sábado, 9 de agosto de 2014

Formulário de emprego e uma comemoração

imagem daqui

Já quis ser astronauta, mágica, bailarina e marinheira. Fiz cosquinhas no meu irmão para ele parar de chorar, me escondi pra não apanhar, já me queimei brincando com vela, falei com o espelho e até brinquei de ser fada - e bruxa. Já me escondi atrás da cortina e esqueci os pés pra fora e caí de cara na lama tentando andar de bicicleta. Passei trote por telefone, tomei banho de chuva e um resfriado depois!

Já confundi sentimentos e peguei atalhos errados, raspei o fundo da panela de brigadeiro, cantei ouvindo música no ônibus e de vez em quando me deixo andar pelo desconhecido. Já pensei em subir no telhado para pegar estrelas, tentei subir em árvores para pegar frutas, caí de bumbum na escada, escrevi na carteira da escola e chorei sentada no chão do banheiro.

Já fugi de casa pra sempre sem passar do portão, corri pra não deixar ninguém esperando, fiquei no meio de mil pessoas sentindo falta de uma só. Vi por-de-sol cor de rosa e alaranjado, já vi formas em nuvens, já olhei a cidade de cima, senti medo do escuro, tremi de nervoso, já acordei no meio da noite e fiquei com medo de abrir os olhos e sempre renasci só para sonhar rever o sorriso de alguém especial.

Já apostei corrida na rua, deitei na areia da praia para ver a lua e já gritei de felicidade. Já criei e fechei blogs, exclui todos os arquivos de um pendrive sem querer e bloqueei minhas próprias senhas. Chorei por deixar amigos mas descobri que logo vem novos... até descobrir que a vida é um ir e vir sem razão. Tantos sentimentos carregados de emoção e guardados num baú chamado coração.

E então um dia encontrei um formulário de emprego com a interrogação: "qual é sua experiência?" Essa pergunta ecoou até virar outra... será que tentar plantar sorrisos é uma boa experiência? Certamente, para quem sempre deseja colher sonhos.

Mas afinal, quem tem (ou o que é) experiência, se a todo momento tudo se renova?

*Encontrei esse texto, escrito há alguns anos atrás (desconheço o autor) e que li quando procurava um novo emprego, e com algumas adaptações imaginei ser ideal para comemorar o aniversário desse blog, completando 3 anos em 04/08/2014. Foram várias transformações internas e externas e muito do que está escrito não só já fiz, como ainda faço...

O blog é um registro dessas transformações, porém me sinto muito mais próxima do que sempre deveria ter sido. Permanece o brilho no olhar, a simplicidade dos hábitos, a tendência a sorrir sempre, a responsabilidade, a capacidade de adaptação, o gosto pela música e o mais importante, o amor (pelos meus, por ele). É da essência que falo... tudo se renova, experiências, contextos, situações, mas percebemos o amor generoso quando estamos próximos de pessoas que nos fazem querer ser melhor, mas não exigem que deixemos de ser quem somos. Hoje me sinto cercada por pessoas assim.Transformações positivas nascem de uma necessidade pessoal, não de uma imposição.

Grande parte dessa aceitação conheci na blogosfera, tenho certeza que foi fundamental na construção das minhas renovações e por esse motivo eu sou muito, muito grata pela generosidade de quem passa por aqui e me ajuda, após ter tido uma educação cercada de amarras, a olhar o mundo sem grilhões.

Um brinde a nós, ao infinito...e além!!!


Leitura complementar lá no blog da Calu: clique aqui.



47 comentários:

  1. Bia,m que beleza de texto e tens razão! Com tantas experiências vividas como especificar uma? Qual a mais importante delas? A que consta num currículo cheio de mequetrefes ou a realmente vivida, cheia de alegrias, bons momentos! Adorei,mais uma vez! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Ops, esqueci da comemoração,rs Parabéns pelo blog e que fiques muitos anos por aqui! bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Chica! É verdade, no saldo final, são as alegrias que valem! Me pego diversas vezes percebendo que quando eu acho que tenho uma boa bagagem de conhecimentos, percebo que não, e seguimos nos renovando. Obrigada pelo carinho e também é bom tê-la sempre por aqui! Um abraço!

