sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Começar de novo ♪♫

Imagem do Facebook

Esses dias estava relendo uns comentários e em uma das postagens o Chris, do blog Escritos Lisérgicos, estava se questionando onde estariam as pessoas que se dizem quebrando padrões (no bom sentido), visto que no dia a dia isso não é muito comum. Quando li essa tirinha no Face fiquei me perguntando até que ponto cada um faz sua parte para tornar esse mundo melhor em que vez de ficar esperando que uma aura cósmica mágica envolva a Terra de paz, amor, alegria, respeito e justiça. Li algo semelhante no livro do Rick Martin, Eu, que abraçou a causa em proteção à prostituição infantil. Ele dizia que por um lado se sentia impotente por achar que faz pouco visto que o problema atinge muitas pessoas e lugares diferentes, mas não compreendemos que o pouco, vindo de muitos, vira uma linha forte e poderosa.
Desde pequena falo muito sozinha, e talvez por isso escrevo tanto no blog, o que me faz falar menos, hahaha. Vi o filme O hobbit, onde o personagem Gollun fala o tempo todo consigo mesmo, usando o termo "nós", numa discussão entre seu lado coerente e seu lado mau. Fiquei pensando que todos carregamos Golluns dentro de si. No meu caso, as discussões geralmente são sempre entre a razão e o coração. Esses dias reclamei com meus pais: "Poxa, nasci com a razão de máquina do senhor e o coração de manteiga da senhora. Como faço para conciliar os dois sem entrar em conflito?". Resposta: impossível, hahaha. No máximo posso usar a razão para tentar usar as ideias do coração a favor de um bem comum. Não esmoreçam achando que o que fazem é pouco...pouco é melhor que nada. Na realidade, o pouco que faço com o coração aberto também me salva singularmente a cada dia. A questão aqui é:

Como as pessoas podem ser melhores para ajudar o mundo?
R:Trabalhando em cima da mudança de sua própria consciência.

Há atitudes que hoje, na minha opinião, são inadmissíveis devido à demanda de informação: jogar lixo no chão (triste a cena das areias de Cobacabana após o réveillon), discriminação e preconceito sob qualquer ponto de vista, dirigir embriagado...Atitudes simples podem mudar, sim, o mundo para melhor: separar lixo reciclável, guardar o lixo pessoal para jogar em casa, economizar energia, água e luz, evitar desperdícios, se preocupar com o próximo verdadeiramente, doar sangue e/ou medula, adotar uma família carente para auxiliar, fazer um trabalho voluntário, se auto-recriminar por modos mesquinhos e egoístas, limpar a sujeira do seu animal de estimação quando passeia na rua, enfim, a lista aqui seria imensa. Resumindo, os sentimentos de respeito e educação devem ser fomentados todos os dias. Sei que não sou perfeita e a consciência dessa imperfeição faz com que o ser humano se melhore constantemente para o mundo.
A realidade é que marquei dia 1º para recomeçar a abraçar meus planos, estou fazendo isso. E recomeços só são prazerosos se vem acompanhado de serenidade e esperança.  Mais que prazer, uma necessidade. É a reposta que o corpo e à mente dão à inerente característica do ser humano de  acreditar, e seguir em frente, com ombros endireitados e cabeça erguida. E se no caminho pudermos distribuir solidariedade, gratidão e amor, tenho certeza que a tirinha acima deixará de fazer sentido, porque o mundo já estará conosco.

Link da música Começar de novo aqui.

****

Recadinhos...


  • Conheci, através do blog Mum's the boss, um desafio muito interessante: consiste em colocar em um frasco, anotações de instantes de gratidão durante o ano. O pote deverá ser aberto e relido no final do ano. Já tenho meu pote \o/. Quem quiser conhecer melhor e participar do desafio, clica aqui.
  • Agradeço aos que me seguiram no Mirante da imagem, que estará fechado a partir dessa semana. Por se tratarem de imagens pessoais, achei melhor transportá-lo para um outro espaço desvinculado do meu perfil. Esses ajustes na administração dos blogs não traduzem instabilidade, mas uma necessidade de administrar melhor meu tempo e assim poder conciliar postagens, comentários e visitas aos amigos.
  • Nos dias 02 e 03 participei com um conto inédito no blog do J.R. Viviani, Vendedor de ilusões. É curtinho, quem quiser ler é só clicar aqui.
  • Finalmente consegui postar sobre meus últimos Pingos de amor do ano passado, quem quiser conhecer seus destinos, clica aqui.
  • A pedido de alguns leitores, inclui o campo para receber as postagens por e-mail, está à direita da tela, abaixo dos seguiores, ok? ;)
  • Assim que me organizar retomo as homenagens aos outros blog.
****
Desafio nº 30: Antídoto

