momento. (uma dose de mudança urgente, por favor!) Assim como não é do meu feitio esconder sorrisos e alegrias, que nasceram para se espalhar. Cuidar da vida alheia para fazer fofoca? Estou fora, não é do meu feitio mesmo, coisa de quem tem a vida pouco interessante!
Não é do meu feitio ser fútil, querer ter bens materiais caros ou status. Amo a alegria da simplicidade, da boa convivência, do sorriso, dos passeios, da liberdade (compartilhada, melhor), das viagens...
Não é do meu feitio me abrir com as pessoas do meu convívio, pedir ajuda ou fazer "corpo mole". Por isso fico tão magoada quando o faço e não sou compreendida, justamente porque evito abusar da boa vontade alheia ao máximo.
Não é do meu feitio desistir, me acovardar ou fraquejar. Mas não sei quanto ainda mantenho de reserva de força.
Não é do meu feitio deixar de amar. E sobre isso é melhor manter o silêncio e permitir que cada um chegue às suas conclusões (favoráveis, of couse).


Essa foi minha participação para a Ciranda Interativa proposta pela Calu, do blog Fractais da Calu, cujo objetivo era escrever um texto baseado no tema "não é do meu feitio".

****
"Temos muitas possibilidades que não serão realizadas se nos colocarmos obstáculos. Para avançar precisamos retirar os obstáculos. Deus não age na preguiça. Deus age no coração de quem se dispõe a lutar. Não se entregue aos obstáculos a tal ponto que se torne o próprio obstáculo. Você se tornará pedra para você e para quem está à sua volta." (Pe. Fábio)

****

Desafio nº 24: A conversa

Duas melgas estão a conversar, na parede de uma sala de estar
uma ficou gordinha após o jantar,
a outra, escanzelada, passa uma fome de amargar.
- Não terá uma presa pra mim?
- Se aquiete, menina, seu banquete há de chegar.
Chegou mesmo foi um cheiro esquisito no ar
Inseticida, dos bons, para com mosquitos acabar.
- Ih, ferrou, vamos para a janela voar...
Seguiram, noite afora, uma com a barriga a roncar
a outra ainda zonza a planar!

Essa é minha participação para o desafio em 77 palavras promovido pela Margarida, cujas regras eram essas:
"Vou dar-vos uma situação/imagem: será a partir dela que deverão escrever a história.
Que situação? Esta: Estão duas melgas à conversa: uma gorda e outra escanzelada.
A certa altura, o perigo chega. Que fazem?"

Melgas = mosquitos 
Escanzelada = franzina

****

O homenageado de hoje é um amigo recente, o Lamarque do blog
Caminho do Lamarque


Lamarque tem uma maneira interessante de abordar assuntos do dia a dia. Ele escreve um breve parecer acompanhado de uma pequena palestra em vídeo. Gosto da maneira clara como aborda os temas propostos.

Obs: Imagens do Google.

60 comentários:

  1. Gostei de ver e passaste muito bem a idéias daquilo que não gostas , não és e não fazes. Gostei! Linda tua participação nas melgas,rs Ficou legal.

    abraço ao homenageado e beijos pra ti, desejando lindo fds!chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica, costumo ser mesmo assim, direta e transparente. Duro são os olhos que não querem ver e os ouvidos que não querem ouvir. O que não é seu caso, é sempre a sensibilidade à flor da pele! Um abraço!

      Excluir
  2. Olha aqui a participação da Bia!!
    Que surpresa encontrar você na ciranda da Calu. Vim agora do almoço, passei no meu blog para responder a comentários e vi sua participação na janelinha da coluna direita. Vim correndo.

    Assino em baixo de tudo o que não é do seu feitio, pois também não é do meu. Nem barraco, nem lamurias, nem injustiças, e já nem fico magoada porque dou um "desconto" para as pessoas.

    Na verdade nem todos temos o mesmo nivel de consciência, há que desculpar alguma ignorância inocente.
    Beijinhos de bom domingo.
    Rute

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Rute, sua presença aqui é sempre uma maravilha! Fico lisonjeada que tenha vindo correndo ao encontro das minhas palavras. Minha cara, dou mais desconto para as pessoas do que promoção de final de ano...pena que algumas se prevalecem disso.
      Ignorâncias são desculpáveis, afinal, quem não as tem?
      Um abraço!

