domingo, 8 de setembro de 2013

Carta para a vovó

imagem by freepik

Oi, vó!

Hoje é domingo, dia que me faz lembrar especialmente da senhora, sempre recostada nos travesseiros da cama ortopédica para aliviar as dores na coluna, de quem trabalhou muito e apanhou muito da vida também. Eu ficava sentada ao lado aprendendo os pontos básicos do crochê, seu passatempo predileto, e algo sobre costuras e tricô, enquanto assistíamos ao programa do Silvio Santos e tentávamos descobrir "Qual era a música" - era  apaixonada pelo Wando.
Lembro-me do cheiro da cera que sempre passava em sua casa, tão caprichosamente arrumada e enfeitada com suas bonequinhas, peças de biscuit e vasos de plantas tão bem cuidadas. Eu tomava o escovão* das suas mãos e terminava de lustrar o chão para polpá-la do cansaço.
Aliás, tantos cheiros...da carne assada na panela, dos cuques de final de tarde, do rouge* que passava no rosto, do talco, do creme Nívea e do Leite de Colônia (ou de rosas) que usava para cuidar da pele. E havia ainda o seu cheirinho que eu sentia no lençol quando dormia final de semana em sua casa para lhe fazer companhia. Acordava 6 das manhã com o barulho do radinho de pilha ligado na rádio AM local para escutar as notícias e as notas de falecimento. Quando falecia um conhecido vestia-se solenemente, apanhava sua bengala e eu a acompanhava enquanto admirava sua capacidade respeitosa de consolar a família sem tornar o momento ainda mais triste.
Aliás, sua força é sua herança mais admirável. Infância difícil, perdeu a mãe no parto, foi maltratada, perdeu os três filhos homens ainda bebês e o marido jovem, criou sozinha as três filhas que ficaram... e apesar de tantas perdas conservava por trás das lentes um penetrante olhar azul por onde a vida transbordava coragem mesmo quando chorava lembrando suas dores. Não aprendeu a ser carinhosa, mas era extremamente amorosa.
Guardo até hoje os sábios ditados populares que sempre encaixavam tão bem em qualquer situação e agradeço por ter perdoado minhas faltas, inaceitáveis para os padrões da sua educação mas superados por seu amor não só de avó, como também de madrinha de Crisma.  
Apesar de oito anos de saudade tenho orgulho por ter sido sua neta preferida e ter aprendido tanto contigo. Tenho certeza que hoje está num lugar lindo e merecido de alegria e descanso e que onde quer que esteja, ainda olha por mim.

Ass: sua neta.

Quem não sabe respeitar um idoso é porque não viveu a importância deles na sua vida.

Escovão: artefato pesado de ferro usado para lustrar o chão (foto aqui).
Rouge: o mesmo que blush.

Ps: Estou em atraso com o sorteio de aniversário do blog, estarei realizando até a próxima sexta.

36 comentários:

  1. Uma linda homenagem a sua avó. Também recordo com muita saudade a avó Piedade apesar de ter partido quando eu tinha apenas 6 anos de idade. A avó Carmo eu só vi por 3 vezes até aos 18 anos, quando ela faleceu. Tudo o que sei dela da sua coragem de mulher pobre com 11 filhos, foi-me contado pela minha mãe e tios.
    Um abraço e resto de bom Domingo.

    ResponderExcluir
  2. Oi Bia,
    Na vida é assim mesmo, vamos perdendo a maioria dos que nos amaram e elas ficam povoando sempre os nossos pensamentos. Hoje até o amor de família está morrendo, pois alguns filhos não veem a hora que os pais morrem, para ficarem livres para fazerem besteiras, esquecem tais filhos que a velhice, se não morrerem jovens, também baterão em seus corpos e sentirão a dor do desprezo.
    Eu adorava minha vó materna.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  3. Olá Bia, um bom dia a vc.. poxa muito interessante as lembranças a sua vozinha, a minha vozinha justo hj faria 92 anos se estivesse com a gente, mas se foi a 4 anos já.. o bom das lembranças é que elas nunca morrem e muito pude aprender com a minha querida vozinha vou deixar algo que fiz a ela e que serve a todas as vós .. espero que goste desde já te desejo um lindo dia bjs

    UM ADEUS SILENCIOSO

    Um anjo segura a tua mãozinha;
    Não tenhas medo minha avó querida...
    Tua alma não vai para os céus sozinha...
    Ele vai ao teu lado minha vida;