      Excluir
  3. Olá, Bia, texto bonito, sempre gostei dele, mas faz tanto tempo que o li... Suas adaptações também ficaram legais! Parabéns a vc e ao blog que completou três anos! Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maria, como vai? Esse texto é mesmo fantástico, leve e questionador ao mesmo tempo... obrigada pelo carinho, um abraço!

      Excluir
  4. Eh motivo de festa, três anos emblemáticos que marcam a blogosfera com esta página única e fértil em tantas interações maravilhosas.
    Relembrei o texto e o acho perfeito para a ocasião, Bia; nossos passos são bem mais marcantes quando ajudam a florescer os caminhos e vc assim o faz.
    Parabéns! Vida longa ao blog e à dona.
    \0/ Agradeço muito teu carinho e me sinto premiada por participar desta postagem.
    Bjkas mil,
    Calu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Calu!
      Gosto demais desse simbolo \0/ sempre me sugere festa, alegria, vida... :D
      Penso que a vida será e vão a partir do momento em que nos abstemos da capacidade de fazer florescer, não só a nossa vida, como a do outro.
      Obrigada pelas palavras sempre tão bem colocadas e pelo carinho que sempre chega até aqui.
      Um abraço!

      Excluir
  5. Ahhhhh que massa!
    Quantas transformações e olha que muito mais ainda por vir.
    Mudamos tanto que nem paramos pra pensar.

    Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nathália! E sabe o que eu descobri? Que é melhor nem parar muito para pensar mesmo, hahaha, quanto mais temos a capacidade de seguir em frente (com consciência, não levianamente) melhor conseguimos absorver o que está por vir!
      Obrigada, um abraço!

      Excluir
  6. Bia,

    Hoje fui andar na praia com minhas sobrinhas, hoje duas mocinhas lindas de 20 e 22 anos. Falei de tantas coisas, ouvi tantas outras, uma troca. Comentávamos o lamentavel vício do celular, que pessoas ficam lado a lado mas totalmente distantes uma das outras. Então, falei do que os blogs e a blogosferas fizeram por mim: acrescentaram, complementaram e acho que tenho caminhado para o infinito. Depois de minha experiencia de moleca e distribuidora de sorrisos, sou uma pessoa que compartilha sentimentos, vivencia e que dá importância à vida. Inclusive à sua querida Bia!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sissym!
      Algo importante que aprendi nesses anos é o valor de saber apreciar a conversa de cada idade. Todos, de dois a oitenta anos, todos tem algo a nos mostrar, ensinar, seja simplicidade ou sabedoria. Os jovens nos trazem uma ideia fresca da vida. O celular é ótimo meio de interatividade, inclusive em grupo presenciais, mas não é legal que substitua o contato oral, físico...
      Crescemos juntas na blogosfera e hoje me pego imaginando como eu teria resolvida várias situações se não tivesse o apoio que encontrei aqui. Toda forma de interação e trocas positivas são válidas, não é mesmo?
      Sua capacidade de trocar e se importar também é ponto meu de admiração por você, meia irmã!
      Abraços, ótima semana!

      Excluir
    2. Este mundo virtual apareceu na minha vida num momento muito delicado, sou grata a todos que sempre foram solidários e com palavras doces ficaram ao meu lado. É isso. A minha vida é um livro, só falta edita-lo.
      Bjs

      Excluir
    3. Faço das suas palavras as minhas, Sissym, o blog trouxe uma visão diferente em momentos conturbados... o caminho teria sido mais longo para o auto-resgate se não tivesse passado por aqui.
      E minha vida também é um livro, mas há ainda muitos capítulos a escrever antes da edição, hahaha. Um abraço!