Imagem by Freepik


 Bom é o apetite voraz da alma,
 saber que o bem preenche e acalma.
 É o alento que o amor constrói,
 o sabor que anula o que dói.
 Calar, só se for para não dizer asneiras
 até que as mágoas virem brincadeiras.
 Ser feliz é a busca que realmente importa
 tempo bem utilizado que renasce alma morta.
 De tanto ver injustiças, absurdos e atrocidades,
 falar de bondade é o único antídoto capaz de acabar com as maldades.

Essa é minha participação para o blog História em 77 palavras, cujas regras eram:

"O provérbio a usar é este:
Bom saber é o calar, até ser tempo de falar.
Agora, alinhando à esquerda o provérbio, completamos o texto."

52 comentários:

  1. OI BIA!
    HOJE EU ESTOU NO "VIVIANI" SE QUISERES APARECER, VOU GOSTAR MUITO.
    ESPERO QUE TORNEMOS A NOS VISITAR POIS TUA SEGUIDORA JÁ SOU, ENTÃO FICA FÁCIL VOLTAR.
    ABRÇS
    http zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI://

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde, Bia. Sermos pessoas melhores é fundamental e sua postagem deixou isso claro de uma forma leve.
    Se ajudarmos do modo que pudermos, já estamos contribuindo para nosso crescimento espiritual e fazendo pessoas mais felizes.
    Quando nos culpamos de forma exagerada por sermos ou fazermos as coisas incomuns para a dita sociedade, não trazemos nada de bom com isso.
    O que tem de haver em nós é o amor, ainda que imperfeito.
    Beijos na alma.
    Tenha você e sua família um excelente 2013.

    ResponderExcluir
  3. Oi Bia,

    Concordo, pra fazermos um mundo melhor temos que começar a mudar nós mesmos, o que é muito mais difícil, toda mudança começa de dentro pra fora, confesso que vivo em busca disso e quase nunca chego a lugar nenhum, rsrs (Estou numa fase estranha da minha vida, como se fosse um processo de metamorfose, espero virar borboleta ao invés de ser eternamente "lagarta" ... mas é melhor deixar pra lá, rsrs)

    No mais, tento sim fazer a diferença, odeio quem suja as ruas, lixo é pra ser jogado no lixo, e gentileza no trânsito gera gentileza, incoerência gera mortes..

    Gostei do desafio...

    Abçs e vamo que vamo.........rs

    ResponderExcluir
  4. Olá Bia!
    Seu texto é profundo e um chamamento de atenção para a forma que vivemos neste mundo atual, tão consumista e louco.
    Muitos desses itens tenho praticado no decorrer de minha vida e isso só me faz feliz, me torna uma pessoa melhor, minha consciência fica mais leve, mas eu sei que tem muito ainda a ser feito e a cada novo ano é bom relembrar estes e outros itens que ajudam o mundo e as pessoas a viverem melhor.
    Juntos podemos tudo e o mais importante, como bem disse a Patrícia acima, é o amor, fazer com amor, mesmo que pouca coisa.
    beijos cariocas e um ótimo novo ano!

    ResponderExcluir
  5. Bia disse tudo essas atitudes que citou são o básico e muitos não fazem e com certeza são os que mais reclamam que a vida não muda, estou acompanhando uma serie de reportagens da EPTV, e ontem o tema era O que vc está plantando para colher no futuro? Isso me fez refletir e muito, o mundo esta negro mas não quero tomar esta cor, me nego e vou fazer a minha parte.
    Estou indo conferir seu conto.

    ps: Mesmo escrevendo no meu blog eu ainda falo demais kkkkkk

    ResponderExcluir
  6. ☆ ¸.•´¯`•.¸☆..•.✿.☆
    Boa tarde !!
    Voltando para minhas visitas, espero
    que vc tenha começado um bom ano de 2013
    Foi ,é e será sempre gratificante para mim sua amizade, e presença no
    meu Cantinho, e dizer que acho divino
    o que vc faz,é muito bom ver, ler maravilhas postadas e encher nosso dia de alegria
    Abraços com todo meu carinho
    Bjuss, com novas mudanças para u mundo melhor
    Rita!!!
    ☆ ¸.•´¯`•.¸☆..•.✿.☆