      Excluir
  3. └──●►
    Nesse sábado quero deixar um abraço
    e um final de semana cheio de muita
    alegria, gostar dos seus post me faz
    feliz pq tem tudo que gosto
    Lindo como sempre,parabéns
    Agradeço sempre sua visita
    Lamarque é um grande amigo adoro ele
    Bjuss
    Rita
    └──●►

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rita, sempre gentil em suas visitas, obrigada pelo carinho! O Lamarque me parece ser muito sábio. Um abraço!

      Excluir
  4. Thank you so much for dropping in I will enjoy looking at your blogs . Itis lovely to have somone from Portugal a country I love so much.

    ResponderExcluir
  5. Olha Bia, aproveitando o "gancho" como disseste, vou lhe confessar! Por vezes, e não são poucas, tenho o desejo incontido de ir para a "Terra do Nunca" e ficar junto do Peter Pan e "companhia bela". Juro que se pudesse eu iria mesmo! Mas isso, não vem ao caso! Achei brilhante esse seu texto, parabéns!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. J.R., acho que qualquer pessoa com um tantinho de poeta gostaria de, em algum momento, fugir para a Terra do Nunca! Obrigada pelo elogio, um abraço!

      Excluir
  6. Oi Bia,
    Adorei a participação,encontrei algumas participações e estou me encontrando em várias dessas coisas que não são do nosso feitio.
    Interessante que muitas pessoas ainda fogem de si e tentam se encontrar por aí,sem sucesso é claro,a verdade é que por mais que tentamos fugir,chega uma hora que a vida só anda pra frente se nos encontrarmos conosco e seguirmos assim,apenas sendo.
    Um lindo domingo,abraço,=)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI, Suelen, percebo que encontramos muitas almas interessantes na blogosfera e poucas na vida real. Isso me faz pensar que há muitas pessoas que escondem o que são para se proteger, mesmo. E se fechar para se proteger me parece uma fuga. Muitas vezes, necessária.
      Um abraço!

      Excluir
  7. Foi numa fluidez total que acompanhei cada linha do que não é do teu feitio, Bia.
    Me senti contigo, numa cafeteria, frente a frente tendo este papo gostoso sobre as sintonias dos nossos feitios, e ao final saímos dançando juntas todas estas coisinhas que nos aproximam.
    Vc abriu um mapa detalhado,trazendo nele muitas identidades,inclusive a minha, pode crer.

    Agradeço contente tua participação,menina.
    Amei cirandar contigo, viu?
    Bjos cantantes,
    Calu

    Obs:Bem-humorada a tua participação no projeto 77.
    Visitarei o homenageado.
    Bom fim de semana.
    Bjos de novo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Calu! Tenho certeza que adoraria ter trocado essas ideias contigo em uma cafeteria (visto que adoro café) e seu comentário me fez pensar que consegui transmitir a ideia que queria, ou seja, quais são meus pontos de vista sem que se tornasse algo pesado ou maçante. E compreender isso também é uma questão de identificação.
      Obrigada por nos dar a oportunidade de compartilhar sobre um tema tão abrangente.
      Um abraço!

      Excluir
  8. Texto maravilhoso! Adorei ! Aplaudo-a pela bela participação! Beijos!Um grande abraço e um feliz fim de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Maria, seja bem vinda! Fico feliz que tenha gostado! Um abraço!

      Excluir
  9. "Não é do meu feitio" posicionar-me sobre a maneira de ser das pessoas, mas gostei da maneira como descreves o que não faz parte da tua conduta. "Não é do meu feitio" concordar com todos os aspectos de um texto, mas me identifiquei com essas citações que também não fazem parte do meu proceder. Quanto ao desafio da conversa, ficou perfeito e com um final inusitado. Escreves muito bem. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paulo, ainda bem que superou as condutas que não são do seu feitio para deixar esse comentário tão criativo. Ando precisando disso...sentir que há pessoas que entendem meu jeito de ser e agem da mesma forma. Traz uma sensação de conforto.
      Um abraço, obrigada por seus elogios!

      Excluir
  10. Oi Bia
    Foi muito legal ter te conhecido mais, e me surpreendi, pois te achava até um pouco séria kkkkkk, agora vejo que vc é mais risonha, quanto ao resto não me surpreendeu, porque eu sempre soube que vc era do bem!
    Essa ciranda é como uma BC, e está bem legal participar.
    Bjos. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha, Ah, Luciana, as pessoas ficam mesmo confusas com essa dualidade...sou séria e racional mas também sou alegre, brincalhona, quase infantil. Deve ser meio complicado me entender, hahaha. Mas sim, sempre sendo do bem. Um abraço!

