domingo, 22 de fevereiro de 2015

Risque e rabisque

A pessoa no primeiro dia do fim de horário de verão acordou tão cedo que assistiu até a missa na tv, kkk. Tenho certeza que amanhã, quando for para trabalhar, acordarei morrendo de sono, kkk. Vamos aos costumes.

clique na imagem para ampliar


Quando vemos um bloquinho ou papel sobre a mesa com uma caneta ou lápis ao lado, é quase inevitável o impulso de rabiscar. Não à toa existe um suporte de papelaria chamado "risque e rabisque" para usar sobre a mesa de trabalho onde frequentemente se veem pequenos desenhos nas bordas ou entre as anotações.

Um estudo realizado pela Playmouth University diz que esse tipo de desenho pode melhorar a capacidade de memória e concentração. A dica é, "se você precisa manter o foco durante uma tarefa relativamente simples, rabiscar vai fazer com que você se saia melhor". O estudo completo, muito interessante, está ---> aqui.

O impulso de rabiscar tem origem nos nossos antepassados. É um escape saudável para os resquícios da infância e considerado um meio de provocar pequenos instantes de relaxamentos ao longo de uma atividade.

Pesquisando percebi que tive diferentes fases de rabiscos, passeando por quase todos. Incoerente como sempre, kkk, os mais frequentes foram flores, círculos sobrepostos, estrelas, coração, cubos e redes.

Descubra abaixo qual é seu momento emocional analisando seus rabiscos - e claro, não deixe de me contar! #curiosa

1 - Espirais: pessoas que não gostam de ficar sozinhas, batalham por um lugar no grupo. Podem refletir dificuldades com mudanças repentinas.

2 - Flores: pessoa sensível, romântica e pacífica, que se dá bem com as crianças. Riscada ou em segundo plano significa desmotivação, o que influencia sua eficiência.

3 - Setas: ideia fixa, busca de objetivo. Para baixo ou esquerda, simboliza algo que já passou; para a direita, futuro; para cima, necessidade de quebrar a rotina. Oculta uma certa agressividade.

4 - Olhos: curiosidade e busca pela solução de algum problema. Olhos fechados podem significar estar evitando enfrentar uma situação ou reconhecer algo em si que não gosta.

5 - Círculos: se sente bem consigo mas gosta de estar com os outros. Círculos sobrepostos, ao contrário, significa fechar-se sobre si mesmo. Fechar o círculo cuidadosamente significa que a pessoa se abriu com alguém e se deu mal, então tenta se fechar ainda mais.

6 - Caras, pessoas e bocas: sente-se bem ajustado ao seu mundo. As expressões indicam como está se sentindo interiormente. Pessoas esquisitas ou fantasmas indicam preocupação.

7 - Seu nome: Mostra que está se sentindo triste ou rejeitado e precisa se afirmar, reforçar a segurança, ou preocupação consigo mesmo. No adulto significa regressão.

8 - Cubos ou quadrados: é criativo, ativo, motivado. Também organizado, concreto, lógico e um pouco perfeccionista. Porém um cubo dentro do outro mostra frustração com alguém ou algo.

9 - Estrelas: tem objetivos definidos, mas uma visão fantasiosa da vida. Simétricas denotam segurança e análise crítica. Disformes mostram muita energia que não sabe como canalizar.

10 - Casas: sensação de conforto, paz com a família. Ama coisas simples e busca em relacionamentos, segurança e proteção. Porém, sem portas e janelas, mostram sensação de sufocamento, pouco espaço.

11 - Coração: procura ou já encontrou o amor. Partido, está sofrendo.

12 - Redes: mente lógica e coloca tudo sob a ótica da razão.

13 - Linhas: retas, mostram entusiasmo, objetivo, vai direto ao ponto. Em zigzag ou que se cruzam significam que algo mexeu muito com você, mas não quer mexer na ferida.

14 - Ondas ou nuvens: aguardando uma oportunidade para mergulhar em algo novo ou cair fora de algo rapidamente.

