domingo, 2 de outubro de 2016

Uma questão de respeito


Minha filha me mostrou ontem esse curto vídeo do whats e o vi como muito criativo. A essa altura a eleição está no final, terão os candidatos eleitos a compreensão do quanto seus cargos deveriam representar o respeito, como cidadãos, que deveriam ter em relação aos direitos do outro? Difícil... Algo que sempre defendo é que para cobrarmos qualquer coisa precisamos antes nos apropriarmos e praticarmos. 


Estudos mostram que cerca de 10/15 minutos antes de chegarmos em casa começamos a relaxar, por esse motivo são os horários em que mais acontecem assaltos e acidentes.Na última segunda fui assaltada quando estava a quatro quadras de casa, 13:15 hs. Um motociclista se aproximou sem fazer barulho e arrancou minha pequena bolsa da Marilyn Monroe (linda, comprada de 2ª mão no Enjoei, kkkk) e minha sacola com papel kraft. Felizmente a única sequela física foi uma luxação feia no dedo indicador esquerdo, já quase sanada. Das materiais ainda estou cuidando com uma indignação que renderia outro post, e emocionais, ainda lembro da sensação de raiva, desamparo e alguma mágoa por motivos que emergem nessas horas, mas que estou procurando deixar para trás - ainda não desisti de viver com alegria. O apoio emocional dos meus amores me ajudou bastante. 

Muitos tem sido vítimas da ausência de segurança. O aumento de número de assaltos é praticado por quem não aprecia o respeito pelo bem - físico, emocional e material - do outro, ou por aqueles que não foram respeitados e portanto, não aprenderam como. Ou as duas coisas. Ou por quem está com carências básicas que não estão sendo supridas. Enfim... só opressão não resolverá o problema, é preciso mais, como ensinar e praticar globalmente o amor pelo ser humano.





Para finalizar, assisti esses dias no jornal uma pesquisa contando que subiu consideravelmente o número de advertências em passageiros de avião. Vale a pena dar uma olhada nas redes sociais Passenger Shaming ("Vergonha de Passageiros") usadas para divulgar flagrantes dentro de aviões de pessoas com comportamentos desrespeitosos. Há desde pé na cadeira da frente a pessoas nuas!!!! Como assim? É engraçado, mas vergonhoso. Acredito que o fato do uso de avião ter se popularizado nos últimos anos jamais pode significar que pessoas de menor poder aquisitivo tem menos educação, pois isso não é verdade. 




Sempre fica a esperança, já branda, de que tomem o poder pessoas que estimulem respeito com políticas públicas adequadas e eficientes, que contemplem a causa, e não, o efeito

No final, tudo é uma questão de encontrar  meios de respeitar os direitos e deveres de cada um, inclusive eu, inclusive você. Como um ser humano que não respeita o espaço coletivo pode cobrar algo dos poderes?



Links do Passenger Shaming 
Instagram ----> aqui
Facebook ----> aqui
Twitter ---> aqui



22 comentários:

  1. Gostei do vídeo! E o assalto dá mesmo muita raiva!Ficamos mesmo indignadas! Eu fui "assaltada" pela internet:compras no meu cartão! Fiquei p da cara!

    Agora, vamos esperar mais e mais educação de todos, viajantes ou não! Linda semana! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Chica! Também já fui vítima de outros assaltos... há alguns anos rasparam todo meu décimo terceiro (na época, R$ 300,00)da minha conta bancária, e ano passado fizeram uma compra com meu cartão pela internet. É de lascar!
      Mas nada se compara à sensação de ver sua bolsa indo embora e não poder fazer nada... é como se você perdesse sua identidade pessoal, pois uma parte importante do que você é está ali... muito estranho!
      Abraços!

