domingo, 5 de março de 2017

Osteopatia: você conhece?

Esse post nasceu de uma experiência pessoal tão bem sucedida que resolvi divulgar.

A osteopatia é uma terapia alternativa reconhecida e recomendada pela OMS (Organização Mundial de Saúde). A técnica consiste em manipulação manual de ossos, músculos, tecidos, tendões, órgãos internos e cicatrizes, com o objetivo de realinhar e reestruturar o organismo de forma global, devolvendo-os ao estado original e saudável, restaurando a lubrificação natural que perdemos com o tempo. Se pensarmos mais uma vez em nosso organismo como um carro, é como se a osteopatia fosse o balanceamento e geometria que precisamos fazer periodicamente no veículo, rsrsrs.




Até então desconhecida para mim, cheguei à essa especialidade por indicação da minha vizinha a qual a filha teve um problema que nenhum médico estava solucionando. Como sabem tive um problema sério com o joelho provocando peritendinite e o tratamento médico estava oferecendo resultados muito lentos, eu sentia dor, febre e indisposição.


Na primeira sessão o profissional faz perguntas sobre as queixas envolvendo todo o corpo, não só o problema pontual. É recomendado levar exames se houver (raio x, tomografia, ressonância) pois eles ajudam a direcionar o tratamento. Em seguida, após alguns testes posturais, a sessão começa.

No princípio é bem estranho, um estica-dobra-aperta-e-puxa sem fim, kkkk, alguns pontos bem dolorosos são tocados para liberação da tensão e é importante buscar manter o corpo relaxado, tudo de uma forma muito técnica e respeitosa. À medida que manipula o profissional  explica a relação dos órgãos e tecidos de maneira que nem imaginamos! Por esse motivo é indicada para todos os tipos de enfermidade.

Por exemplo, eu tinha um "ham ham" crônico na garganta que eu tentava resolver com litros de água... na verdade a pele que reveste essa parte está ligada a um músculo das costas... soltando o músculo, a pele é liberada e acreditem, não tenho mais a pigarra! Esse é só um dos muitos exemplos que vivenciei.

Contei para a fisioterapeuta e o médico, que aprovaram a inciativa - uma pena não terem como prática, recomendar, pois na osteopatia não se usam remédios, o que é ótimo e natural. Nenhum dos três médicos que consultei buscando uma solução deram importância para uma pequena retração que apareceu na cicatriz da minha cesárea por conta da idade (as fibras enrijecem e podem prender os órgãos internamente) justamente na região que mais me incomodava (lombar direita), sendo que o osteopata considera um ponto fundamental. Na primeira sessão o alívio foi imediato após a liberação da região.

Outro ponto interessante, na ação senti bastante dolorida a região do diafragma (no meio, entre o final das costelas). Segundo o osteopata é uma região fundamental por concentrar tensão, ansiedade, medo e raiva, se está preso, prende musculatura e órgãos. Portanto, vale lembrar a dica do post anterior: vamos fazer o possível para nos libertar desses sentimentos danosos. Quando estiver sentindo uma dessas pragas kkkkk (não é culpa sua, as coisas estão difíceis mesmo) tente a respiração diafragmática: 4 tempos respirando até subir a barriga, segura 4 tempos, solta 4 tempos, repetindo até acalmar. Funciona mesmo e ainda previne doenças! Como diz Gisele Valin ---> aqui, temos sempre os sentimentos opostos dentro da gente (raiva/amor), precisamos começar a nos entregar ao que é bom.

Após a sessão é preciso ter cuidado com consciência corporal especialmente nos três primeiros dias para que o organismo compreenda o realinhamento. É recomendado carregar pouco peso, se agachar com as duas pernas (jamais dobrando o tronco), usar um saltinho de 2 a 3 cm ou tênis e realizar pouco esforço.

Para finalizar, digo que após a segunda sessão - cuja frequência varia de caso a caso e que tende a ir espaçando até não houver mais necessidade - estou me sentindo 80% melhor. É importante continuar o tratamento médico e se for o caso, fisioterapia, pois a osteopatia trabalha junto com a terapia tradicional. Vale ressalvar também que a prática deve ser exercida por um profissional habilitado - médico ou fisioterapeuta formado com especialidade nessa área, para não haver o risco de lesões sérias.