15 - Sol: forte ligação paterna. Com raios, relação bem resolvida. Com raios faltando, ligação mal resolvida. Adoram movimento na vida, espaços reduzidos são limites insuportáveis.

16 - Árvores: Pessoa ligada à família. Muitos galhos, mostra situação complexa. Tronco curto e copa grande, autoconfiança, entusiasmo com projetos. Tronco grande e copa pequena, está fantasiando algo. Tronco e copa equilibrados, bom relacionamento familiar.

Fontes: aqui e aqui.

38 comentários:

  1. Bia, obrigada pelo seu comentário. Fui visitar a sua cozinha, mas infelizmente, não consegui comentar. Gostei particularmente do seu Pavê de chocolate.

    Relativamente a este post, reconheço que eu própria não paro de rabiscar, especialmente se estou falando ao telefone. Curiosa a chave que descodifica os rabiscos.
    Tenha um bom domingo.
    Beijo da Nina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nina!
      Fechei o Culinária para comentários por não ter mais tenpo para retribuir visitas. Mesmo assim, obrigada, esse pavê é mesmo demais!
      Só faltou contar quais são seus rabiscos, rsrsrs.
      Um abraço!

      Excluir
  2. Muito interessante.
    Vou começar a reparar no que rabisco.
    Um abraço e bom Domingo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Elvira! Isso, repara e depois compara com os escritos para descobrir o que é! :) Um abraço!

      Excluir
  3. Oi Bia,
    Fiquei doente e não recebi livro seu e sim da Cathiano( que nem li ainda, preciso melhorar).
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dorli! Nossa, o que você teve? O livro foi enviado no início de janeiro, deve ter extraviado... tentarei descobrir junto ao Correio, ou envio outro para você.
      Se cuide!
      Um abraço!

      Excluir
  4. Eu estou sempre rabiscando e faço flores, quadrados e perspecticvas, que adoro! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica, equilibrando bem razão e emoção! Também sou apaixonada pelas possibilidades perspectivas, está aí um assunto no qual eu gostaria de me aprofundar! Um abraço!

      Excluir
  5. Olá, Bia,boa tarde,
    Tudo "riba"? Comigo,sim!
    estava assistindo um filme e olhei o reloginho do computador e não era nem 23 horas.Estranhei e fiquei pensando, puxa, fiz tudo que tinha que fazer e vou até dormir mais cedo.Que nada, esqueci por completo do fim do horário de verão...eu tenho um grande problema de adaptação, tanto para o começo , como para o término do horário de verão.
    E como meus principais sintomas são a irritabilidade e a diminuição na capacidade de concentração , essa atividade, a de rabiscar, será sempre muito bem-vinda , pois, com certeza, já percebi que aumenta a minha capacidade de memorização e concentração e é muito distrativa para mim. Por outro lado, eu nunca parei para analisar meus rabiscos e o momento emocional ...deixa eu ver aqui...
    sim, rabisco 3> setas.→Para a direita, futuro; ↑Para cima, necessidade de quebrar a rotina.
    7>nome FelisJunior,interessante isso No adulto significa regressão.
    Acho que é só, porque rabisco + frases e textos...
    Agradeço pelo carinho, belo domingo,belos dias, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Felis!
      Tudo "riba"!
      Eu tenho um problema maior de adaptação com o início do horário de verão, embora goste da sensação de que o dia parece mais longo.
      Eu já tive fase de desenhar setas, mas não lembro em que direção... já desenhei nome, árvores, casas... rabiscar frases e textos, bem, aí já é a veia poética que fala mais alto!
      Sobre rabiscar o nome, é considerado regressão por ser considerado um ato de autoafirmação, segurança, inerente aos adolescentes.
      Abraço, ótima semana!