      Excluir
  2. Boa Noite, querida Bia!
    Na volta do meu voo de Portugal pra cá, fiquei horrorizada em ver tanta sujeira no chão, meu Deus! Que imundície!
    Já me acostumei a colocar qualquer lixinho de papel de bala, por exemplo, na bolsa e, em casa, jogar no lixo adequado... se não tiver a chance de me recolherem por onde esteja...
    Mas o que vi, foi um absurdo! Uma mostra da falta de educação do povo... pra lá não observei, sinceramente!
    Tanto a nos educar em todos os sentidos!
    Gostei muito da segurança que encontrei na Europa e aqui é uma tristeza medonha... que pena!
    Vc sempre nos alertando para questões sociais delicadas...
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rosélia!
      Como você também tenho o hábito de guardar qualquer lixinho para ser jogado posteriormente se não há lixeira por perto, e minha filha tem o mesmo hábito. Há quem pense, "é só um papelzinho...", mas é por esse motivo que os lixos vão se juntando. De grão em grão a galinha enche o papo, rsrsrs.
      Lamentável as pessoas não cuidarem nem do seu próprio espaço, as pessoas ainda tem a cultura de que podem sujar o que quiserem "porque estão pagando e tem quem limpe"... que absurdo! Eu ensino meus alunos a recolherem os restos de papel quando tem recorte, jogar sobras de lanche no lixo, desde o prézinho... ensinar respeito é fundamental!
      Tenho lido sobre artistas que se mudam para o exterior buscando maior segurança, uma pensa, quando moramos num país tão bonito e rico de diversidade!
      Abraços!

      Excluir
    2. Bia, confesso: fiquei tentada... não tivesse filhos e netinhos... Bjm

      Excluir
  3. Olá,Bia...aqui , muitos roubos de celulares por motociclistas.Normalmente em dupla. Poucas coisas são tão unânimes entre nós, do que estas sensações, que tu relatou acima:raiva, desamparo , alguma mágoa e acrescento ruidosa impotência diante deste tipo de situação ocasionado pela ausência de segurança. Ah é,não tinha percebido que nos vôos estavam assim, pessoas com comportamentos desrespeitosos. Acho que tive sorte, então! Ou só tinham pessoas de grande poder aquisitivo,hehehe,#brincs!Também, acho que não tem nada disso!
    Sim,que nestas Eleições , todos tenham apertadas as teclas certas.Sim, penso que o ideal democrático de convívio social pressupõem o respeito mútuo e ou uma relação de reciprocidade. Agora,se não se respeita nem quem está inserido neste seu convívio e nem contém o respeito intrínseco em si mesmo, não tem nem como cobrar do "Poder".
    Agradeço pelo carinho,excelente semana, Belos dias,abraços!

    ResponderExcluir
  4. OI BIA!
    ESTAMOS VIVENDO ESTE TEMPO DE DESCRENÇA E IMPOTÊNCIA, FRENTE AOS DESMANDOS DO MUNDO EM GERAL,MAS, PERCEBE-SE NESTA VOTAÇÃO,UMA REAÇÃO PACÍFICA MAS CONTUNDENTE DA SOCIEDADE, QUE DEU UM IMPORTANTE RECADO NAS URNAS. ACHO QUE FOI UM PRIMEIRO PASSO PARA UMA RETOMADA DE VALORES, A LONGO PRAZO SABEMOS, MAS DE GRANDE RELEVÂNCIA.
    ABRÇS BIA

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Zilani!
      De fato as pessoas finalmente estão se apropriando da consciência do ato de votação. Em minha cidade alguns vereadores "dinossauros" finalmente saíram do poder, vamos ver se os novos se apropriam de seu papel, fiscalizar e ajudar.
      Abraços!

      Excluir
  5. Que texto bom, Bia. No caso do RJ ainda tem um segundo turno... E esse vídeo da asa do avião é genial. Não tinha visto. Não dá msm pra clicar em qualquer tecla, mas tem gente que parece que nem liga. E essa falta de educação das pessoas é absurda. Não só em avião, no cinema também é possível ver com mais nitidez. Tem até a questão dos pés na cadeira da frente parecida. Bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sérgio!
      Eu por exemplo ainda questiono o uso do voto em branco ou nulo... tem momentos em que os candidatos são tão desanimadores que é compreensível a descrença, mas quando nos abstemos de votar involuntariamente estamos elegendo qualquer pessoa, inclusive podendo ser aquela que não gostaríamos.
      Cinema é uma boa lembrança de falta de respeito, pessoal que conversa o tempo todo, antecipa o que irá acontecer, empurra sua poltrona com o pé ou perna (isso me tira do sério, kkkk), sai e volta umas 20 vezes, fica conversando no celular, deixa lixo por tudo... vixi, a lista é longa!
      Abraços!

      Excluir
  6. ...mas o que viria depois de terminar?



    (ando assombrada com tantas repetições sem acertos )



    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Margoh! "Ando assombrada com tantas repetições sem acertos"... eu também, creio que justamente por focos em efeitos ao invés de causas. Abraços!