    ResponderExcluir
  7. Atitudes tão simples, fundadas na educação e no respeito, muito auxiliariam a harmonia e a convivência. E quanto maior for o número de indivíduos que as abraçarem, melhores e visíveis serão os resultados. Não adianta responsabilizar terceiros e permanecer inerte. O pouco, como mencionou, proporciona enormes consequências, no sentido do bem estar comum. Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Oi Bia,
    Concordo,as mudanças tem que partir de dentro de nós,mesmo que sejam pequenas mudanças,mas que quando somadas façam a diferença.
    Eu mesma estou querendo fazer uma coisa há meses e esse mês vou dar início e assim a vida segue.
    Adorei o desafio da gratidão!
    Um ótimo final de semana,abraço=)

    ResponderExcluir
  9. Hey Bia
    Tudo bem?

    Um dia discutindo politica com uma amiga, com enfoque em votar ou não votar em políticos cujo partido tem ações despresiveis no governo do nosso país, depois de alguns argumentos cá outros lá ela me solta o seguinte: "Se um dia a revolução bater a porta, vou aderir mas de mim dificilmente ela partirá", três dias depois ela reviu as próprias palavras e se considerou errada e eu também considera. Revolução de verdade parte de dentro de cada um, pequenas ações podem não mudar o mundo mas milhões, bilhões de pequenas ações mudarão sim o mundo.
    Um abraço

    ResponderExcluir

  10. Olá Bia,

    Pouco será sempre melhor que nada. Com certeza, viveríamos em um mundo bem melhor se cada um fizesse a sua parte, mas, o que percebo, é que muitos agem de maneira imprópria porque o próximo o faz, alegando que não salvarão o mundo. Grande engano! Um bom exemplo funciona como uma corrente do bem. Sempre procuro fazer a minha parte e fico satisfeita por isso. O que importa é que fico tranquila com a minha consciência.

    Parabéns por sua participação com as 77 palavras!. Você
    está ficando especialista neste desafio.

    Vou lá no J.R. ler o seu conto.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  11. Olá Bia que texto mais lindo e verdadeiro e a tirinha é tudo.
    Realmente sempre digo que não é o mundo que esta podre algumas pessoas que estão, estão muito individualistas e consumista, então os outros que se danem, o que fazer nem imagino, isso me deprimiu por dias tentando entender do porque de tanta falta de amor e respeito com as pessoas dá para ficar doente se a gente se entregar.
    Em um filme escutei a seguinte proverbio indio o qual achei interessante:
    "Dentro de mim há dois cachorros: um deles é cruel e mau; o outro é muito bom. Os dois estão sempre brigando. O que ganha a briga é aquele que eu alimento mais frequentemente."
    Provérbio Índio Americano
    Adorei, cada um alimenta o cachorro que mais combina com seu estado de espirito.
    Amiga queria agradeço pelo carinho prestado em meu blog, fiquei muito feliz e comovida, te desejo um ano maravilhoso e um fim de semana perfeito. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  12. Bia, te vejo a cada dia melhor. Entraste 2013 determinada e vais assim sempre, tenho certeza. Li teu conto, vi o frasco e achei linda idéia! Eu não coloco em frasco,pois à noite, na hora de dormir, faço a retrospectiva do dia e agradeço...


    Estou gostando muito de te ver assim!! Parabéns@! beijos,chica

    E, tua participação maravilhosa; Nada melhor do que a bondade pra afastar o desamos, as ruindades....

    beijos,chica

    ResponderExcluir
  13. xuxu..... faço minhas as suas palavras...


    blogdabiane.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Bia

    Felizes os que possuem a capacidade de começar e recomeçar, como o ano.

    Seu conto lá no Blog do Viviani está lindíssimo, leitura super recomendada.

    Os Pingos de Amor são um encanto, uma ideia genial que eu não conhecia ainda, estou lá, revirando e entendendo melhor.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá Bia,
    boa tarde,
    você fala muito? não! =)
    Eu tenho que vir aqui com tempo de sobra para ler! =)
    porque eu gosto de entender o eu que leio!

    o tema de hoje é realmente interessante
    Eu gostei da quadrinhos e a reflexão inicial ...


