sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Pecinhas para nosso mosaico

Algo que me encanta é perceber alguém falando com propriedade sobre um assunto que domina, o que seja: do seu trabalho, estudo, habilidade, sentimento... Hoje minha aula de pós trouxe uma professora de história de arte partilhando algumas curiosidades sobre a construção do belo.

Esculturas  em diagonal


imagem daqui

Historicamente, quando uma escultura é construída na diagonal, a intenção é dar a ideia de movimento. Esse tipo de escultura tradicionamente fica exposta no meio da sala, onde possa ser admirada por todos os ângulos e pode ser tocada - salvo se estiver em uma redoma. As que tem uma folha de hera cobrindo "as partes" sofreram influência do Vaticano, que na Idade Média considerou o nú artístico pecaminoso.


Igreja românica

imagem daqui

Datadas dos anos 900/1000 d.C., as igrejas românicas tiveram origem na... França! Pois é! Não há nenhum exemplar no Brasil, somente de estruturas neo-românicas. São construídas de pedras, com pequenas e várias janelas, são escuras e frias. Na parte frontal tem uma ou duas torres que abrigam campanários. Suas esculturas internas mostram imagens que ilustram a divisão entre céu e inferno, e o rigor na ideia de que pecados não teriam perdão.
Nessa época as igrejas vendiam pequenas escrituras - de papel passado e tudo - de terrenos no céu e diziam aos fieis que no dia do juízo final Deus estaria com uma lista onde constava o nome de todos que haviam comprado seu terreno. Nem preciso dizer o que aconteceria com quem seu nome não estivesse ali! :p


Igrejas bizantinas
imagem daqui

Embora seu conceito tenha sofrido modificações ao longo do tempo, originalmente as igrejas bizantinas tem uma aparência simples, sem grandes adereços por fora. Porém, em seu interior, há ricos mosaicos com pinturas realizadas com pó de ouro. O objetivo era passar a mensagem de que não importa como a pessoa é por fora, o belo está no que se cultiva interiormente. Lindo, né?


imagem daqui

Você sabia que é possível fazer um tour online pelo famoso Museu de Louvre? Basta clicar ---> aqui e seguir intuitivamente, clicando nas galerias que deseja visitar.  O sistema carrega telas onde é possível clicar, caminhar e ter uma visão panorâmica da sala, visitando diversos ambientes. Abaixo das imagens aparecem informações sobre cada objeto de arte que aparece e um mapa com a localicação no museu. A França sem sair de casa! 

Alimentar a alma com a contemplação do belo = pecinhas para nosso mosaico. :)


47 comentários:

  1. Adorei essas "pecinhas", Bia. Que postagem informativa e gostosa de se ler. Gostei muito. E vou dar uma conferida desse link, sem dúvida. Que bacana isso;. Bjs e tenha um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sérgio!
      Eu viajei em algumas telas do link, é demais. O legal é que tem inúmeras salas e possibilidades, vale a pena! Um abraço!

      Excluir
  2. Muito interessante. E muito obrigada pela sugestão e link do Louvre.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elvira! Você sendo uma viajante do mundo deverá gostar bastante! :) Um abraço!

      Excluir
  3. E como faz bem ver de pecinha em pecinha se encaixando naquilo que gostamos de ver ou viver. Lindo post e boa dica para visita! bjs, lindo fds! chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Chica! Esse mosaico é uma construção constante, não é mesmo? se conservamos somente as mesmas pecinhas elas vão desbotando com o tempo. ;) Um abraço!

      Excluir
  4. Bom dia querida Bia.. Deus dá o talento a cada ser para pintar, poetar, esculpir,
    existem tantas coisas lindas ao nosso redor..
    eu sou muito observador..
    osto de detalhes e dos simples..
    pois é na simplicidade que a beleza se encontra..
    muitos devem passar por coisas assim e nem se dão conta,,, afinal vivem perdidos em seu mundinho virtual criado justamente para sugá-los..
    bela postagem..
    tenha um lindo dia querida amiga
    abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Samuel! Seus pontos de vista vão de encontro ao que penso, Samuel. Não só o mundo virtual, mas o mundo real vão sugando nossa capacidade de observar, ver como pode ser bonito estar vivo e ter o dom da visão preservado. Ontem fiz um passeio onde enxerguei tantas belezas que em uma tarde me renderam 212 cliques!!! Penso que há um tempo atrás eu não teria conseguido capturar tanta beleza porque os olhos estavam turvos.
      E além de observar o homem é capaz de produzir coisas lindas de se ver e talvez se maior número de pessoas conseguissem capturar a poesia que está em toda a parte viveríamos numa sociedade muito mais acolhedora.
      Um abraço!