    E partes para os céus minha vozinha...
    Sem mais sentir a dor duma ferida;
    Partes tão linda e toda vestidinha
    De branco-pérola e resplandecida;

    Um adeus silencioso e já distante...
    Partistes deste mundo meu diamante...
    Para descansar nos braços de Deus;

    Resta-nos a lembrança mais bonita
    Da rosa margarida que palpita...
    Nos nossos corações dizendo adeus;

    ResponderExcluir
  4. Emotivo y Lindo Homenaje a su avó...Personas que siempre dejarán su huella en nuestras Vidas.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Olá!Bom dia
    Bia
    Que lindo e emocionante texto
    Parabéns pela homenagem à avó...
    Por pouco tempo, era muito criança, para não dizer bebê, eu tive o privilégio de conviver com meus avós. Mas acredito que minha vida poderia ter tido um saborzinho a mais se tivesse passado mais , por essa experiência que você, lindamente, descreveu. Deve ser muito gratificante poder contar com a cumplicidade dos avós, gozar de mimos e preferências, regalar-se com as guloseimas , que só os avós sabem proporcionar. E que , com certeza, apesar de tantas dificuldades,como no caso de sua avó, que teve uma infância difícil, transbordavam coragem mesmo quando lembravam suas dores.Sim,talvez, tivessem um olhar para a vida de um ângulo mais rígido e conservador. Mas, que sem o conhecimento da tecnologia moderna e avançada de hoje, sempre carregavam uma grande bagagem de conhecimentos e uma sabedoria que o tempo e a vida se encarregou de moldar. Os avós , com sua história de vida, sempre nos passam o legado do amor, responsabilidade, perseverança e disciplina.
    Me emocionei porque sou muito ligado à família e às lembranças.
    Agradeço pelo seu carinho,sempre, comigo!
    Obrigado!
    Belo domingo e início de semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Bia,
    boa tarde,
    bela carta cheia de sentimentos e lembranças.
    vc mostrou o sentimento que todos nós sentimos em algum momento pelos nossos avós,
    o amor incondicional e respeito por eles.

    (Seus comentários sobre os meus comentários são fantásticos)
    eu adoro...
    muito obrigado

    Desejo-lhe uma boa semana
    um grande abraço

    ResponderExcluir
  7. Que linda e emocionante carta/ homenagem essa! Tua vó ,de onde está, agora descansando, deve ficar feliz em te ver lembrando de cada detalhe lá da casa dela, até dos cheios, de tudo que viveste;. Lindo! Adorei esse carinho e reconhecimento! beijos,chica

    ResponderExcluir
  8. Que homenagem mais linda, Bia! Belas lembrancças... Vô é o tipo de pessoa que dá vontade de carregar no colo, né? Abraços e lindo domingo.

    ResponderExcluir
  9. Olá Bia,linda homenagem à sua avó.
    Sabe,eu também amava muito as minhas duas avós.
    Mas,a minha avó materna é à que eu mais me identificava,a que eu gostava
    de ficar em sua casa e ouvir suas lindas estórias.

    Bjs amiga e obrigada da visita e comentário.

    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Bia, emocionei-me ao ler e sentir as tuas palavras para a avó e que também se estende aos idosos.
    Não tive esse privilégio de conviver com avós.
    Em cada cheiro, um aprendizado, um carinho.
    Beijo e boa semana!

    ResponderExcluir
  11. Maravilhosos sentimentos belos e tocantes letras!

    ResponderExcluir
  12. Olá Bia.

    Boa noite.
    Carta linda e emocionante, para a tua avó que já não se encontra neste plano. Porém, acredito que mesmo noutra dimensão, acredito que ela olhe por ti e te ajude do outro lado.
    Acredito na vida depois da vida.

    Beijinhos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi linda, me fizeste lembrar de minha única avó (materna) que já se foi a uns 14 anos, tão fofa, tão corajosa, tão batalhadora, uma linda. Lindas recordações que vc tem de sua avó. Com certeza ela está feliz. Um bj querida.

    ResponderExcluir
  14. Meu avô foi, depois do meu pai,o meu gde heroi. Até hj, depois de seu desencarne em 2001, ainda sinto a sua presença. Bjos, Bia e uma boa semana.

    ResponderExcluir
  15. Oi Bia,

    Que emocionante texto em homenagem a sua avó. Avós sao inexplicáveis, graças a Deus, ainda tenho as duas, mas meus avôs, os dois já partiram...