      Excluir
  6. Olá Bia,

    Fiquei rindo aqui ao ler o seu comentário, pois, depois que publiquei meu texto e os amigos começaram a chegar, percebi que não fui muito clara com minhas palavras, dando margem mesmo para que pensassem que eu estava me despedindo da blogosfera-rsrs. Na verdade, o intuito foi agradecer aos amigos pela companhia durante os quatro anos de blog e mostrar o quanto de bom ele me trouxe até aqui, além dos motivos que estão me levando a diminuir o ritmo das postagens. A interação demanda tempo e nem sempre conseguimos estar em todos os espaços amigos num espaço curto de tempo. Mas, vamos que vamos, respeitando os nossos limites e sem relegar os nossos interesses pessoais. (Ainda bem que lemos as letrinhas do rodapé-rsrs)

    Também acordei mais cedo hoje. O horário de verão sempre provoca um desequilíbrio em nosso relógio biológico, seja quando ele começa, seja quando termina.

    Interessante este estudo da Playmouth University. Embora em menor escala, ainda mantenho esse impulso de rabiscar. No geral, meus rabiscos sempre giraram em torno de bonecos (como o mostrado no rabisco 6), carinhas, estrelas, flores, árvores e
    casinhas (com portas e janelas). Achei interessante a interpretação proposta acerca dos rabiscos. Até que são coerentes; pelo menos, no meu caso.

    A mana ocultou seus blogs de poesia e crônicas, deixando em aberto apenas o de fotos, embora sem atualização, por ora. Diz ela que está sem inspiração para escrever. Creio tratar-se apenas de uma fase, provocada pelo desgaste que passamos no segundo semestre do ano passado. Tudo passa. Acredito que logo ela estará de volta.

    Obrigada pelo carinho.

    Ótimo domingo.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vera! Penso que grande parte dos blogueiros que sobrevivem por anos passam pela fase da postagem/visitas todos os dias e com o tempo percebemos que ou fazemos isso ou vivemos, kkkk! Concordo contigo que é necessário respeitar o ritmo próprio sem se sobrecarregar. Estou com saudades da Marilene, embora tenha entrado pouco no Face irei mandar um convite à ela.
      Ontem meu dia rendeu que só, menina, deu até gosto!
      Já desenhei todos os tipo de árvores, kkkk, e curiosamente minhas casas também sempre tem portas e janelas, o que acho coerente, pois procuro mesmo em relacionamentos, segurança e proteção. Gostava muito de desenhar janelinhas redondas... por que será?
      É interessante como o fenômeno do desgaste sempre vem um tempo depois das intempéries... terminei o ano de arrasto... ainda bem que passou. Espero que ela se recupe logo, gosto muito do que escreve! E das fotos tambem!
      Abraços!

      Excluir
  7. Flores, tenho mania de desenhar flores bem simples. Combino com a descrição acima.
    Tbm gosto apenas de rabiscar. Sabe quando tem um desenho e a gente pinta ele, preenchendo algum espaço vazio?
    Ou então contornar letras escritas.
    Acho que todo mundo tem essa mania. E eu implico com minha filha qdo pega a caneta que fica perto do telefone e começa a rabiscar o bloco de recados.... afff... rsrsrsrs
    Beijos, querida, ótima semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Clara!
      Hum, eu também tenho mania de preencher o espaço dos desenhos! O que será?
      E também de recontornar, tanto letras como desenhos.... se formos pesquisar e analisar, vamos looonge, kkkk!
      Eu já fui um pouco mais implicante, hoje sou bem relax, justamente por perceber ao longo do tempo que coisas que me irritavam nela poderiam irritá-la também... e assim vamos aprendendo com os filhos.
      Um abraço!

      Excluir
  8. Que legal seus rabiscos, muito criativa você!
    Eu fico com o rabisco no.2, sempre desenho florzinhas, acho que desde menina.
    E a descrição me deixou bastante satisfeita também.
    beijos cariocas e um lindo domingo!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Beth!
      Hoje me peguei pensando que também tem a questão de desenhos que repetimos porque aprendemos... uma vez aprendi a desenhar rosas, nossa, desenhei muitas rosas... e aprendi a desenhar a silhueta de um surfista, achava aquele desenho o máximo, kkkk!
      Interessante como tem a ver, não?
      Um abraço!