    Lamento que meus comentários não são muito ricos,
    mas a verdade é, que eu levo mais do o que deixo
    (entendeu o que eu quis dizer, certo?)
    e como sempre eu diz, meu Português é muito mau = (

    ótimo fim de semana
    e um maravilhoso 2013
    um grande abraço

    ResponderExcluir
  16. É verdade, Bia, todo mundo espera um ano melhor, mas quase ninguém tenta ser melhor para o ano... O que você citou em seu texto faz sentido... esses dias aqui no Rio de Janeiro choveu muito e o bairro que mais sofreu foi Xerém, muitos já se mobilizaram e estão ajudando, mas vejo muitos reclamando que tudo é culpa do governo, parece até um complexo de Rita, pois ninguém quer assumir a culpa ou fazer algo, sempre espera por outro, mas a verdade é que se cada um evitasse jogar lixo pela janela do carro, evitasse jogar lixo pelo chão da rua, plantasse uma árvore, reciclasse o seu lixo, etc certamente, aconteceriam menos catástrofes, é claro que o governo deve fazer algo, mas é como um grande incêndio, sozinho, ninguém consegue apagar o fogo. Seu desafio, ficou interessante. Parabéns!
    Abraços e feliz 2013.

    ResponderExcluir
  17. Ha.. realmente está explicado a frequência de seus posts rs.
    Eu tbm muito sozinha e acabo entrando em conflito.
    Sabendo ponderar as duas coisas é possível viver bem.
    O Problema das pessoas (eu me incluo nisso) é que esperamos a mudança e não fazemos ela acontecer.
    Quero mudar esse meu lado.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  18. Otima reflexão "Como as pessoas podem ser melhores para ajudar o pesquisa imobiliarias mundo? R:Trabalhando em cima da mudança de sua própria consciência." Querem a paz mundial e vivem em pé de guerra na própria casa, complicado.... Menina entro em várias reflexões no blog do Chris também, kkkkk muito bom mesmo não é... adoro o jeito que ele expõe o ponto de vista dele.
    A historia em 77 palavras ficou maravilhosa, parabensssss

    bjos

    ResponderExcluir

  19. Olá!Boa noite!
    Bia

    ...viveríamos em um mundo bem melhor se cada um fizesse a sua parte , mas, as pessoas estão perdendo a noção do que é certo e do que é errado. Cada um só pensa em olhar para o seu próprio umbigo e esquecem dos outros.
    Mas seria injusto atribuir a todos , esse mesmo comportamento, como se ela fosse homogênea, feita de iguais. Na realidade, é sempre uma sociedade em disputa, na qual há numerosos instrumentos para difundir seus valores e ganhar a adesão das maiorias.E esse seria o mote para uma corrente do bem, pois nos dias atuais pelo simples motivo de que existe uma profusão de oportunidades, tem como deixarmos de ser menos consumista e menos egoísta.. e, utopia, reconquistar a liberdade, a autonomia e a capacidade de decidir sobre a vida cotidiana e os destinos... sempre em prol da coletividade... é...não custa nada sonhar nesse renovo...
    Gostei da Paula Santoro.
    Gostei do desafio vencido.
    Vou ver o frasco.
    Preciso "pagar" algumas visitas no blog do Viviani.
    risos...estou muito ruim para comentar ,depois da volta...
    Feliz 2013 para nós.
    Beijos
    ClicAki Blog(IN)FELIZ13

    ResponderExcluir
  20. Excelente postagem, Bia. Aliás, o caso de Copacabana, um dos exemplos citados por vc, é perfeito. Todos festejando o ano novo, vendo os lindos fogos e emporcalhando a praia. O ano será novo mesmo ou mais do velho? Uma pena que as atitudes nem sempre correspondam ás palavras. Beijão e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  21. É na soma consciente de pequenos tijolos que se erguem catedrais.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Oi Bia,
    como sempre mensagens maravilhosas você nos tras!
    Realmente é muito comum hoje a gente dizer que queremos um mundo melhor, mas muitos falam da boca pra fora e não sabe que cada um deve fazer a sua parte. Eu espero fazer a minha, que Deus me ajude a ser uma pessoa melhor a cada dia!

    Fica com Deus.

    Bjoos, eli.