      Excluir
  7. Que horror essa imagem dos aviões! Falta de respeito mesmo! Imagina vc olhar pro lado e se deparar com um par de pés? Vc ficaria calada? Eu não ficaria. Mas não seria grosseira, apenas pediria a gentileza de retirar os pés dali. Que falta de respeito!
    Bia, as eleições passaram e agora vamos ver como fica. Em todos os casos vamos torcer pra tudo se encaminhe da melhor forma possível.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Clara, as pessoas passaram a tratar o público como se fosse uma extensão da própria casa - e ainda assim, será que jogam lixo por tudo em casa como no público? Mesmo em casa, há de se ter o respeito de se perceber os limites e necessidades do outro. Eu não sei se falaria, tenho um bloqueio em relação a isso (deveria falar mais), mas se o fizesse também seria com educação, até porque barraco é pagar desrespeito com desrespeito - não se anda muito adiante.
      Abraços!

      Excluir
  8. Olá Bia!
    Vídeo interessante! Saibamos fazer nossas escolhas, mas aqui no R.J. não sobrou opção razoável para a eleição de prefeito! O que fazer ? Sinceramente !!!!
    ah Bia, que lamentável ocorrido! Ser assaltada! li e reli e pude ver sua linda bolsinha sendo levada! Que horror mesmo! Já passei por isso, ao ver meu cordão sendo puxado do pescoço. ( eu vacilei em usar, esqueci de tirar.Como? fui caminhar e esqueci , um adorno de aniversário de casamento, e foi-se) Também me revoltei, mas aos poucos o tempo cura tudo. Indignação permanece.
    E vendo essas imagens de desrespeito lembro certa vez numa vinda ao R.J de onibus.
    Um intenso bate e boca pois o passageiro de trás colocou seus pés chulezentos nos encosto da poltrona da frente. Era noite e eu acordei ao ver a discussão formada. Foi necessário a intervenção do motorista que parou o ônibus e sugeriu passarmos numa cidade e numa delegacia de polícia. Os passageiros entraram em polvoroza e o
    passageiro mal educado resolveu descer os pés! Ufa!
    Gostei da forma como fala de maneira sucinta o que política pode gerar. insegurança, sujeira e roubos. E tudo se repete.
    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Zizi!
      Em minha cidade as opções também não eram das melhores, fazer o quê... o duro é que votar em branco ou nulo é dar o voto inclusive para os que não queremos que entre, nos resta optar pelo menos pior, rsrsrs!
      Nossa, perder algo com valor sentimental deve ser ainda pior! Se foi meu celular ganho em maio, no aniversário, presente da filha e namorado, estava novinho. Eu tinha tanto cuidado em não mostrá-lo em público... me valeu para perceber que não adianta ser neurótica, kkkk! A bolsinha foi barata, R$ 30,00 + frete, mas havia namorado um tempão no site, era prática e levinha, ótima para carregar junto com minha encomendas... para falar a verdade ainda não me recuperei, com dificuldades para me expressar, mas é que aconteceram muitas coisas em dois meses.
      Lamentável o episódio do ônibus, eu já vi cada coisa, kkkkkkkkk! Impressionante como há pessoas que não tem a menor noção de respeito ao próximo. Já diz a famosa frase, "seu limite acaba onde começa o meu".
      Abraços!

      Excluir
  9. vemos tantas falta de respeito com tudo
    crianças, velhos animais...o mundo fica sujo
    só de ver...roubos bom ainda existe sim muitos
    que respeitam ,um dia desse estava indo pra casa da minha
    filha e um carro na frente do meu a moça jogou a lata de coca
    pela janela, nem se preocupou de ia ou não acertar alguém
    Entãooooo.......

    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  10. Olá, Rita!
    Jogar coisas pela janela é um exemplo clássico de pessoas que não absorveram informações. Lembro-me que há 30 anos atrás isso era comum e aceitável, mas hoje em dia está claro o quanto é uma atitude de falta de respeito, sem falar do perigo. Outro exemplo vem de minha cidade, no verão tivemos muitos problemas com a dengue, o governo foi incansável em medidas para combater o mosquito, e o povo dá-lhe deixar lixo acumulado... Não adianta cobrarmos do governo aquilo que não praticamos: respeito.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Oi Bia, adorei o vídeo
    Mas, eleição é uma sujeira que da nojo. Não voto em ninguém.
    Beijos no coração
    Minicontista2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Dorli! Há muitos que já estão saturados e desesperançados com a política, com razão.
      Abraços!

      Excluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.