sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Receita de acordar palavras

imagem daqui

Receita de acordar palavras

palavras são como estrelas 
facas ou flores
elas têm raízes pétalas espinhos
são lisas ásperas leves ou densas
para acordá-las basta um sopro
em sua alma
e como pássaros
vão encontrar seu caminho

Roseana Murray

Lindo esse poema, não?

fez-me pensar nas palavras...

... estrelas: "minha" e "seu" foram palavras com efeito realmente estelar sobre mim esse ano, me fazendo brilhar por dentro. Não no sentido de pertencer - possessividade não é sinal de amor, e sim de estar com o coração próximo do outro mesmo quando o corpo está longe - há algo mais carinhoso? :) [não costumo abusar de quem afaga meu coração] Filho (a) é outra palavra-estrela.

... facas: doem, machucam... mágoa, injustiça, vingança e egoísmo são algumas delas. Dói também autoproteção porque traz subentendido que alguém se sente invadido, desrespeitado ou incompreendido.

... flores: gentileza para mim é uma palavra-flor. Generosidade, carinho, alegria, beijo e empatia, também.

Às vezes basta uma palavra (dita ou não dita) para alguém se perder da gente. Ou nos encontrar - uma palavra estrela-cadente. :)


[faça um pedido]




Relendo postagens anteriores senti que nesse blog falei demais - até no sentido literal da palavra, rsrsrs. Por esse motivo alguns posts serão aos poucos retirados do ar - especialmente aqueles que falam mais de revolta (característicos do início do blog), e que não cabem mais na minha vida, ou em que me mostro demais sem necessidade.

Não há maior mostra de confiança do que deixar aberto o canal de comunicação com quem realmente importa, e essas pessoas da minha vida já tem essa abertura. O Revolta e Romance passará a falar também de outros temas (viagens, músicas, projetos), mais leves, mais estrelas, mais flores...

[vamos acordar palavras? que tal deixar aqui uma palavra estrela e/ou faca e/ou flor?]

13 comentários:

  1. O poema é lindo e o post muito interessante.
    Palavra estrela? Família.
    Palavra faca? Traição
    Palavra Flor? Abraço
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Elvira, também achei esse poema adorável!
      Suas palavras são muito apropriadas... família, aquela que nos conhece a fundo; traição, dói especialmente quando há forte relação de confiança; abraço, uma delícia, quando vem daqueles que gostamos.
      Obrigada por sua colaboração!
      Abraços!

      Excluir
  2. Olá, querida Bia
    Pra VC só posso deixar palavra flor ou estrela... faca jamais...
    Amor (palavra estrela) em abundância neste novo Advento!
    Miosótis (palavra flor) neste Natal!
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Voltei pra convidar-lhe pessoalmente...

      http://www.idade-espiritual.com.br/2015/12/vi-interacao-fraterna-de-natal-o_5.html

      Bjm fraterno

      Excluir
    2. Olá, Rosélia, agradeço a lembrança carinhosa e estarei postando minha participação no período indicado! Ótimas perguntas para meditar! Abraços!

      Excluir
  3. Boa noite Bia,
    Sempre com ideias lindas e inovadoras!
    Posso dizer-.lhe uma coisa? Tenho crescido acompanhando as suas reflexões e nelas me revi muitas vezes!
    Mas acho bem interessante essa sua vontade de mudar os seus artigos. Vou aguardar! O poema é lindo e vou soltar palavras:
    Estrela - sol;
    Faca - violência;
    Flor - todas!
    Beijinhos e um excelente fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ailime!
      Também eu me vi e revi nos meus próprios escritos ao longo desses anos e também lendo os comentários dos leitores. Me fez crescer muito como pessoa.
      Por outro lado há escritos que refletiram um sentimento momentâneo, penso que não podemos ser julgados ou punidos por algo que não nos define, mas que foi uma reatividade, uma defesa ou um erro de interpretação, mesmo sabendo que isso já aconteceu. Intolerância magoa, mas como tudo isso passou, não faz mais sentido deixar no ar para relembrarmos o que não merece mais ser vivido.
      Então, melhor deixarmos somente o que é sólido e bom dentro da gente.
      Palavras apropriadas... pessoas que brilham, naturalmente ou nas nossas vidas, são como o sol... e a palavra violência engloba uma série de outras que machucam, uma pena.
      Amo flores... pelo jeito você também, rsrsrs!
      Abraços, o obrigada por participar!