      Excluir
  11. Bia, em poucas palavras, vc é autêntica. Já falei q me identifico mto com os seus textos, esse, eu me achei por inyeiro... rssss. Ha, ha, ha, detesto video game, para desespero dos filhos.
    A história do inseto eu rachei de rir. Já ia pesquisar as palavras esquesitas e não é q veio a explicação, d+.
    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eder. Imagino o quanto seus filhos devem sentir falta de um pai que jogue com eles...meu irmão e meu sobrinho de 6 anos adoram, ficam vidrados na tela, uma loucura, hahaha. Precisei pesquisar as palavras do desafio antes de começar a escrever, enriquecemos nosso vocabulário! Um abraço!

      Excluir
  12. Oi Bia,
    boa tarde-noite
    Eu adorei o seu texto "Não é do meu feitio",
    Eu me sinto muito identificado,
    eu acho que é um modo de vida.
    Gosto de ler seus textos,
    você tem uma grande visão e de grande qualidade, ao escrever.
    Agora eu estou indo visitar o blog a homenagem do dia
    Desejo-lhe uma boa noite
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ariel, muito obrigada por seus elogios, acho que definiu bem: trata-se de um modo de vida mesmo, são os valores e atitudes que carregamos conosco. Um abraço!

      Excluir
  13. Bia, encontrei muita coisa em comum nos seus escritos sobre o que não é do seu feitio. Acredito que pessoas de bom senso não hajam de forma contrária.
    Ah, mas que interessante o desafio. E que criatividade, hein... rsrs

    Um bjo e um lindo domingo pra ti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paty, tem razão...o problema é que hoje em dia o correto é que parece ser o avesso, e não o direito. O importante é respeitar nossas verdades. Adoro esses desafios! :D
      Um abraço!

      Excluir
  14. Bia, as melgas ficaram um gracinha! Não é do meu feitio fechar a semana sem te mandar boas energias e um ótimo domingão, e aproveitando "gancho" dizer-te que sempre fico feliz em te conhecer mais e saber que vc é uma persona especialíssima (Bia 2 olha a rasgação de seda - não resisti rsrsrs).

    Muito verdadeira e linda a sua participação (gosto muito da Calu).

    Beijoooooooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia, elogios sempre fazem bem para a alma quando são sinceros, e tenho certeza que os que vem de você o são. Esses dias eu estava comentando sobre seu trabalho com minha filha e sobre quanto a admiro por sua arte e pela maneira como ajuda outras pessoas. Um abraço, ótimo domingo!

      Excluir
  15. Oi, Bia!
    Poxa, que bacana sua participação na ciranda da Calu!
    Inclusive me vi em algumas palavras suas, pareceu-me uma pessoa simples e direta, verdadeira.
    Adorei te conhecer!
    grande abraço, carioca


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Beth, seja bem vinda! É gratificante quando alguém novo chega por aqui e se sente em casa. Um abraço!

      Excluir
  16. Bia adorei sua participação estou sem tempo se não ia fazer um texto, assino em baixo de tudo que disse...é do meu feitio dizer o que penso e declaro sou sua fã, parabéns por tudo menina seu blog me faz muito bem.
    O blog do Lamarque é ótimo recomendo a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Patrícia, o tempo anda correndo contra todos, deve ser um motim, hahaha. Feliz que se sinta bem por aqui. Um abraço!

      Excluir

  17. Olá Bia,

    Suas colocações nesta participação não me surpreendem. Pelo que já conheço de suas manifestações em postagens e comentários dá para perceber seu perfil em termos do que é ou não do seu feitio.
    Você disse: "Não é do meu feitio desistir, me acovardar ou fraquejar. Mas não sei quanto ainda mantenho de reserva de força". Eu creio que sua força é grande e que você nunca estará sem reserva para tal.

    Gostei muito de sua participação no "desafio em 77 palavras". Você é muito criativa. Parabéns!

    Conheço o blog homenageado. Muito bom mesmo e merece seu destaque.

    Ótimo domingo.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vera! Quem me acompanha há algum tempo certamente deve ter encontrado nesse post um resumo do que sou, ainda mais se a pessoa for sensível como você. Espero que tenha razão em relação à minha força, estou buscando por ela sempre. Um abraço, ótimo domingo.

