quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Um pouco de Cecília Meirelles

deposiphotos



De longe te hei de amar
- da tranquila distância
em que o amor é saudade
e o desejo, constância.



Do divino lugar
onde o bem da existência
é ser eternidade
e parecer ausência.

Quem precisa explicar
o momento e a fragrância
da Rosa, que persuade
sem nenhuma arrogância?

E, no fundo do mar,
a Estrela, sem violência,
cumpre a sua verdade,
alheia à transparência.

Cecília Meireles MEIRELES, C. Antologia poética. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, 2001.

2 comentários:

  1. Olá, querida!
    Um remeter à sonoridade do amor em nós...
    Feliz e abençoado 2016!
    Bjm natalino

    ResponderExcluir
  2. Lindo,Vane! Feliz 2016! bjs, tuuuuuuuuudo de bom,chica

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.