    Quando minha avó materna ficou adoentada, o medo de perdê-la me fez escrever esse texto:

    Eu Sei

    Navegarei solitária pelo mar gelado do meu coração,
    Sei que será assim depois da sua partida,
    A sua ausência transbordará nos olhos uma chuva de lágrimas,
    Pressinto,
    Desolação,
    Solidão,
    O vazio que deixará no meu peito,
    Será eterno,
    A saudade se transformará em dor,
    Serei como a correnteza do mar, só que correndo ao contrário,
    Barco sem rumo, sem bússola, sem velas,
    Tentarei conformar-me,
    A hora aproxima-se,
    Estamos todos alertas.
    Além do desespero, algo sobrenatural consola-me,
    Voltará para a casa e serás livre,
    Seu espírito encontrará os seus,
    Aqueles que lhe fizeram falta uma vida inteira.
    Aqui serás inesquecível,
    Única para cada um de nós,
    Lá no céu a festa foi anunciada,
    Já estão a sua espera,
    Eu sei que para nossa tristeza cearemos sem você,
    Mas sei que para a sua alegria, depois de tanto tempo, ceará com eles...

    Abçs

    ResponderExcluir
  16. Sabe Bia, senti como sua Avó fosse a minha, seria perfeita! Não tive avó, já com dois aninhos, elas já tinham virado luzes... As Avós dos meus amigos sempre foram as minhas... Adoraria ter conhecido a sua!
    Sempre falo - Esses bons sentimentos sempre se eternizam no coração e é atemporal. Que sortuda!!!
    Tenha uma semana luz!

    Bjãoooooo

    ResponderExcluir
  17. Repleta de ternura, esta carta para vovó! Linda!
    Beijo

    ResponderExcluir
  18. Ah, Bia, este imenso a amoroso olhar azul de tua avózinha era o mesmo que eu encontrava na minha; estes doces anjos que nos acalentaram os dias, hoje alegram paraísos divinos, com certeza.
    Lembranças caras e inesquecíveis.
    Um abração e boa semana.
    Calu

    ResponderExcluir
  19. Lindo texto, Bia. Nossos avós são elos com outra época e com um amor que ultrapassa qualquer barreira.
    Bjos!
    http://amonailart.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Bia, um beijo no seu coração e a minha admiração a você que nos oferece um texto tão lindo e emocionante. Excelente!

    ResponderExcluir
  21. Menina e qto usei escovão para deixar o chão brilhante e ainda passava a cera em pasta com pano ajoelhada kkkkk tudo pra ajudar minha avó que na época trabalhava quase todos os dias como faxineira tadinha, a carta é emocionante, ainda tenho as duas vivas são grandes mulheres, ainda não consegui aprender o ponto cruz mas estou tentando kkk.

    ResponderExcluir
  22. .


    Felizmente a minha avó ainda
    vive, mesmo que dentro do meu
    peito tão somente. Minha avó
    era tão querida quanto a sua
    e tinha em mim o que a sua de
    você nunca escondeu. Dos pon-
    tos em cruz e do crochê eu nada
    fiquei sabendo, porque vovó
    deixava o que fazia em segun-
    do plano quando eu, que tam-
    bém era como você o neto
    preferido, chegava à casa dela.

    Sua avó, Bia, talvez não tivesse
    dado a você o carinho que você
    tinha para receber, mas deixou
    nos seus cabelos o deslizar
    macio de uma mão tão fina como
    fina foi a linha que seguiu pela
    vida afora.

    Um beijo para a neta de quem
    cantava ouvindo Wando e bordava
    enquanto o tempo não chegava
    para acompanhá-la até o lugar
    que ela está agora; na sua do-
    ce lembrança, Bia, e no seu co-
    ração.

    Um beijo.

    silvioafonso







    .

    ResponderExcluir
  23. Me emocionei com seu texto, Bia. Que linda homenagem vc fez. Minha vó paterna ainda é viva, mas a materna infelizmente já se foi e sinto muita falta. Respeita idosos é o mínimo para comprovar seu caráter. bjssss

    ResponderExcluir
  24. Me emocionei com seu texto, Bia. Que linda homenagem vc fez. Minha vó paterna ainda é viva, mas a materna infelizmente já se foi e sinto muita falta. Respeita idosos é o mínimo para comprovar seu caráter. bjssss

    ResponderExcluir
  25. Oi Bia,

    Quanto sofrimento enfrentaram nossos avós e bisavós!
    Mesmo assim, nos deixaram lições, das quais levamos para a vida toda. Sua carta é uma prova disso.