      Excluir
  5. Oi Bia,

    Muito bom, adorei seu post cultural, o conhecimento é a chave de todas portas...

    Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa! Conhecimento bem direcionado faz bem a quem possui e a quem está por perto. Um abraço!

      Excluir

  6. Olá, Bia

    Amanhã, é um novo tempo.
    Passei para lhe desejar Paz, Saúde e Alegria.
    Todo tempo, é de reflexão. E este, nos convida sempre á refletir, principalmente, sobre nós mesmo.
    Feliz tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho e por lembrar a importância da reflexão constante, porém sem exageros. Um abraço!

      Excluir
  7. Bia, tenho a maior vontade de visitar o Louvre (não consegui abrir o link, mas o problema é com meu computador), e tbm essas igrejinhas antigas, e morro de vontade de conhecer faróis, esses antigos de séculos passados...
    Quem sabe um dia? Enquanto isso vamos tendo um banho de cultura por aqui!
    Uma ótima semana, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Clara!
      Imagino que devem ter alguns programas que precisam estar instalados para que rode a página interativa do Louvre. Quando puder, vale a pena. Farois, gosto muito! Recentemente criei um painel no Pinterest só com faróis, há uns incríveis!
      Assim como você, vou sonhando através de imagens.
      Um abraço!

      Excluir
  8. Oi Bia,
    Cada um nasce com um talento, por exemplo: você nasceu com o talento de nos encantar com seus escritos.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho, Dorli, Um abraço!

      Excluir
  9. Olá, Bia.

    A arte e sua História, encantam e nos fazem pensar, sobretudo nos dias de hoje, onde temos tanto "artista" e tão pouca Arte. Visitar o museu do passado, pode ser o nosso refúgio.

    Um abração e uma boa semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Apon!
      "Onde temos tanto "artista" e tão pouca Arte" - em todos os sentidos, diga-se de passagem. Assim como temos bons artistas que não são reconhecidos. Há talentos incríveis nas ruas que não tem uma chance de ter seu talento valorizado.
      Um abraço!

      Excluir
  10. Olá,Bia,
    sim,tudo "riba" comigo...
    yes, também, "me encanta perceber alguém falando com propriedade sobre um assunto que domina", e como diria o mestre Rousseau, "Geralmente aqueles que sabem pouco falam muito e aqueles que sabem muito falam pouco." E existem aqueles que falam de forma mais qualitativa , por meio de uma comunicação assertiva, inteligente e compartilhada. Logo, aproveita o tempo para falar o que sabe, para ouvintes ,com humildade , que buscam aceitar aprender, de tão tranquilo e confiante com o que lhe disserem...
    Esculturas em diagonal- não sabia que a "diagonal em escultura" tinha a intenção de dar a ideia de movimento e nem sobre a folha de hera.
    Igrejas românicas E bizantinas:aprendendo + e "Alimentando a alma com a contemplação do belo"
    Vou , tão logo resolva meu problema tecnológico,meu PCzão que me deixou na mão, fazer o tour online pelo Museu de Louvre...
    Obrigado pelo carinho,bela semana,beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Felis!
      O saber com humildade é ainda mais bonito. Não a humildade do discurso, visto que quem sabe, sabe, não é possível nem necessário ocultar isso, mas a humildade de se reconhecer sempre aprendiz, sempre capaz de se melhorar, e nesse sentido estar aberto à opinião do outro deve ser sempre recebido como uma oportunidade de se rever, se melhorar.
      Essas curiosidades também me chegaram como novidade.... o duro da tecnologia é isso, o dia que o sistema resolve pifar, danou-se. Um abraço!