      Excluir
  7. Parabéns pelo aniversário do blogue. E oxalá tenha conseguido o emprego.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Elvira! Na época consegui sim o emprego, e há anos sou concursada, hoje trabalho em escola pública e não preciso mais encarar formulários de emprego, hahaha, somente o conhecimento cotidiano da vida.
      Um abraço!

      Excluir
  8. Olá, querida Bia
    Parabéns pelo níver de 3 anos do seu blog!!!
    Vc galga degraus de verdades ditas com respeito e isso me conquista...
    A pessoa quando é bruta, sem docilidade, passa isso nas linhas... não é preciso ser radical para ser sincera... Vc tem um dom da delicadeza implícita e isso me encanta pois é raro nos dias atuais...
    Continue assim... renovada e feliz!!!
    A Santíssima Trindade está muito interessada em nossa felicidade...
    Que seja com muitas alegrias o blogar para VC!!!
    Bjm fraterno e festivo de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rosélia! Obrigada pelo carinho! "Não é preciso ser radical para ser sincera".. bingo! Está aí algo que definitivamente aprendi a lapidar inclusive através das leituras pela blogosfera e eu só tenho a agradecer pelas partilhas.
      Muitas felicidades para você também, tem um coração enorme!!!
      Um abraço!

      Excluir
    2. Me esqueci de dizer, querida Bia, que registrei a data feliz pra vc e pra nós, seus leitores, aqui:

      http://espiritual-mimo.blogspot.com.br/2014/08/3-anos-de-blog.html

      Bjm festivo

      Excluir
  9. Bom quando um blog comemora aniversário. Ainda mais sendo um blog de bom conteúdo, com a pessoa receptiva que vc é, com certeza temos um carinho todo especial.
    Parabéns e vida longa ao blog!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Clara! Muito obrigada pelo carinho, chegou até mim. Procuro ser receptiva porque sei que não carrego todas as verdades e posso sempre aprender com quem vem até aqui. Um abraço!

      Excluir
  10. Bia, já fiz uma brincadeira dessas com cem informações relevantíssimas sobre a minha pessoa... haja assunto. Gosto dessa coisa de texto descompromissado.

    Vida longa ao blog, que venham muitos mais textos lindos e inquietantes como é costumeiro por aqui.

    A propósito, eu fechei (não excluí) o Inquietude e tento explicar o motivo nesse outro endereço aqui. Vou amar se você aparecer.

    Beijo!

    Milene.

    http://outraletra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Milene! Tive um blog onde haviam duas colunas, "eu já" e "eu nunca", mas acho que não cheguei a cem itens, hahaha.
      Já fiquei em seu novo espaço... também já fechei blogs, exclui alguns, e compreendo que são reflexo do que somos ou sentimos em determinados momentos. Os que tenho em ativa hoje são meus xodós e cada um reflete bem uma parte de mim. Que essa sua nova parte seja tão delicadamente inquietante como o Inquietudes, onde eu me emocionei e me abri várias vezes.
      Um abraço!

      Excluir
  11. Olá! Um texto muito interessante que relata a rotina de muitas pessoas. Há quem escapa das guarras sociais e se revoltam, mudam, transformam...! Você é uma pessoa assim, parabéns! Parabéns por partilhar suas experiências conosco! abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ives!
      Obrigada pelo carinho, transformar faz parte da busca pelo crescimento pessoal e capacidade de ser feliz. Um abraço!

      Excluir
  12. Passando para desejar uma semana maravilhosa pra você...

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ani, tudo de bom pra você também!!! Um abraço!

      Excluir
  13. Bom dia! Está tudo bem?
    Três anos de blog, que coisa boa, parabéns!