    A realidade de nossos idosos, hoje é um tanto triste. Muitos estão e foram abandonados em asilos, casas de idosos, por quem eles mais amaram e dedicaram boa parte de suas vidas. Estão esquecidos, a mercê da boa ajuda de pessoas estranhas.
    Há a necessidade urgente de reumanizar os corações e entendermos que o idoso não é um objeto descartável, mas um ser que tem muito a nos ensinar.
    Abraço.

    ResponderExcluir

  26. Oi Bia,

    Que delícia a leitura desta carta. Até me emocionei. Sua avó teve uma vida difícil, mas mostrou-se forte em superação. Lindo este seu carinho em homenageá-la, trazendo doces lembranças de sua convivência com ela.
    Você disse uma frase que me chamou a atenção: "Não aprendeu a ser carinhosa, mas era extremamente amorosa". Há pessoas assim em minha família. Não conseguem expressar carinho, mas são amorosas ao extremo.
    Achei engraçado você explicar lá em baixo o que é escovão-rsrs. Sei bem o que é, pois era obrigada a passá-lo no chão em meu dia de arrumação da casa. O sistema na casa de minha mãe era bem rígido-rs. Com certeza, a geração mais nova não está familiarizada com este instrumento-rs.
    Homenagem doce, carinhosa e encantadora, Bia. Tenho certeza de que sua avó, de onde ela está, recebeu esta sua vibração de amor e carinho.

    Ótimo dia.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  27. Ai, Bia, tô com lágrimas pulando aqui...
    Lembrei tanto a minha avó paterna, com seu texto... parece que vc falava dela.
    Minha avó não morreu, mas foi acometida pelo mal de Alzeheimer e não lembra mais de mim, quer dizer, lembra de mim criança.
    Seres encantados são as vovós. Sortudas fomos nós por termos convivido com elas.

    Um beijo querida, tô no aguardo do sorteio tbm.

    ResponderExcluir
  28. Mulher com "M" maiúsculo, que não se deixou quedar e venceu os desafios que a vida lhe impôs. Uma herança de valores lhe deixou. As pessoas, antigamente, não sabiam ser carinhosas, por mais que amassem. Ainda hoje, muitos são assim, e o sentimento é percebido em outros gestos, na forma de olhar e proteger. Bjs.

    ResponderExcluir
  29. Olá, Bia.

    Lindo e emocionante escrito. Reverenciar nossos avós, é compreender a vida e as tantas lições do tempo.

    Um abração e um bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  30. Bia,

    Eu me senti um tantinho melancolica, pq me lembrei da Tia Tina (tia de coração), que criou a mim, minha irmã e sobrinhas, que era um amor com minha filha, amava os animais e as crianças.... ahhh saudades...

    Bom final de semana!

    Beijos

    ResponderExcluir
  31. Que lindo!
    Pessoas como a sua avó deveriam ser eternas.
    Minha mãe as vezes fala Rouge quando ela quer pegar meu blush rs
    Coisas simples que nos marcam né?

    ResponderExcluir
  32. Bia,que emocionante sua carta e a lembrança de sua avó,uma mulher admiravel!Bjs,

    ResponderExcluir
  33. Bia,
    sinceramente eu chorei lendo.
    Chorei por que foi muito doce de sua parte compartilhar conosco tão belas lembranças. Amei cada parte delas.
    E suas palavras me trouxeram lembranças muito claras da casa de minha avó, dos cheiros, das histórias... E carregar o que ela me deixou de herança é tão gostoso!
    Eu aprendi a costurar e a bordar com minha avó. E amo fazer as duas coisas!
    Minha casa é cheia de lembranças que ela me manda. Toalhinhas, bordados, almofadas bordas... São mimos que tem um extremo valor sentimental para mim.
    Amei mais uma vez te ler e mergulhar nas suas lembranças que despertaram tantas das minhas...

    Um beijo,
    e uma linda semana desde já.
    Jhosy

    http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Retribuindo as visitas, já divulgo o novo blog: http://50ncesdecinza.blouangspot.com.br/

    demoro mas respondo,kkkkkkkk doces lembranças querida. vou levar teu link, bjs

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...