      Excluir
  18. o bom "feitio" é vir aqui
    ler e se sentir tão semelhante
    ao ponto de sair reconfortada!

    obrigada, Bia. gosto de tu.

    beijao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Margoh. Suas palavras também são do meu feitio...fico grata por confortar almas como a sua. Um abraço!

      Excluir
  19. Oi, Bia, tu tens colocações admiráveis e pelo que te conheço já imaginava isso... parabéns! Visitei o blog homenageado e deixei minha marquinha lá. abraços e lindo domingo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Barbie, obrigada pela visita e elogios, um abraço! :)

      Excluir
  20. Olá!Boa tarde!
    Bia
    Tudo bem?
    bem..."Não é do seu feitio", fugir de si mesma, acovardar e fraquejar, por isso é difícil abrir com pessoas do seu convívio, e quando não tem reciprocidade não faz barraco, e como não é injusta, não vai ter pena, nem discriminar e humilhar, e vai oferecer ajuda a quem merecer, com sorrisos...é...cada um tem seu lado que merece, inclusive "você mesma!"Muito parecida comigo!Gostei de sua autenticidade e sinceridade na abordagem, nada diferente do que eu imaginava!
    Parabéns pela participação na Ciranda.
    Parabéns ao Lamarque .
    Pelo desafio 24 em 77 palavras... brilhante.
    Obrigado!
    Ótima semana!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Felis! Fui realmente muito autêntica nesse escrito e fica evidente que isso transpareceu...Muito bom saber que alguém que me parece tão grande ter tido pontos de identificação. Um abraço!

      Excluir
  21. Ah, que desabafo mais delicioso, menina. Isso sim é do seu feitio, se apoderar das palavras e lançá-las assim, tomadas de emoção. Esses desafios que você participa sempre nos trazem belas leituras da tua alma.

    Beijo, Bia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Milene! Tenho pesado as emoções mas não me esquivo delas...mais uma coisa que não é do meu feitio. Negar quem sou me faz muito mal. E isso se refletiu nos escritos! Um abraço!

      Excluir
  22. Oi Bia ...adorei esse post...como sempre.... gosto muito seu jeito
    de escrever...
    tenha uma otima semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fabi, obrigada pela visita, um abraço!

      Excluir
  23. Olá Bia
    Faz tempo que não passava por aqui...
    E agora aproveito para parabenizá-la pelo brilhante texto , que nos remente a uma ampla consciência de aprimoramento humano e existencial!
    Um ótimo domingo!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alba, como vai? Fico feliz que tenha vindo e deixado gentis palavras por aqui. Acho que o ser humano que não quer evoluir perde oportunidades de enxergar também o que é bom. Um abraço!

      Excluir
  24. Bia, mais uma vez mostra sua transparência e caráter. Essa Ciranda tem sido bem construtiva tenho tido a oportunidade de conhecer gente bacana como você. Parabéns por sua franca participação que nos permite refletir sobre nosso próprio comportamento. Gr. Bjoo minha querida e tenha uma semana maravilhosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cris. Tem razão, pelos textos que passeei percebi muita transparência, o que nos dá uma dimensão de quem está no outro lado da tela. A sua ficou excelente! Um abraço!

      Excluir
  25. Oi Bia, uma ótima participação na ciranda promovida pela Calu.
    Sempre ao ler os participantes, vou me vendo em algumas partes, e aqui eu me vi em:
    "Não é do meu feitio ser fútil, querer ter bens materiais caros ou status."...além de não ter condições para tal, confesso que sou feliz com o que tenho.
    "Não é do meu feitio humilhar, discriminar, ser mesquinha ou arrogante."...e fico muito triste se fazem isso comigo.
    "Não é do meu feitio deixar de amar." NUNCA!!!

    No teu primeiro citar, não é do teu feitio fugir de você mesma, infelizmente é o que eu tenho feito nestes últimos tempos...mas ainda vou me encarar.

    Parabéns pela participação, ficou ótima.
    ♥ ♥ ♥
    Vamos falar das melgas, adorei por demais, cheio de rimas e alegria...e as duas se ferraram...rsrss.
    Parabéns por essa participação também.
    ♥ ♥ ♥
    Lamarque, o teu homenageado, penso eu que não o conheça, mas vou fazer uma visitinha, ok?

    ♥ ♥
    Obrigada pelo teu carinho lá no Rabiscos, amei.
    Beijos de uma deliciosa noite e de uma semana de muita paz.