    ResponderExcluir
  23. Há dois anos, quando também passei a virada de ano na praia, fomos ber o mar na tarde do dia primeiro. Nossa, que feio, que triste. Mal se via a areia por causa de tanto lixo. Esse ano preferi nem ver a cena, porque me dói. Seu texto é lindo e bastante pertinente. É em cada um, nas pequenas atitudes, que verdadeiramente começa a mudança.

    Beijo, Bia querida.

    ResponderExcluir
  24. Bia, um beijo no seu coração. O seu texto traz um olhar diferenciado sobre essa questão de sermos pessoas melhores. E na realidade os pontos de vistas são os mais variados, porém, vários fatores positivos podem contribuir para a melhoria do ser humano. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  25. Bia,
    São as pequenas ações que carregam em si grande importância visto que elas são feitas em silêncio, sem alarde. Elas valem muito e transformam aos poucos. Subscrevo-te completamente! Gr. Bj.!

    ResponderExcluir
  26. Oie Bia passando pra desejar um Feliz 2013 a vc... adorei o texto...como sempre vc arrasa...parabens ...

    ResponderExcluir
  27. Gostaria de lhe desejar
    tantas coisas...
    mas nada seria suficiente.
    Então, desejo apenas que
    você tenha muitos desejos.
    Desejos grandes e que eles
    possam te mover a cada
    minuto, ao rumo da
    sua felicidade e que vc tenha
    sempre muita paz e luz.
    Um feliz e abençoado final de semana
    a primeira de 2013 .
    Toda felicidade paz saúde e amor
    para você Beijos no coração e carinhos na alma.
    Obrigada pelo carinho no blog do Viviane.

    ResponderExcluir
  28. Olá querida,
    começo por lhe desejar uma Bia nova para 2013 (eh eh eh). Que neste ano novo, consiga harmoniar seus opostos interiores. Mas que um não seja antidoto para o outro, mas sim que ambos trabalhem em cooperação dentro de você.
    Para terminar, que o diálogo interior não termine porque é ele o empurrão para evoluirmos.
    Muito lindo o fato de você divulgar outros blogs.
    2013 beijinhos.
    Rute

    ResponderExcluir
  29. Oi Bia! Vivo pensando sobre isso, hoje em dia as pessoas têm informações sobre tudo, mesmo quem é de baixa renda possui formas de consegui-las e, mesmo assim, preferem ignorar tudo isso. Acredito que quanto mais informações temos, mais elas são ignoradas.
    Bjos e boa semana!
    http://amonailart.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Gostei muito do seu post e confesso que já fiz as mesmas indagações... Venho de um curso na faculdade que tem como meta maior a mudança da estrutura do modo de produção, mas isso é outro assunto, mas o que quero dizer é que participei do Movimento Estudantil porém não durei muito quando percebi que a maioria apesar de lutar por um mundo mais justo, nas pequenas coisas contradiziam o que lutavam. Sei que não íamos mudar o mundo a partir dos nossos protestos (mais ainda acredito na revolução, daqui a pelo menos 50 anos...), mas o que adianta tentar mudar o mundo se no seu dia-a-dia joga coisas no chão, destrata as pessoas, etc. Saí do movimento e do curso também (por outros motivos) mas está até na minha lista de metas do ano novo ser melhor e sei que pequena ou grande a minha parte eu faço! Como respeitar os demais, guardar o lixo na bolsa para não jogar no chão, pretendo começar um trabalho voluntário com animais esse ano e etc. Acho sim que cada um fazendo a sua parte teremos um mundo melhor. E acho também que fazer pouco é melhor do que ficar parado. É isso...
    Ah, eu vi a ideia do pote, achei legal.

    Estou seguindo!
    Te convido a conhecer meu blog: http://livrosebatons.blogspot.com.br/

    Beijos grandes

    ResponderExcluir
  31. Das cartas que tinha na manga para um papo sério com as turmas, a mais usada era a lenda do passarinho e a floresta em chamas;por menor que seja a ação é bem-vinda como somatório de outras mais que provocarão as mudanças necessárias para o bem geral.Ações estas, muito bem apontadas em teu texto e que a maioria dos educadores apregoa e pratica.Mas, ainda há muito chão pela frente até que cada pessoa independente de idade ou origem aja nesta conformidade tão urgente para o ritmo civilizatório.
    Começar local para mudar global, é possível e não faz mal,rs!

