sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Primeiras lições + blog retrô

Estamos em 2018. É uma bênção estarmos vivos! Temos consciência do tamanho disso?

Pitangueira em segundo plano,em primeiro a figueira,
as folhas clarinhas são as mais novas! :)


Comecei o ano aprendendo mais uma vez com meus bonsais. Como já relatei, em janeiro do ano passado, perdi quatro dos meus cinco bonsais, ficando somente o primeiro, que é a figueira, e hoje entendo por quê. Há alguns meses comprei novos e aos poucos, fui realizando a troca. Com meus sentimentos em evolução, os bonsais também vingaram e estão muito bonitos.
Mas o último deles, a pitangueira, ficou estagnada após o transplante. Por semanas. Estava no novo vaso desde o início de dezembro, e nada. Um traço de ansiedade que ainda existe aqui dentro me fez, algumas vezes, "cutucar" com a unha seu caule. Fica a dica: se aparecer um miolo verdinho, significa que a planta está viva. Se estiver seco, então já era.

Como estava verde, comecei a colocar mais amor nos cuidados diários, paciência, e voilá! Na passagem de ano surgiram os primeiros novos brotinhos e hoje as folhas já estão lindas no topo da árvore! Primeiras lições: acalmar a ansiedade, colocar amor em tudo - nunca é em vão - e saber respeitar o fluxo natural da vida, sua capacidade de adaptação e renascimento.


****




Na terça, dia 02, coloquei em prática os conhecimentos adquiridos num curso lindo de mandalas. Para quem não sabe, as mandalas não são simplesmente desenhos rebuscados. Sua simetria ajuda no reequilíbrio dos dois hemisférios cerebrais (ou exercício deles, se o desenho for assimétrico), a contemplação aumenta a intuição, propicia relaxamento e autoconhecimento, reequilibra o campo energético e/ou exterioriza expressões do inconsciente, entre outros. É usada ainda como forma de meditação ativa, enquanto se confecciona ou pinta, há um mergulho interior muito desejável.

Quando comecei a confeccionar a minha - que depois me lembrou uma história que poderá ser contada posteriormente - quis colocar minhas intenções para o novo ano: amor, como o centro de tudo; energia e prosperidade (que não se refere especificamente ao financeiro, mas ao acesso à abundância da vida); verde, por lembrar a importância da natureza, e por ser minha cor preferida; azul, a cor do conhecimento e a cor preferida do meu amor; finalizei intuitivamente com o rosa, terminando como tudo começa: com amor.

Tudo nessa mandala me representa: as cores, as formas, as intenções. O mais curioso é que no dia seguinte, assistindo uns vídeos complementares do curso, descobri que o verde foi uma escolha perfeita pois, sendo também a cor do amor, o coloca numa perspectiva incondicional e de trabalho interior de auto-cura, e o azul simboliza a capacidade de expressão e intuição.  As cores quentes - vermelho, laranja e amarelo, que em outros momentos ficariam de fora - mostram a ligação com os chakras inferiores que representam o aterramento, a razão, ou seja, as cores mostram equilíbrio entre razão e emoção. Ouvi inúmeras outras explicações que deixariam o texto enorme, kkkkk, mas o interessante mesmo foi perceber o quanto esse instrumento é útil e revela de fato o que se passa interiormente.


E vocês, gostaram da mandala? O que sentem ao vê-la?


****

Voltei a publicar no meu Facebook Homeopatia do amor, aliado agora ao Desperta luz, quem quiser acompanhar será ótimo! O box está aqui na coluna ao lado!


****

E para não perder a tradição:

Blog retrô 2017


#1. O post mais bonito: #5Flor - Haicai de Primavera
#2. O post mais popular: O Potinho da reclamação
#3. O post mais controverso: EFT e Reversão Psicológica
#4. O post mais útil: Os impactos da raiva reprimida (há vários outros)
#5. Um post cujo sucesso me surpreendeu: "Quero sumir". E agora?
#6. Um post que não recebeu a devida atenção:
Os arquétipos e o conceito "Do be do be do"
#7. O post de que mais me orgulho: 2018 e a estação para Hogwarts + VIII Interação Fraterna de Natal
#8. Um post bem humorado: A calça roxa
#9. Um post criativo: 15 koans para pensar criativamente
#10. O post mais doce: Sobre o silêncio da vida, um dia antes do dia da morte


24 comentários:

  1. Iniciar o ano com aprendizado é tridi e adoro mandalas também! Bjs praianos, tuuuuuuudo de bom,chiuca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Chica, bom é aprendizado que vem assim, com suavidade, rsrsrs. Abraços, tuuuuudo de bom, aproveite a praia! :)

      Excluir
  2. Poxa, que linda!