      Excluir
  4. Bia,

    Surpreende mesmo quando percebemos que falamos demais, veja só a sorte de cortar um texto! Pior é falar demais no ouvido dos outros e não poder voltar atras! Acho que a mente ágil é falante e assim os olhos mexem mais para um lado e outro, os dedos ficam irrequietos querendo se movimentar. Afff... abri-se a boca e as palavras voam fora! rsss.... nossa, voei!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sissym! É verdade, kkkk. Na nossa história não podemos simplesmente cortar uma parte como se fosse uma fita cassete mastigada,kkk!
      Tenho descoberto com certa alegria que a grande maioria dos textos falam de coisas boas ou bem humoradas, o que sem dúvida merece valor.
      Há muito tempo deixei de discutir, principalmente verbalmente, não gosto da sensação de mal estar que fica em seguida (não, não gosto de Drs, rsrsrs). Por outro lado o conversar é super importante sim para esclarecer pontos, mostrar o que gostamos ou o que desagrada. É importante que ambos entendam a diferença entre um ou outro para não ficar na defensiva, não fechar injustamente o canal de comunicação perdendo a chance de entender saudavelmente o que é importante para o outro.
      Certamente desenvolvi meu autocontrole até demais, rsrsrs... talvez por isso tenha escrito tanto no blog ao longo dos anos. Sei que reclamo e peço pouco, gosto quando me ouvem e entendem, rsrsr.
      Adorei suas comparações, rsrsrs!
      Abraços!

      Excluir
  5. OI BIA!
    ENTENDO TEU PONTO DE VISTA COM RELAÇÃO A TUA MUDANÇA DE POSTURA E O INTERESSANTE DE TUDO É QUE, DENTRO DE TI ALGO MUDOU E QUANDO NOS FALAS QUE TE EXPUSESTE MUITO EM TEUS POSTS, TE DIGO AMIGA, FOSTE APENAS TU MESMA E CONTINUARÁS SENDO.
    SEMPRE ESTAREI POR AQUI, FELE TU DE MÚSICA, CINEMA, POLÍTICA, OU O QUE QUER QUE SEJA, SEI QUE SEMPRE TERÁ UM POUCO DE TI NAS ENTRELINHAS.
    ABRÇS AMIGA
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Zilani, que palavras lindas!!! Sim, com certeza tudo o que está ou esteve registrado aqui faz parte do que sou, porque mesmo que não seja mais a mesma, a que sou é um reflexo do que fui e do que fiz a partir disso...
      É que hoje meu coração tem o espaço muito mais tomado pelo amor e algo do que foi escrito o foi em um contexto diferente, do qual não faço parte já há um bom tempo, então perde o sentido deixar aquilo que não acrescentaria em nada por fazerem parte de uma época em que as coisas estavam ruins. O importante, como ouvi certa vez, é que não desisti de mim mesma! :)
      Será sempre um prazer tê-la aqui e certamente sempre estarei em tudo o que faço ou escrevo, rsrsr, e é bom saber que gosta!
      Abraços!

      Excluir
  6. Bia,
    O poema com que nos brindou transportou-me, de imediato, para o poeta Eugénio de Andrade. Permita que aqui deixe...

    As palavras

    São como um cristal,
    as palavras.
    Algumas, um punhal,
    um incêndio.
    Outras,
    orvalho apenas.

    Secretas vêm, cheias de memória.
    Inseguras navegam:
    barcos ou beijos,
    as águas estremecem.

    Desamparadas, inocentes,
    leves.
    Tecidas são de luz
    e são a noite.
    E mesmo pálidas
    verdes paraísos lembram ainda.

    Quem as escuta? Quem
    as recolhe, assim,
    cruéis, desfeitas,
    nas suas conchas puras?

    Eugénio de Andrade in O Coração do Dia


    Um beijinho :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ac, que lindo presente deixou aqui! Um poema casado com o meu poema deixado, em palavras que tem várias formas, faces e impactos. Talvez conhecendo melhor a maneira como podem ser barcos ou beijos, punhal, incêndio, orvalho... saberemos discernir quais precisam ser trancafiadas em conchas e quais merecem navegar sobre águas e estremecê-las. Exercício constante.
      Abraços!

      Excluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.