    Olhar pra si, vermos nossos próprios contrastes já é 1º passo para alterações significativas que queremos ao menos,equalizar;em nós,à nossa volta, nas redondezas...

    Achei muito simpática a idéia do pote e Maravilhosa a tua participação no 77 palavras.Arrasou mais uma vez, Bia.
    E,2013 começa com grandes remelexos.Levantando a poeira por aí.
    Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  32. Oi Bia querida, adorei sua reflexão, mas estou absolutamente sem tempo para comentar longamente, colocar minha opinião.
    Meus netos estão aqui, férias, loucura!!!
    Deixo meu grande abraço cheio de saudade. Temos um ano inteiro pela frente para conversar.
    Por enquanto desejo alegrias por aí, beijos.

    ResponderExcluir
  33. Olá! Tudo bem?
    Passando para te agradecer o comentário sobre o meu conto no Vendedor de ilusão.
    Aproveitei para ler o seu texto. Você escreve com a alma, tem sensibilidade aflorada. Gosto disso!
    Gostei muito e voltarei outras vezes.
    Abraços literários.

    http://didimogusmao.blogspot.com.br/ - blog.

    ResponderExcluir
  34. Bia,
    eu também vivo dentro de uma constante batalha entre razão e emoção, entre sentir e fazer.
    Acho que faz parte de nós todos como seres humanos.
    Acho que é bem por ai, o simples fato de não sermos indiferentes às coisas ruins e fazermos frente a elas, já são um bom começo.

    Um beijo,
    e uma linda semana!
    Jhosy

    http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  35. Olá Bia. Creio que entende meus intervalos de visitas por aqui porque seus textos possuem conteúdos ricos demais e convidativos a debates para se passar com pressa.
    A alusão que fez de o Hobbit é real na vida de todos, a diferença é que nem todos buscam conversar com o seu "eu" ruim e procurar corrigi-lo. Geralmente preferem ignorar e acreditar que só existe dentro de si um "eu" benevolente e que isto lhes basta. Situação muito cômoda.
    Este foi o post que mencionou sobre dirigir embriagado e comentou no Lisérgicos...
    Realmente, o susto que tomei e me levou a escrever aquele post foi o de tentar conscientizar que não basta apenas um motorista ter a responsabilidade de entregar a chave para outro que esteja em total sobriedade, há muitos sem noção que, ou dirigem embriagados ou são coniventes e acompanham os mesmos, arriscando suas próprias vidas.
    Há um seriado que passa no canal Sony Spin (uma emissora apenas de séries) chamado Joan of Arcadia. A trama é meio besta, gira em torno de uma menina esquizofrênica que acredita estar falando com Deus, quando parece-me que este "deus" não passa de sua consciência, ela delira, mas enfim... O que nos chama muito a atenção neste seriado é o personagem Kevin, irmão dela, que se tornou cadeirante em um acidente de carro numa madrugada pós-balada.
    De início tudo parece muito dramático, porém, o autor ou autora da série nos faz refletir quando o motorista, em grave estado de depressão, resolve processar a família pelo ocorrido. Em uma cena, quando Kevin o reencontra, posiciona-se como vítima por estar naquela cadeira de rodas e a resposta que recebe é: "Cara, eu estava chapado! Você não. Você estava sóbrio e poderia ter impedido toda esta tragédia que ocorreu em nossas vidas".
    É. Nem sempre quem está em uma situação ruim está somente pelas circunstâncias, mas por sua própria responsabilidade. Se Kevin tivesse a responsabilidade de impedir o amigo de dirigir embriagado e drogado, estaria caminhando.
    E existem tantos exemplos que parecem pequenos, mas imprescindíveis.
    Estes dias vi uma reportagem de uma senhora do RJ afirmando que não basta culpar apenas o governo e que ela procura conscientizar os moradores a não jogar lixo na rua, que falta conscientização que um lixo aqui e outro ali, na hora da chuva, pode virar uma catástrofe.
    Gostei muito do post e obrigado por novamente me mencionar.
    Abraço.

    => CLIQUE => ESCRITOS LISÉRGICOS...

    ResponderExcluir
  36. oi Bia, ó eu aqui de novo ~.^ ... bom, amei essa reflexão de início de ano. Se reformular, recomeçar é um desafio necessário. Concordo com você quando diz que não devemos esperar um ano melhor sem melhorar a nós mesmos. Bom saber que também pensas assim.
    Minhas lutas internas também são razão X coração!