    Senti só coisa boa vendo tua mandala.

    Inclusive, indiquei teu blog a uma amiga muito espirituosa e energizada, pois só senti vibrações boas aqui...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol, seja bem-vinda, que bom que gostou e que o espaço só passou coisas boas! Tenho certeza que o que escolhemos sentir, transparece e chega ao outro. Obrigada pela indicação, abraços!

      Excluir
  3. Não conhecia a mandala.
    Não acredito muito nesses género de coisas mas mal não faz.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elisabete, eu via somente como lindos desenhos coloridos, mas estudando as implicações psicológicas, é um tema bem curioso. Ou talvez a curiosa seja eu, que procuro conhecer um pouco de tudo, rsrsrs!
      Abraços!

      Excluir
  4. Estamos vivos! Que preciosidade a vida!
    Celebremos pois, feliz ano novo Vane!
    Adorei as cores da mandala, porém gostei mais ainda de saber do tempero usado para as plantas, para as emoções... Paciência.
    Que a cultivemos cada vez mais.
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, que bom vê-la aqui!!!!! E o filho, decidiu a faculdade? Você sobreviveu à maratona de vestibulares? rsrsrsrs
      Sim, estamos vivos... ainda hoje ouvi o que já sabia: animais, plantas, não tem escolhas, agem por instinto e são obrigados a se submeter às circunstâncias. Os humanos tem escolhas - ao menos, de como decide usar a percepção, se a favor ou contra - e isso torna a vida, preciosa. Sem falar que somos a expressão de uma força muito maior. Estudando mais a fundo é possível perceber o grande impacto que o que fazemos com nossa vida e com nossos sentimentos causa no coletivo.
      Paciência... me fez pensar por quê não usei esse termo - concluí que a paciência pode levar à acomodação, se não tratada com atenção. Internamente pensei sim, no cultivo da ausência de ansiedade. Seria a mesma coisa? rsrsrsrsrs
      Graaande abraço, lindo 2018!

      Excluir
  5. ...iniciar um novo ano já é uma benção; e aprender novas lições, observando e aprendendo com o que está diante de nós é outra benção; sim,mandalas nos remetem à descobrir nossas verdades mais internas; ah é,vc tem essa tradição d Blog Retrô? Muito bom isso, eu no ano de 2017, não consegui produzir nada de novo e bom para servir de retrô, faz parte, Obrigado pelo carinho,Vane, Feliz 2018 para ti e família,'vamuqvamu'; abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Felis!
      "Iniciar um novo ano já é uma bênção", rsrsrsrsrs, é verdade!
      Penso ser um momento em que é inevitável refletir se começamos interiormente melhor ou pior que no ano anterior.
      Engraçado, na hora de fazer o Retrô percebi muitos posts sobre autoconhecimento e metafísica... como já sabe, aqui é assim, o blog reflete a dona, kkkkkk!
      Muito obrigada pelo carinho, adorei o 'vamuqvamu', rsrsrsrs!
      Abraços!

      Excluir
  6. Nós e a natureza em harmonia. Fora disso, os desencontros, o stress, a depressão, a pressa louca, a sobrevida apreçada...

    2018 com tudo de bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Apon. Seu escrito me fez pensar que se fora de nós a vida é tão absurda e conturbada, no mínimo é preciso criar harmonia interna, aprendendo com a natureza, que sempre existe belamente, independente das circunstâncias.
      Abraços!

      Excluir
  7. Boa tarde Bia,
    Como vai?
    Gostei muito dos seus bonsais. Árvores lindas! Com amor e dedicação tudo se consegue. O resto a natureza faz.
    Sobre a mandala não tinha conhecimento sobre a mesma e seu significado.
    Gostei das suas explicações que achei muito interessantes.
    A sua mandala transmite-me tranquilidade. Adoro os tons também.
    Beijinhos e Óptimo 2018!
    Ailime

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ailime! Como eu gosto de você, que bom que está aqui! :)
      Na foto aparecem só dois bonsais, mas estão todos lindos!
      Conclui o curso acerca do significado e confecção de mandalas e agora estou fazendo um sobre os símbolos, sobre uma abordagem mais psicológica acerca das mandalas. É muito interessante!
      Que bom que sentiu tranquilidade ao observá-la... ainda ontem comentei com o amor que eu a achava "explosiva" no bom sentido, kkkk, mas pensando bem eu quis dizer que ela transmitia vida - parece-me uma mandala viva, como sou.
      Interessante observar sua percepção, como tudo produz sensações diferentes de acordo com a perspectiva!
      Abraços, lindo 2018!