      Excluir
  11. Oi, Bia!
    Adoro saber essas curiosidades e também apreciar o belo. A beleza nos encanta e distrai o pensamento.
    Noutro dia soube que a Basílica de Nossa Senhora Aparecida é no estilo Neorromânico. Veja que predomina os arcos, porém a cúpula é redonda. Lembro quando estudava, a explicação das torres das igrejas medievais serem pontudas para simbolizar uma pirâmide que remetia aos céus, sendo que a base seria o povo que convergia para Deus.
    Já andei pelo museu do Louvre virtualmente e é muito bom!
    O que achei estranho nessa imagem da igreja bizantina é que parece que as portas estão fechadas de tijolo.
    Aproveito a vinda ao seu blogue para pessoalmente te convidar para a 9ª Edição do BookCrossing Blogueiro. Ficarei feliz em poder contar novamente com a sua presença.
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luma!
      eu lembro dessa explicação sobre a questão do formato de pirâmides em construções medievais. No Brasil não temos construções româncias porque essas antecederam a descoberta do nosso país.
      Observei a questão que sinalizou sobre a igreja bizantina. As construções históricas em geral vão sofrendo modificações ao longo do tempo. Não raras vezes encontramos lindas pinturas escondidas em camadas e mais camadas de tinta, por exemplo.
      Obrigada pelo convite, terei o maior prazer em participar.
      Um abraço!

      Excluir
  12. Uia, que eu adoro arte e coisas belas!
    Viajei agora contigo, apesar de já ter ido ao Louvre duas vezes, mas não vi nem a metade, então a sua dica é preciosa mesmo.
    Que aula mais gostosa a sua, gostaria de assisti-la!
    Uma coisa eu não sabia e adorei saber, justamente o fato das igrejas bizantinas serem de simplicidade por fora e riqueza por dentro. Fico pensando se não seria mais bonito se as pessoas fossem assim também, né?
    um grande abraço carioca


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, Beth, viajou ao Louvre duas vezes e não viu nem a metade? Real ou virtualmente? De qualquer forma não imaginei que fosse tão grande. :p
      Minha aula foi boa mesmo, nem senti o tempo passar.
      Sim, seria mais bonito se as pessoas se preocupassem com o que se passa por dentro. Vejo como sendo cada vez mais raro, uma pena.
      Um abraço!

      Excluir
  13. Olá Bia,

    Este é um assunto particularmente atraente para mim e sobre o qual você falou com muita propriedade-rs. Interessantes as curiosidades partilhadas. Amo arte, mas nem sempre consigo ler a ideia ou inspiração do artista. Adoro esculturas e tenho algumas espalhadas pela minha sala, mas são de tamanho proporcional ao ambiente, claro. Tenho uma especialmente interessante, intitulada morte e vida. É show!
    Achei lindo mesmo o objetivo das Igrejas Bizantinas.
    Quando tiver uma folguinha por aqui vou fazer um tour online pelo Museu de Louvre. Valeu a dica.
    Adorei sua postagem.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Vera!
      Também não tenho o hábito de procurar sites que falem sobre arte, mas sempre leio ou ouço quando o assunto me chega, com prazer. Eu gosto demais de estátutas, uma tia querida que já se foi tinha umas lindas. Gosto daquelas que sugerem algo, que tem movimento. O homem que eu amo sabe esculpir muito bem. Fiquei curiosa para conhecer a sua, "morte e vida"!
      Volte para "bizoiar" o Museu de Louvre, é um barato!
      Um abraço!

      Excluir
  14. Oi Bia,
    Passando para me despedir de você
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixará saudades. Aproveite o novo momento! Um abraço, se cuide!

      Excluir
  15. Bia, sempre fui apaixonada por esculturas. Onde quer que vá, fico a apreciá-las, independente de seu valor artístico. São peças decorativas maravilhosas. Já fiz um passeio pelo Museu de Louvre (virtual rss). É encantador.
    Não conhecia os estilos de igreja que mencionou. Aliás, as modernas são bem simples, tanto fora quanto dentro. Foi muito boa sua apresentação delas. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marilene!
      Também gosto de esculturas, são como pinturas com texturas, e como sinto falto do tocar, uma escultura é uma peça perfeita para ler a arte com os olhos, o coração e as mãos, e imaginar as impressões e os sentimentos que as mãos do escultor deixaram ali.
      Conhecendo um pouco sobre as igrejas fiquei pensando o quanto nos atentamos pouco para o significado arquitetôtico, sempre tão incrustado de magia. Um abraço!

      Excluir
  16. A inspiração fugiu de mim, por isso estive ausente por uns dias...
    Sei que tenho muitas visitas a fazer e pretendo rever com calma todos os blogs que amo.
    Por enquanto, passando para justificar a minha ausência por aqui.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será sempre bem vinda, Ani. Um abraço!