    Desculpa a demora no comentário e uma ótima semana >.<

    bjux

    http://pingentesdeilusao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  37. Bia, fui atrás de seus pingos e me apaixonei pelo projeto. O mundo precisa de iniciativas como essa, não sei como confeccionar meus pingos, mas enviei um e-mail solicitando o guia...estou simplesmente encantada com essa ação e espero ser aceita no blog...muito obrigada mesmo por publicar sobre os pingos no seu blog...acho que deu para perceber o quão encantada e esperançosa estou <3

    bjus >.<

    http://pingentesdeilusao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  38. Olá Bia.

    As pessoas só começam a fazer a sua parte na construção de um mundo melhor, quando conseguem se libertar da orbita do proprio umbigo. Senão, ficam rodando em círculos, esperando milagres, salvadores... ...

    Um abração e uma boa semana.

    ResponderExcluir
  39. Bia, querida!
    Após passadas as festas, os momentos de exaltação e de descanso vim aqui agradecer o seu imenso carinho no decorrer de 2012!
    Foi maravilhoso ter a sua companhia, ler os seus textos sempre grandiosos que falam da realidade, da vida, da gentileza!

    Sabe, também pendo assim: não é o mundo que tem que mudar: mas os seus componentes - as pessoas- De que adianta frases lindas de recomeço, renovação se estas mesmas pessoas que pregam tudo isso jogam lixo na praia? Se não recolhem os dejetos de seus cães ao passear? Isso é uma falta de tudo, educação seria o mínimo!
    Ah, que incrível: também assisti ao filme o Hobbit e a parte que mais me intrigou foi o Gullun com sua dupla personalidade contraditória, remoendo valores, tentando sair de um abismo sem fim... Realmente valeu o ingresso por aquelas cenas!!!

    Mas o que vale mesmo é recomeçar nos Blogs, ver o trabalho maravilhoso dos amigos! Esse sim, é o verdadeiro recomeço, a vida nova!!
    Muito obrigada pro tudo Bia!!
    Desejo um novo incrível!
    Beijos e mais sucesso!!
    Boa semana!!!

    ResponderExcluir
  40. a tirinha reforça a dualidade e o paradoxo de nossa existência...
    penso que tempo e espaço são ambientes inteligentes aonde nós humanos devemos agir e criar!
    sendo assim o ano que começa realmente pede que entremos em ação!

    ResponderExcluir
  41. Adriana,vc é uma fascinantes descobertas da consiência coletiva em viver e fazer viver q já me dispus á encontrar,o q vejo,sinto,acredito e muito mais q quem saber da existência de uma auréa q contempla o Ser com a magia do amor e suas diversidades q envolvem e penetra no seu coração alimentando a sua alma com realidades provenientes de um Deus amantíssimo e poderoso q busca as realizações do bem em tudo e todas a maneiras de expressar a grandeza da vida, e é com pessoas assim como vc q a vida e seu entorno pessoal produz a felicidade da alma e consequentemente de nossa,minha,sua,deles de todos nós filhos de um Poder Superior.Pai Todo Poderoso,como a sua alma fazer-te entender.
    beijos "sufocando o meu coração de felicidades por vc"

    ResponderExcluir
  42. Olá.
    Gostei muito de tudo que vi por aqui, adorei seu blog,parabéns.
    Até mais

    ResponderExcluir
  43. Concordo com o autor das tirinhas. O certo é sermos cada vez melhor, pois na verdade, que fazem as coisas para melhor ou pior somos nós.

    Excelente!!

    Bj

    ResponderExcluir
  44. BOM DIA VENHO POR MEIO DESTA CONVIDA-LA A CONHECER MEU CANTINHO http://brechodosul.blogspot.com.br, JÁ ESTOU TE SEGUINDO E SERA UMA HONRA SE ME SEGUIR OK!!