      Excluir
  8. Oi Vane

    Começou o ano, e tudo pra mim permanece igual . Se eu não me mexer, ficará tudo parado ( ou não ) .
    Vejo que você está sempre em movimento e estudo de novas situações. Admiro !
    Eu ia te sugerir se é que posso , que você leve suas aquarelas para o Instagram . Gostaria muito .
    Mandalas eu gosto, até sigo artistas que pintam mandalas. Mas não tinha atentado para o significado que você menciona no texto . Vou procurar ver sobre esse ângulo a partir de agora .
    beijinhos
    Feliz 2018 . Estarei aqui .

    Zizi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Zizi!
      Hahahaha, adorei sua colocação inicial! Esse ano busquei encarar a passagem de ano próxima à seu ponto de vista. É meio inevitável porque o contexto faz com que não passe desapercebida a passagem do ano, mas também não é o fim do mundo, nem da vida, é uma continuidade, rsrsrsrs!
      Tem razão, sou uma curiosa por natureza. Sempre digo para minha filha e meu amor que perto de mim a vida nunca é um tédio, rsrsrs! Percebo que a maioria das pessoas tem uma resistência ao novo, ao desconhecido, o que é uma pena - pode fazer perder grandes oportunidades. Pelo que comenta você também está aberta ao novo, é bom para manter o movimento da vida, não?
      Que bom que gosta das minhas aquarelas, às vezes posto no History do Insta... sugestão anotada! :)
      Você será muito bem-vinda aqui o ano todo e sempre que puder, estarei por lá também!
      Abraços, maravilhoso 2018!

      Excluir
  9. Foi um bom início de ano. O meu pelo contrário vei com doença.
    Hoje é o primeiro dia em que me sinto bem, depois do Ano Novo.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elvira! Aqui foi um início normal, rsrsrs.
      Sinto muito por você, sei como é, passei por isso no ano anterior. Como melhorar? Cuide-se bem, muito bem, especialmente interiormente.
      Abraços, desejo melhoras sempre progressivas.

      Excluir
  10. Bia
    Sei pouco sobre as mandalas, fiquei curiosa, visto que confeccionar é como uma terapia. A sua ficou incrivel.

    Amo os bonsais, mas nem me fale, eu sempre tive comigo Arvore da Felicidade e Orquidea, bom... meu gato conseguiu acabar com todas as milhas plantas, até a arvorezinha da felicidade.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sissym!
      Interessante, tenho percebido que o pessoal conhece pouco sobre mandalas. Tenho pesquisado um pouco mais sobre o assunto - gosto disso, pegar um assunto e ir mais a fundo, analisando as origens, teorias e ensinamentos.
      Acredito que você iria adorar o curso, e confeccionar é menos difícil do que parece, rsrsrs! O curso é online no site Maya Mandalas.
      Puxa vida, que gatinho danado!!!! O meu cachorro não come os meus, ainda bem, rsrsrs. A figueira fica sempre no alto, pois a folha pode envenenar o animal.
      Acho linda a árvore da felicidade, que pena! E se pendurar?
      Eu gosto de orquídeas, mas amo mesmo as hortênsias.
      Abraços, obrigada pela visita! :)

      Excluir
  11. Aprender nunca é excessivo, quer seja no início, no meio ou no final do ano. Aprender sempre é o lema, a chave do sucesso e da nossa felicidade, interior e exterior.

    Não sabia o que era uma mandala, nem que influência isso poderia ter ou não em nós, mas aquela que você publicou nesse post é alegre, tem cores vivas, com predominância do azul, minha cor preferida, aliás, acho que a de muita gente, incluindo a do seu amor, como refere.

    A mandala a mim, me faz lembrar decoração de teto de casa fina, de palacete, enfim, luxo com alegria.

    Abraço e Bom Ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Céu!
      Sobre o aprender, tem toda razão! Eu gostaria de ter tido essa percepção antes, rsrsrs!
      Um dos meus projetos é bolar um curso sobre mandalas sob a perspectiva do quanto pode ser terapêutica, oferecendo algumas para meditação. Vejo que é um assunto pouco conhecido, quem sabe ajuda a divulgar essa edificante arte contemplativa.
      Lindo seu ponto de vista sobre o que lembra a mandala, "decoração de teto de casa fina, de palacete, enfim, luxo com alegria", não havia pensado nisso, que bela referência!
      Abraços, lindo ano!

      Excluir
  12. Olá, começar o ano aprender é bom sinal, votos de continuação de aprendizagem todo o ano, que este lhe traga muito felicidade.
    AG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ag! Muito obrigada, são esses os planos, continuar os estudos e estar feliz! :) Abraços!

      Excluir

Gosto de conhecer pontos de vista. Não deixe de expressar o seu! Farei o possível para responder.
Obs: a moderação está ativada.