    ResponderExcluir
  26. Ops, sou sua seguidora de nº500, amei!!
    rsrs

    ResponderExcluir
  27. Eeeeeeeeeh, parabéns, minha seguidora 500, quando criei um blog nunca imaginei que chegaria a tanto! :D Pelas linhas que li em seu texto imaginei que se identificaria com o meu...estamos nos conhecendo agora e já percebi que temos um tanto em comum. Obrigada por seus elogios, um abraço!

    ResponderExcluir
  28. Oi Bia!
    Vim desejar uma ótima semana e me deparei com mais uma participação tua em desafios. Adorei!
    Pobres melgas, hehehe.
    Bejus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Naty, as melgas se ferraram, ahaha. Um abraço!

      Excluir
  29. Oi Bia. O seu feitio é ser uma pessoa meiga, transparente e solícita. Adorei o texto sobre tudo o que não é do seu feitio. Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sérgio, gostei das suas definições sobre mim após a leitura do texto. As pessoas dizem sempre que eu pareço meio brava, hahaha, mas é só fachado, ou auto-proteção. Um abraço!

      Excluir
  30. Oi Bia,

    Belíssima apresentação, sempre falando com a alma...

    Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanessa, minha alma é bem mais fofoqueira do meus lábios, com certeza. Um abraço!

      Excluir
  31. Para quem acompanha seu blogue há um tempo, estas revelações não são tão "reveladoras", rs. É bem do seu feitio ser transparente, ao menos é o que você nos passa em seus escritos.
    Concordo com você em quase todos os pontos, principalmente em barracos. Eu acho tão desnecessário isto, quando se pode debater de tudo com civilização, porém, há pessoas que são agressivas e cegas, a única coisa que enxergam é a si mesmas e levam tudo pra ofensa pessoal. Eu não tenho paciência com gente assim e nem perco o meu tempo, me afasto e me desligo totalmente.
    Também considero muito ruim humilhar as pessoas, discriminar e se há algo que detesto é o conformismo. Aliás, por vezes, eu penso que o conformismo seja um método bem eficiente de mimimi para que pessoas não se movam e deixem por conta de outras que "ficam com pena" para carregar os fardos que lhes caberiam carregar. É deste modo que vejo o conformismo. Geralmente pessoas conformistas são reclamonas, pessimistas, repletas de autocomiseração e quem está ao redor, podem nem perceber o quanto estão sendo manipuladas.
    Outra coisa que temos semelhança é em não nos abrirmos com as pessoas. Eu não o faço porque não confio em ninguém. Desistir também não é a minha, desistência, na maioria das vezes é derrotismo.
    Bia, estou comentando com atraso os participantes porque como sabe, teve o ENEM na época desta Ciranda e depois viajei, acabei apenas deixando postagens e não retribuindo as visitas e visitando os participantes, algo que estou fazendo apenas agora. Mas você sabe que eu sempre retorno para ler e comentar seus posts.



    => CLIQUE => ESCRITOS LISÉRGICOS...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chris, tem razão, ser transparente é uma das minhas características, embora isso não queira dizer que não sou reservada.
      Também não me sinto bem perto de barraqueiras de plantão...minha mãe tinha mania de brigar por tudo (açougue, feira, conta) e isso me deixava bem constrangida, então foi um daqueles exemplos do que não se deve fazer, sabe como? hahaha
      Sua definição sobre o conformismo é bem contundente...fiquei pensando até que ponto ele é eficiente como forma de manipulação, essa uma característica que considero lamentável.
      Com certeza me abro muito mais com as pessoas da blogosfera do que as da vida real...fiquei pensando então o quanto no fundo sou desconfiada ou detesto as cobranças da sociedade.
      Gostei, como sempre, de sua visita inteligente e peculiar. Um abraço!

      Excluir
  32. Olá, querida Bia
    Só hoje pude comentar porque estive fora desde o dia 9/11... desculpe-me!!!
    Tendo estendido a querida amiga Calu a blogagem, fiquei sem ver algumas e hoje estou a sanar tal descuido...
    Bato palmas pra vc quando fala não ser do seu feitio fazer fofoca... se ao menos isso a gente pudesse evitar... o mundo seria bem melhor!!!
    Espalhar sorrisos, paz e amor é também do meu feitio...
    Ficou bár-ba-ro o seu post!!!
    Tem um convite pra vc amanhã, dia 9 e 10...
    Bjs de paz e bem

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.