      Excluir
  17. Feliz dia do Professor! Espero que um dia, possamos comemorar uma educação mais verdadeira e dignificante. Onde os Professores sejam valorizados e respeitados pelos alunos, pelos governantes e toda a sociedade.

    Vivas e mais vivas a todos os Professores de ontem, hoje e amanhã!

    Um abração. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Apon! Vi um estudo que, em 33 países, o nosso ocupa a 31ª posição da pior valorização dos profissionais da educação. Lamentável para um país tão repleto de riquezas como o nosso.
      Mas o que mais desanima é o desrespeito em sala de aula e principalmente, pelas famílias dos alunos. Só quem dá aulas sabe o trabalho que dá propiciar conhecimento.
      Um abraço, obrigada pela lembrança!

      Excluir
  18. Por falar em aula, história, estudos... Parabéns pelo seu dia e por teres abraçado a missão de ensinar e transformar crianças em adultos.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Nestor. Missão cada dia mais difícil... o importante é ter sempre a esperança de quem um dia, melhora.
      Um abraço!

      Excluir
  19. Oi Bia. Só posso agradecer a Srta por partilhar tão grandiosos conhecimentos. Fiquei encantado com a arte em diagonal! abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ives, também me encantei com as descobertas. Um abraço!

      Excluir
  20. Olá Bia boa noite, e os seus mosaicos aqui cada vez mais lindos e dos quais colho sempre enormes aprendizados!
    Aproveito para lhe deixar os meus Parabéns por ter abraçado essa tão nobre profissão de Professora que tanto admiro e respeito!
    Sobre o Louvre, já fui lá há imensos anos e adorei!
    No entanto agradeço muito a indicação do link, pois vou desejar ver pormenores de que já não me recordo! Aquillo é gigantesco! Segundo a guia na época, seriam necessários três meses sem sair do Museu para ver cada obra em pormenor ! Agora demoraria mais decerto;)) pois muitas mais obras estarão lá!
    Beijinhos e bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ailime!
      Nossa, três meses para poder visitar o museu inteiro??? Fiquei espantada!!! Jamais imaginei que fosse tão grandioso! Quem sabe um dia dá certo de eu espiar, pelo menos por um dia, esse lugar fabuloso!
      Obrigada pelo carinho e parabenização pelo dia dos professores!
      Um abraço!

      Excluir
  21. OI BIA!
    CONHECER O LOUVRE É UM SONHO QUE ACALENTO, A POUCOS DIAS UMA AMIGA FOI A FRANÇA, ENTÃO PUDE VER MUITAS FOTOS DE PARIS, DO LOUVRE E TODOS OS DEMAIS PONTOS TURÍSTICOS, NUMA DESSAS...
    LINDO E CULTURAL POST.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Zilani! Admirar fotos é um meio de viajar com as possibilidades que temos. Eu viajo nos meus paineis do Pinterest! Se um dia você for, não deixe de contar! Um abraço!

      Excluir
  22. Informação e cultura nunca são demais, né!
    Adorei receber mais estas 'pecinhas' para o meu velho mosaico. rs
    Vou dar uma espiada no Louvre. Desconhecia este site. Muito obrigada por mais esta dica!
    Bjns
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh, esqueci: a receita do chocolate quente está lá no post mesmo, ok?!
      Qqr coisa, me fale.
      ^^

      Excluir
    2. Cici, agradeço a indicação da receita, já fiz e ficou demais! Espero que goste também da indicação do link do Louvre! Um abraço!

      Excluir
  23. Olá, querida Bia
    Meu filho acaba de sair pra aula dele...
    O fato da gente permanecer estudando nos rejuvenesce...
    Gosto muito de visitar igrejas estilosas como as que mostrou... é claro que não se mede a fé de ninguém pelo tamanho da igreja ou o seu estilo mas que é bonito de se ver e estar nela, lá isso é... Aprecio muito o que é belo... na sua essência... Ainda que seja uma igrejinha no campo...
    Gostei muito das que nos mostra hoje...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rosélia!
      Eu gosto muito de igrejinhas no campo. Quando posso viajar é sempre uma delícia ver as igrejinhas que tem pelo caminho. Independente de religião, tem sempre um mistério, um estilo único, tanto as rebuscadas quanto as simples.
      Em minha cidade tem uma que era usada pelos escravos, muito simples, porém acho encantadora e misteriosa sua estrutura de pedra. Um abraço!

      Excluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.