Por favor, se conhecem alguma prática alternativa que deu resultados divulgue e compartilhe nos comentários e em posts, ela pode fazer a diferença positiva na vida de alguém como a osteopatia fez na minha. :)

17 comentários:

  1. Que coisa boa e bem interessante essa prática,Bia e até o nham,nham, curou? Que legal! Valem essas experiências,não? Belo post pra compartilhar...bjs, chica, linda semana!Q

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Chica, curou sim, e o mais interessante é que nem falei do problema na garganta, ele é que explicou no movimento das costas... antes disso achei que estava até com calo nas cordas vocais, rsrsrs.
      Creio que práticas positivas como essa precisam de divulgação! A prática inclusive é recomendada pela OMS para reduzir o número de cirurgias! Abraços!

      Excluir
  2. Minha irmã é fisioterapeuta e gosta muito dos métodos da osteopatia. Muito do que você disse nesse post ela costuma dizer a mim. Sempre acho legal, interessante, mas sou uma pessoa preguiçosa para ir atrás de cuidados com a saúde, uma lástima para mim mesma e uma vergonha também kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Pandora, que bacana, seu comentário reforça a credibilidade da prática. Eu costumo ir ao médico sempre que percebo algo estranho fora do meu alcance, pois privilegio a qualidade de vida e quero envelhecer bem.
      Quem sabe após o post você se anima, kkkk!
      Abraços!

      Excluir
  3. Olá, Bia.

    Blog também é cultura e ciência. Lendo e aprendendo...

    Um abraço e uma boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Apon, tem razão, já aprendi muito visitando blogs e compreendi a importância das partilhas positivas! Abraços!

      Excluir
  4. Oi Bia,

    Gostei muito da postagem, realmente nao conhecia e vou procurar ler a respeito. Tenho muitas dores nas costas, boa parte do meu tempo passo dirigindo, certamente vai me ajudar muito..

    Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa, com certeza irá ajudar. Antes da primeira sessão também li bastante, pois nunca ouvi falar. O que sei é que é recomendado pela OMS para evitar a necessidade de cirurgias. É importante encontrar um bom profissional, isso dá bastante segurança na prática.
      Abraços!

      Excluir
  5. Oi Bia , não tem coisa melhor que sentir-se bem e sem dores !
    bom saber sobre a osteopatia , a qual já tinha ouvido falar .
    As vezes vamos ao médico e ele não consegue diagnosticar ou nos leva a tratamentos demorados.
    Impressiona saber que a garganta esta relacionada a um músculo nas costas !
    Conhecimentos que eu nem suspeitava !
    Vou divulgar !

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Zizi! Que bom vê-la por aqui!
      Tem razão, hoje foi um dia em que trabalhei bastante e ao final do dia estou com nada de dor, o que é ótimo, para quem há dois meses estava bem mal! Agradeço muito a Deus por isso!
      Tem razão, o tratamento médico não está errado, mas é demorado, e nem sempre dispomos de tempo e repouso para recuperação, afinal trabalhamos, né, rsrsrs!
      O problema na garganta pode ter outras origens, mas essa prática foi a que me ajudou e eu também nem suspeitava da ligação com as costas!
      Abraços!

      Excluir
  6. Olá Bia, tudo bem?
    Veja só, cheguei em um bom momento em seu lindo e afetuoso cantinho...
    Estou precisando muito de auxílio para curar uma crônica dor na perna direita que insiste em me atormentar desde o assalto e a agressão que sofri em dezembro...Desde então, minha perna não foi mais a mesma em razão da queda a que fui submetida no meio fio da rua...
    Será que a osteopatia pode me ajudar?
    Inclusive voltei a praticar a hidroginástica para poder massagear na água essa área que muito dói... Espero que os bons efeitos venham com o tempo...

    Que espetáculo de artigo amiga, com certeza vai ajudar muita gente!
    A mim, já ajudou, inclusive me deu ânimo novo par procurar a cura nesta área..
    Sentir dores é muito ruim e prejudica todo o nosso bem estar geral...
    Nossa, mamãe também pigarreia muito, será que também pode ser problema nas costas?
    Vou logo procurar um tratamento neste sentido para toda a família!
    Muito obrigada pelas dicas querida!!

    Beijos e uma semana maravilhosa!! :))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Adriana, como vai?
      Nossa, eu não sabia o que tinha acontecido contigo, que coisa! A segurança em nosso país realmente está deixando bastante a desejar e nada pior do que vivermos com medo de invasão e agressão.
      Meu problema no joelho também se agravou por conta de um assalto, mas tenho procurado não pensar mais nisso. Creio que a osteopatia pode ajudá-la bastante, agora após a segunda sessão, tenho sentido praticamente nada de dor e desconforto, algo que para mim até o final de janeiro parecia tão distante... tente sim, só não esqueça de buscar um bom profissional. A osteopatia parte do princípio de que todo ser humano traz em si a capacidade de se regenerar a partir do realinhamento corporal.
      Não desanime, eu também estava desanimando e agora estou confiante e sem dores de novo, espero de coração que essa dica a ajude também.
      Pigarra pode ter várias origens, mas essa sem dúvida me parecia improvável, ligação com musculatura das costas... mas mesmo que o problema seja outro (garganta, estômago), o osteopata pode ajudar, pois manipula também os órgãos internos.
      Abraços!