    TE AGUARDO

    BEIJOS E TENHA UM MARAVILHOSO 2013

    MARCIA REGINA - BRECHO DO SUL

    ResponderExcluir
  45. Bia do céu so posso vir aqui com tempo rsrs para ler direitinho tudo que vc escreve (adoro) Bom falei um pouco sobre um mundo melhor domingo com a minha irmã, la em casa eu vivo um dilema, separa todo o lixo, inclusive eu lavo, comprei grandes cestos para acomoda-los até envia-los para coleta seletiva, mas o marido, filha adolescente e visitas caseiras tais como mamãe, vivem burlando meu sistema, colocam lixo orgânico onde so há lixo reciclado, reclamam do lixo que esta ali, querem colocar para o caminhão pegar enfim uma tristeza! poxa mesmo antes de haver os coletores no meu bairro ja havia a coleta seletiva, então não me custa esperar! eles se incomodam eu ja pedi até para deixarem que eu faço a lavagem a separação, mas até isso incomodam, eu tento seguir em frente afinal sei que estou fazendo uma coisa boa e quissá la na frente minha filha enxergue o real valor do que estou fazendo agora! é claro que eu tenho muitas coisas para mudar em mim ainda, coisas que eu nem reconheço, mas comentei com minha irmã parece bobagem mas eu me sinto muito bem fazendo isso, tem o mesmo efeito de quando eufaço doações de valores, roupas, brinquedos, enfim eu sinto que estou retribuindo ao planeta.

    Bjs

    Gélia

    ResponderExcluir
  46. Olá Bia, passando para deixar o meu carinho, beijinhos.

    ResponderExcluir
  47. Achei totalmente incrível este post. Relatando a história do Ricky, que humildemente se achava impotente. Ora, quem diria. Na teoria não há preconceito, e todos se amam. Mas a prática é sempre revelada com o tempo, quando as máscaras não são sustentadas.
    É muito mais fácil ficar reclamando do que realmente mostrar aquele espírito aguerrido que tantos prometem. Até nós mesmos, nos jurando atitudes, mas paralisamos.
    E aquela ousadia de pessoas que são cruelmente julgadas são as que fazem realmente a diferença.


    Parabéns pelo blog


    Hey, tem post novo lá *-*
    Te espero pra um comment, valeu ^^

    diademegalomania.blogspot.com

    ResponderExcluir
  48. Olá Bia! Obrigada pela visita e por deixar lindo comentário. Minha querida, como te vejo uma pessoa amante da leitura, ganhei um SELO LITERÁRIO e postei um pra você, espero que goste. Veja link na lateral do blog( Selinhos que ganhei de presente). Bjuss uma linda noite.

    ResponderExcluir
  49. Bia! Gosto muito de tudo que você escreve e vir aqui sem ler tua postagem é cometer um pecado porque você escreve muito bem. Quando estou com pressa nesta vida corrida de dona de casa, professora, blogueira... as vezes leio e não deixo um comentário como deveria. Hoje lendo teu artigo, e vendo esta pergunta:Como as pessoas podem ser melhores para ajudar o mundo? E eu respondo com uma pergunta, o que estou fazendo, qual a minha contribuição para melhorar este mundo que é nosso?
    Se cada um de nós refletissemos melhor no que estamos fazendo para salvar o planeta, com certeza o pouco, seria muito e o planeta não estaria sofrendo tanto. Belo texto minha querida! Parabéns! Sou tua fã!!! Abraçoss

    ResponderExcluir
  50. Querida Bia!

    Eu venho fazendo a minha parte, mesmo quando parece impossivel. Alias, nunca consigo deixar de me importar com tudo e todos que me cercam.

    A tirinhas é bárbara!

    No meu caso, eu nao estou começando nem recomeçando meus planos plantados ontem, estou continuando. Contudo, tenho um enorme desafio nos proximos meses, e estou um pouco apreensiva com ele. O negocio é seguir em frente.

    Beijos

    ResponderExcluir
  51. Para melhorar o mundo cada um faz um pouco. São pequenas coisas do sua a dia. Como blogueiros por exemplo, mudamos ideias, educamos. Multiplicamos o bem.
    Um dia isso melhora.
    Gostei do seu blog por isso já a sigo.

    ResponderExcluir
  52. Olá Bia!

    Gostei muito de ler o teu post. Está muito reflexivo, (este é o lado mental), que faz outras mentes funcionarem. Mas também está muito apaixonado e cheio de emoção, (aqui entra o lado dos sentires, o coração). O mundo não muda, só porque entramos num novo ano. O mundo muda quando nós humanos começarmos a agir mais com o coração, escutando o que ele nos diz.

    Um dia feliz, está sol aqui hoje em Portugal.

    Beijinhos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.