      Excluir
  9. Oiiiii Bia, menina do céu, eu te agradeci pelo livro??? Acho que não né, eu recebi bem nos dias da minha mudança, ai não sei se te agradeci ou não, fico tão desorientada quando estou mudando kkkkkkk, se já agradeci desculpe a gafe, se não agradeci agradeço agora, adorei, não tinha ainda, será muito útil!!!! Obrigadaaaaaaaaaa Quanto a postagem muito bacana, eu sou mestre nos rabiscos, fiquei pensando enquanto lia os significados no que mais costumo rabiscar, acho que flores e meu nome! Muito boa postagem! Bjosss e ótima semana!

    ResponderExcluir
  10. Mito interessante, Bia, já ouvi falar dessas relações de nossos rabiscos com a personalidade, estado espírito atual. O meu rabisco mais recorrente são as setas, realmente busco incessantemente, em preocupo em quebrar a rotina. Interessante, vi um fundo de verdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fábio!
      Penso que talvez por surgir como uma reprodução inconsciente, o rascunho não é manipulado, por esse motivo revela de fato um pouco do que somos. Um abraço!

      Excluir
  11. Flores, sempre! Se eu assino um cartão de aniversário de alguém íntimo, por exemplo, e desenho só uma florzinha sem nome, já saberão que fui eu. Bom saber dessa definição, mas fiquei confusa quanto ao "segundo plano".

    Beijo, Bia. E vá dormir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Milene!!!
      Uma doçura assinar com uma flor! Lembro até hoje que a Xuxa assinava com um boca em forma de beijo, kkkk, e eu na inocência infantil achava que ela beijava carta por carta, kkkk, quando na verdade grande parte era uma impressão!
      Segundo plano seriam flores que ficam ao fundo de um contexto, não estão na linha de frente, no plano principal. Ajudei?
      Um abraço!

      Excluir
  12. Bia,

    Na infância amava desenhar casinhas, flores, árvores e nuvens.
    Já não tão mais criança, kkk ainda continuo com a mania de rabiscar e desenhar.
    Enquanto trabalhava como Secretária, eu tinha sempre um risque e rabisque na minha vida. Preciosas anotaçãos eu fazia neles. Coisas importantes. Muitas vezes, eu não escrevia tudo, apenas algumas letras, e sabia o que elas significavam. Pena que não guardei nenhuma folha. Não sabia do significado disso tudo. Aprendi aqui.
    Lindo post!
    Linda semana e espero que não acorde com sono. Rs
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lucinha! Antes de ser professora eu trabalhei em duas empresas como telefonista. Aprendi com outra telefonista a fazer folhas de sulfite quadriculadas, onde eu anotava o ramal de origem, o telefone ou local que desejava a ligação e depois de fazê-la e transferi-la, riscava. Tinha um telefone à parte que era dos "boss", quando esse telefone tocava nós largávamos tudo, kkkk, e atendíamos com prioridade. Em horários de pico era muito corrido, em alguns momentos entravam ao mesmo tempo 17 ligações e ainda atendíamos a recepção ao mesmo tempo, mas eu gostava. E claro que nesses papeis haviam inúmeros rabiscos, kkkk!
      Orbigada por me fazer lembrar desse tempo bom.
      Um abraço!

      Excluir
  13. Interessantes associações com a linhas! ahh Bia, esse horário, vou demorar p me acostumar, suponho rs abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ives!
      Eu me acostumo rápido com esse horário, peno um pouco mais no outro... e assim, vida que segue. Bom mesmo seria se não houvessem horários ditados. Um abraço!