      Excluir
  7. Bom dia!

    Meu nome é Fernanda Alves, eu falo em nome da Lionshome. Estou entrando em contato com você, pois estamos analisando blogs para fazerem parte de nossa Rede de Blogs e o seu blog foi selecionado.

    Nós gostamos bastante do conteúdo da sua página e temos certeza que nossos usuários vão gostar e se informar mais.

    Só explicando um pouco melhor sobre a LionsHome, nós somos uma Startup localizada em Berlim que durante seus dois anos de vida vem crescendo rapidamente.Recentemente lançamos nosso Website e estamos buscando Blogs com conteúdos interessantes e interativos para fazer parte da Rede LionsHome de Blogs.

    Com a nossa rede de blogs você tem a oportunidade de adicionar uma pequena descrição sobre os seus posts ao nosso website através do RSS-feed, atraindo assim mais visitantes e leitores para o seu blog (quando os usuários clicarem em seu post são redirecionados para o seu blog). Caso você tenha interesse, essa participação é completamente gratuita, já que estamos entrando agora no mercado. A única coisa que pedimos em troca aos blogs da rede Lionshome é adicionar uma pequena logo nossa em sua página inicial assim que você se registrar.

    O link para se inscrever é o seguinte:

    http://www.lionshome.com.br/br-br/blogs/signup/

    Se você quiser saber como funciona melhor nossa rede de blogs, pode visitar nosso website:

    http://www.lionshome.com.br/br-br/blogs/all/

    Qualquer dúvida, estou à disposição.

    Abs,
    Fernanda Costa

    --
    Fernanda Costa
    Marketing & Community Manager
    Phone: +49 030 120 534 090
    Web: www.lionshome.com.br

    Lionshome GmbH
    Sophienstrasse 16
    10178 Berlin

    ResponderExcluir
  8. Nunca tinha ouvido falar. Homeopatia eu sei e uso, inclusive, mas isso não. Parece bem bom. Parece uma derivação do pilates, ao que indica. Interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sérgio, interessante comparação, sim, assim como no pilates a osteopatia parte da ideia de que a região central do corpo é primordial e que o próprio corpo pode ser regenerar desde que tudo esteja no lugar. Após a segunda sessão melhorei ainda mais e hoje só estou com um pouquinho de desconforto porque sábado precisei levar minha filha ao pronto atendimento e fiquei horas sentada na mesma posição enquanto aguardava, o que deu uma forçadinha.
      Se precisar pode investir que vale a pena!
      Abraços!

      Excluir
  9. Boa tarde Bia,
    Conheço essa pratica e meu marido anda a tratar-se com profissionais que têm essas duas vertentes: fisioterapia e osteopatia. No verão com dor quase imobilizadora provocada pela coluna se achou muito bem. Neste momento está a tratar-se de outras situações e já se encontra muito melhor.
    Há pessoas que se tratam com acupunctura e também encontram óptimos resultados.
    (O Sérgio falou em Pilates e eu que pratico Yoga também posso dizer que trabalhamos muito o corpo nesse sentido de libertar tensões, fortalecimento de músulos, treino de respiração e também soltura muscular na região abdominal. É óptimo também para problemas de coluna).
    Que bom que a Bia se deu bem com essa prática.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ailime, lembro-me que comentou sobre a prática do seu marido no outro post que fiz. De fato me dei muito bem com a técnica, na próxima terça tenho outra sessão e tenho certeza que sairei melhor ainda.
      Já fiz acupuntura em uma época conturbada da vida e também tive resultados positivos. Creio que quanto menos química de medicamentos e cirurgias puderemos colocar em nosso organismo, melhor para nossa qualidade de vida.
      Eu já fiz yoga e pilates, ambos tratam do fortalecimento isométrico, além de delicioso é relaxante e preservam de lesões quando praticados adequadamente. O abdômen é o centro do organismo e fundamental para a sustentação da coluna. Consegui o mesmo na dança do ventre, tenho saudades de praticar.
      Abraços!

      Excluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...