    As coisas essenciais e vitais de nossas vidas, são encontradas nas coisas mais simples. Citastes muito bem em seu texto: "brilho no olhar, tendência de sorrir sempre, simplicidade, responsabilidade, amor...", é disso que a vida, a blogosfera e o mundo precisam. Infelizmente, em nome de um brilho fosco, muitas pessoas trocam os pés pelas mãos, invertem valores e o resultado a gente já sabe no que vai dar...
    Sigo seu blog porque é simples, bom de ler e agrega conhecimentos.
    Obrigado por compartilhar seu espaço, sua visão da vida e do mundo. Mais uma vez parabéns e sucesso. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Nestor!
      Obrigada por suas palavras e pela atenção constante que sempre demonstrou à minha pessoa. Como eu já disse, vejo em você uma espécie de irmão mais velho bem diferente do meu, hahaha, aquele que conhece a fundo seu próximo... em alguns momentos li em seus comentários sentimentos que nem mesmo eu estava conseguindo enxergar, clareando caminhos.
      Também você me lembrou, entre outros, como é bom o simples, através do seu livro, seu blog, o gosto pelo cultivo das orquídeas, a proximidade com a família e o carinho com a esposa e o filho. Que possamos trocar muitas ideias por esse mundo da blogosfera!
      Um abraço, e obrigada!

      Excluir
  14. Bia, um beijo grande no seu coração! Quero lhe parabenizar por mais um aniversário de seu blog. Através dele conheci você e isso me fez descobrir de algum modo a beleza de pessoa que certamente você é. Esse é um espaço que, com certeza, deve refletir bem o seu jeito de ser, agir e pensar. Um beijo no seu coração. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Pc, obrigada, sua presença aqui é sempre bem-vinda. De fato me revelo bastante aqui a ponto de saber que muitos que me acompanham por aqui me conhecem mais do que alguns do meu convívio "real"... Agradeço, um abraço!

      Excluir
  15. Oi, Bia!
    Que delícia é aniversariá!
    :D
    Esse amor generoso que espontaneamente nos provoca e se faz multiplicar. Por isso a necessidade de doação. É o que faz aqui no seu blogue... nos dando reflexões filtradas, muito bem pensadas e perfeitamente escritas. Só tenho que agradecer todos os seus anos de blogagem!
    Quanto ao texto, existe uma disputa editorial. De um lado o escritor Félix Coronel, que publicou no livro “Como é que é?” (2003) e do outro lado Juliana Spadotto que registrou o texto na Biblioteca Nacional em 2004. Pela data da publicação, concluo que a autoria seja de Félix e também por ele ser um autor publicado. A Juliana é tradutora free lancer.
    Parabéns pelo blogue e espero estar presente nas próximas comemorações!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luma!
      Ah, eu gosto de aniversários, hahaha, embora seja um fiasco para lembrar datas, kkkk!
      Acredito que os anos de blog trazem uma leveza na escrita, descompromisso, não com a responsabilidade ou conteúdo, mas sem a necessidade de impressionar ou gerar números... penso que quando se chega nesse momento viver sem escrever no blog já não é mais uma opção constante.
      Amo sim, muito, e gosto mais ainda quando posso distribuir esse amor. :)
      Puxa, então tem conhecimento sobre os possíveis autores desse texto? Sempre que vou ao seu espaço fico encantada com as inúmeras referências que faz a filmes, livros, documentários... como arranja tempo para ver/ler tudo isso? hahaha... Um banho de cultura!
      Agradeço o carinho e meu desejo de estar sempre por perto é recíproco. Um abraço!

      Excluir
  16. Bia, de fato o que conta na vida são esses momentos lindos que viveu e não a experiencia postada num formulário. Lindo seu texto e muito verdadeiro! Aproveito pra desejar felicidades a vc pelos 3 anos de blog! bjs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Anne! Grande parte das empresas me parece considerar um sistema de seleção um pouco injusto, porque não analisa de fato a capacidade e o grau de comprometimento e responsabilidade de cada um. Há pessoas que ficam muito nervosas no embate de uma entrevista e acabam ocultando seu potencial e perdendo a oportunidade de mostrá-lo realmente. Um abraço!