      Excluir
  14. Oi Bia, saudade!
    Fiquei rindo com o post, adoro rabiscar e quase sempre são flores kkk
    Amei!
    Bjssss querida e uma semana de sucesso e abençoada p/vcs
    Ah, quanto aos biscoitos , tenta fazer esse que com certeza vai dar certo viu?
    http://piteisdadinha.blogspot.com.br/2014/03/biscoitinho-de-polvilho-tipo-sequilho.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dinha!
      Aaaah, obrigada pela receita! Um dia ainda viro uma "biscoiteira" de mão cheia, hahaha!
      Um abraço!

      Excluir
  15. Oi Bia,

    Interessante a postagem, na verdade sempre rabisco uma escada, sabe Deus do que se trata, rs .........mas também rabisco meu nome.....

    Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, só, Vanessa!!! Sabe que também gosto de rabiscar escadas? Até pesquisei quando li sua resposta, mas não encontrei nada... naturalmente deve ser querer buscar os sonhos, ir além, não?
      Um abraço!

      Excluir
  16. Que interessante, Bia. E é inevitável mesmo ver uma folha em branco e não querer rabiscá-la. Não tinha a menor noção do significo dos desenhos e li tudo com atenção. Já fiz tudo isso aí, sem exceção. rs Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sérgio!
      Se já fez de tudo deve ter uma personalidade multifacetada! Ou já passou por várias fases de vida... eu também. Um abraço!

      Excluir
  17. Boa tarde Bia,
    Desejo que seu trabalho tenha recomeçado em grande,))!
    Sobre os rabiscos, quando trabalhava e aguardava que resolvessem assuntos por telefone rabiscava quadrados (tipo o sinal de cardinal) sobrepostos, flores, o meu nome (rubrica) rostos de pessoas e outros tipo abstractos!
    A ordem já não me recordo. Neste momento desenho mais aqueles que indiquei em primeiro lugar;))!
    Quem sabe se não é como diz na sua descrição?!
    Achei bem interessante esta analise!
    Beijinhos e boa semana!
    Excelente trabalho com os seus alunos!
    Ailime

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ailime!
      Pela manhã tenho uma turma muito boa de se trabalhar, mas à tarde estou tendo algumas dificuldades com a equipe pedagógica da escola... o jeito é tocar em frente.
      Penso que esse sinal de cardinal talvez se encaixe na definição de redes... é curioso como vamos nos transformando ao longo do tempo e nem nos damos conta de onde essas mudanças podem estar se refletindo.
      Penso que analisar rabiscos é uma maneira doce de enxergar a si mesmo.
      Abraços!

      Excluir
  18. OI BIA!
    NÃO POSSO VER UM LÁPIS E UM PAPEL QUE JÁ SAIO DESENHANDO VASINHOS DE FLORES, RSRSRSRS.
    ACHEI MUITO LEGAL ESTE ESTUDO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Zilani! Simmmm, gosto tanto de desenhar flores como de desenhar vasinhos com elas! O que será? :D
      Um abraço!

      Excluir
  19. Oi, Bia!
    Faz muito tempo que não rabisco, mas que me lembro, desenhava setas, o meu nome, estrelas e cubos.
    O fato de rabiscar, indica que a pessoa esteja relaxada e longe de estresse. Esse sim um agravante para a perda da memória. Então o contrário também procede!
    :)
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luma! Lembro claramente que em algum momento da vida desenhei muitas setas, mas elas apontavam para todos os lados... estaria confusa?
      Ler o que escreveu me fez lembrar que tenho ficado muito estressada com situações pontuais do cotidiano e sabendo o quanto isso é prejudicial, hoje acordei comigo mesmo que pensarei bastante nisso amanhã, pois estarei em casa. Havia me determinado a não me deixar vencer pelo estresse e estou buscando ver as coisas com humor, mas a proporção do estresse tem sido grande, e sabemos o quando essa sensação pode ser prejudicial em todos os sentidos.
      Um abraço!

      Excluir
  20. Bia, após escrever várias linhas a respeito, o Sr Blogger fez o favor de não publicar.

    Em suma, já desenhei em salas de aula e muitas vezes ajudou na fixação de algum assunto.

    Bjs

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...