sexta-feira, 15 de setembro de 2017

#15Parede - Técnica wósh para desemparedar


Essa casa fica na serra, à beira da estrada, e quando passei por ela logo lembrei de trazê-la para cá. Sempre gostei de observá-la. Há anos está aí, aparentemente sem moradores, mas é uma daquelas casas cuja estrutura é interessante, que instiga a imaginar por quê está abandonada há tanto tempo. Até mesmo os grafites trazem algum charme, o menino surfista caminhando em direção à descida da serra certamente remete ao caminho que leva às praias do Paraná. :)


Há algumas semanas encontrei uma técnica simples e eficiente de PNL aplicada por Anthony Robbins para remover nossas paredes interiores. Cada um as constrói a seu modo - de forma visual, auditiva, cinestésica - e para quem é visual/auditiva como eu, esta é uma técnica muito eficiente. Isso significa que se há alguma imagem mental negativa recorrente do qual queremos nos libertar sem sucesso - e que nos assola nas horas mais inadequadas, mostrando nossas fraquezas e limitações - pode ser modificada em poucos minutos. Isso mesmo! Eu testei e deu certo. Vejam só:

  • Sente-se e relaxe respirando fundo por alguns segundos.
  • Feche os olhos e imagine a cena negativa e recorrente como se estivesse em uma grande tela de TV. 
  • No canto inferior direito dessa tela, imagine em um pequeno quadrado sobreposto à imagem anterior, outra pelo qual você gostaria de substitui-la. Por exemplo, substituir uma imagem de tristeza por outra onde se está muito feliz; uma em que está inseguro por outra onde está muito confiante; uma em que se preocupa com dívidas por outra onde está em meio a uma chuva de dinheiro; situação de opressão por outra de liberdade; imagem de fracasso por outra de sucesso; uma situação futura em que teme o resultado por outra imagem de que tudo se resolveu muito bem; e assim por diante.
  • Agora, preste atenção: faça com que a imagem pequena cresça e substitua rapidamente a anterior enquanto diz "wósh". Segundo o autor é importante falar essa expressão, o que confere um ar divertido à substituição, imprimindo leveza ao processo e tornando a nova experiência agradável ao cérebro.
  • Repita os dois últimos passos rapidamente por 5 ou 6 vezes. É importante que tudo seja feito em ritmo rápido e constante, e que a nova imagem seja o mais nítida e colorida possível. 
  • Agora, abra os olhos, respire e tente imaginar a cena negativa. Quando fizer isso automaticamente o cérebro deverá substitui-la pela imagem positiva, sem esforço. Caso isso não ocorra é porque algum dos passos não foi feito corretamente. Nesse caso relaxe e recomece com atenção, repetindo por dez vezes.  

O resultado é que nos dias subsequentes, mesmo que a imagem negativa venha à mente, ela será automaticamente substituída pela nova, até que seu consciente a reconheça como a correta, sem que se precise direcionar conscientemente o cérebro para isso.
Técnicas de PNL são interessantes porque mudam gatilhos que muitas vezes não conseguimos mesmo querendo muito, pois as informações estão impressas no inconsciente, e é nessa esfera que a nova programação atua. 


14 comentários:

  1. Oi Vane
    Estou com tanta dor nos pés que nem vejo o que tenho na minha casa, só sei que ela aguenta um tsunami.
    Uma linda noite
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha ouvido falar nessa técnica, Vane. Interessante, viu. bjss e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sérgio é interessante e funciona mesmo! Abraços!

      Excluir
  3. Gostei da foto e muito dessa técnica que só pode ajudar! Lindo fds! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Chica, é uma técnica fácil e eficiente, ajuda a "varrer" pensamentos indesejáveis e recorrentes! Abraços!

      Excluir
  4. Uma técnica interessante.
    Linda a foto!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elisabete, é interessante e divertida! Gosto muito dessa casa, não sei por quê, rsrsrsr! abraços!

      Excluir
  5. Olá querida


    Até tentei... Mas ainda não consegui... Acho que não devo ter me desligado completamente das coisas ao meu redor... Vou tentar novamente, depois te conto.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ani, de fato é preciso aliar um certo grau de relaxamento e foco, especialmente para aliar rapidez e nitidez no processo, fundamentais para que dê certo. abraços!

      Excluir
  6. Olá, querida Vane, mestra em muitos assuntos!

    Já tenho encontrado comentários teus no blog do nosso amigo comum, António, e já, um dia desses, visitei o seu espaço e gostei de tudo, mas especialmente do seu sorriso e da sua alma lavada.

    Qto ao teu post, acho admirável e mto inteligente da tua parte, teres aproveitado essa casa, que já vês há muito, perdida na serra, para depois nos pores a a refletir e a agir. Que senhora metáfora!

    Não sei o que é a técnica de PNL. Me explique, por favor!

    Já pratiquei yoga, mas sinceramente, achei tudo mto bizarro e estranho, incluindo a professora. Imaginar o sol na minha mão, eu consigo imaginar, ah, mas depois me queimo (rs).

    Sei k a mente tem um poder tremendo, e eu k o diga, qdo começo a maquinar meus escritos, mas sou pouca dada a reflexões pra te falar com franqueza. Tenho de aprender e treinar. É isso!

    Beijos e bom final de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Céu, seja bem vinda! É sempre uma satisfação quando quem chega se sente acolhido/a! Já estou na blogosfera há mais de 6 anos, é que só agora o sorriso apareceu, rsrsrsr!
      Técnicas de PNL são de Programação NeuroLinguística, que atuam sobre os mecanismos neurais especialmente do cérebro, criando novas sinapses e mudando progressivamente respostas indesejáveis do subconsciente.
      Já pratiquei yoga há alguns anos, requer concentração, respiração e força muscular, mas é excelente para o equilíbrio interior.
      Creio que concluiu muito bem, reflexões e escritos se desenvolvem com prática, acredito que está no caminho certo! :)
      Abraços!

      Excluir
  7. Boa tarde Vane,
    Uma foto magnífica!
    Sabe que as casas abandonadas também me deixam a pensar? Quem morou lá, por que está assim devoluta e por vezes quase em ruínas. Tenho pena, porque a maioria são casas com traça bonita. (Aqui existem algumas moradias assim, mas que graças a Deus estão a ser recuperadas por casais jovens que as adquirem).
    Sobre o teste, magnífico, experimentei e deu certo,))!!
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderExcluir
  8. Oi, Ailime! Como você também gosto de divagar imaginando a história de quem passou por construções abandonadas. Muitas casas são tão bonitas, é um pecado ficarem vazias!
    Gostei de saber que em Portugal os jovens casais estão recuperando casas abandonadas, além de tudo, é sustentável.
    A técnica é ótima e oferece um resultado muito rápido! que bom que aprovou! :)
    Abraços!

    ResponderExcluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.