      Excluir
  17. Bia, creio que as experiências individuais caminham na mesma direção e são parecidas em algumas fases da vida. Esse texto que transcreveu é belo e poético, pois mostra vida, em sua simplicidade. Quando olhamos para trás percebemos o quanto mudamos no transcurso dos anos. E sabemos que continuaremos esse processo até o fim de nossa existência.
    Parabéns pelo aniversário do blog. Suas considerações mostram sensibilidade e carinho, características constantes em seu acolhedor espaço. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marilene! Saudades de você e suas palavras sempre carregadas de sabedoria. Gosto da leveza desse texto, que mesmo trazendo algumas passagens não tão alegres, ainda assim sugere o quanto o simples é o que marca de fato.
      Obrigada pelo carinho, tê-la por perto é sempre fantástico.
      Abraços! Vanessa

      Excluir
  18. Oi Bia,

    Nada melhor do que vivencias pessoais para adquirirmos experiências...

    Parabéns pelo aniversário do blog!

    Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa! E as experiências vão assim, sempre se renovando, bom é estar aberta a elas.
      Obrigada pelo carinho, um abraço!

      Excluir
  19. OI BIA!
    EM PRIMEIRO LUGAR, PARABÉNS PELO BLOG, POIS SE FALAS QUE DAQUI TIRASTE ALGUM APRENDIZADO PARA A TUA VIDA, DIZES, O QUANTO ELE É IMPORTANTE PARA TI.
    QUANTO AO TEXTO, É MAGISTRAL, POIS QUEM NÃO SE ENQUADRA EM MUITAS DAS COISAS QUE ESTÃO ALI?
    ABRÇS AMIGA E FICA COM DEUS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Zilani!
      É verdade, qualquer via de aprendizado acaba de fato tornando-se importante... gostei do teu ponto de vista! ;)
      Escolhi o texto imaginando o quanto algumas pessoas iriam se identificar com ele. Obrigada pelo carinho, um abraço!

      Excluir
  20. Bia, parabéns! Vc e seu ótimo blog merecem comemorar muitos outros anos ainda. Já vou dar uma lida no texto que vc colocou no link. Bjsssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sérgio! O texto da Calu é mais um daqueles que mostram o que a beleza da contemplação do belo pode fazer em nossas vidas. Um abraço!

      Excluir
  21. Olá, cara e estimada amiga.
    Depois de longa ausência, volto a lhe visitar e o faço me expressando em poucas palavras:
    “Sejas feliz, muito...”
    Aceite meu abraço e até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem-vindo de volta, agradeço o carinho, Um abraço!

      Excluir
  22. Adorei o texto, nossa. É simples, mas passa tanta coisa. Fez-me viajar um pouco, imaginar, fantasiar... Enfim.
    Parabéns pelo blog, por nos transmitir tantas experiências novas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, B., tive a mesma sensação quando li. É bom viajar em pensamento por aquilo que nos fez bem! :) Obrigada, um abraço!

      Excluir
  23. Bia querida,

    Parabéns pelos três anos desse seu espaço inteligente e delicioso de frequentar.
    Conhecia o texto que, segundo entendi, passou por algumas adaptações de sua parte. Ficou perfeito para a comemoração. Até voltei no tempo, observando mentalmente quantas coisas parecidas eu já fiz e ainda costumo fazer-rsrs.
    As experiências sérias trocadas entre blogueiros são muito enriquecedoras e aprendemos muito com elas e também com os pontos de vista dos comentaristas. Seus posicionamentos são sempre lúcidos e sábios. Foi um prazer interagir com você e espero poder fazê-lo por muito tempo ainda.
    Vida longa para o seu acolhedor espaço.

    Beijo.

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.